Anorexia

Lana Magalhães

Anorexia nervosa é um transtorno alimentar caracterizado por uma distorção da imagem corporal e um medo extremo de engordar.

Essa condição leva a pessoa a utilizar diversos métodos para emagrecer, mesmo quando ela já está com o peso abaixo do normal.

A distorção da imagem corporal é a principal característica da anorexia. As pessoas enxergam-se gordas, mesmo estando extremamente magras.

Anorexia
Pessoas com anorexia possuem uma imagem distorcida do seu corpo

A anorexia atinge, principalmente, mulheres e manifesta-se com mais frequência na adolescência. Porém, os homens também são afetados e apresentam sintomas parecidos aos que acometem as mulheres.

Causas de Anorexia

A anorexia tem causa desconhecida, sendo vários os fatores que podem contribuir para o seu desenvolvimento, tais como:

  • Predisposição genética;
  • Padrões beleza impostos pela sociedade;
  • Relação social na família ou cultura;
  • Transtorno obsessivo compulsivo (TOC);
  • Perfeccionismo exagerado, com objetivos de realização e êxito elevados;
  • Inflexibilidade e forte adesão a regras estabelecidas durante a infância;
  • Histórico de abusos sexuais na infância.

Sintomas de Anorexia

Os principais sintomas da anorexia são:

  • Crescente preocupação com a dieta e o peso corporal, mesmo quando a pessoa já está magra;
  • Emagrecimento rápido e acentuado;
  • Redução significativa da quantidade de alimentos ingeridos;
  • Evitar comer na presença de outras pessoas;
  • Peso muito abaixo do recomendado para a idade e altura;
  • Distorção da imagem corporal, que faz a pessoa negar a gravidade do seu emagrecimento;
  • Prática exagerada de exercícios físicos;
  • Interrupção da menstruação por 3 ciclos ou mais;
  • Diminuição da libido e das características femininas nas mulheres;
  • Síndrome do pânico, depressão;
  • Tendências suicidas.
Pessoa com anorexia
Pessoa com anorexia

Tratamento da Anorexia

O tratamento da anorexia é multidisciplinar e envolve médico, psiquiatra, psicólogo e nutricionista. Em muitos casos é necessário internar a pessoa para que os alimentos sejam reintroduzidos de forma controlada, evitando uma sobrecarga do coração.

A compulsão, os sintomas depressivos e a ansiedade são controlados com medicamentos psiquiátricos. A terapia cognitivo-comportamental e a psicoterapia familiar estão entre as formas de tratamento psicológico mais eficientes.

Consequências da Anorexia

Caso a anorexia não seja tratada, pode trazer sérios efeitos negativos para a saúde das pessoas. Com o passar do tempo, as principais consequências são:

  • Descalcificação do esqueleto;
  • Diminuição do ritmo do crescimento;
  • Bulimia;
  • Atrofia muscular e perda completa da gordura corporal;
  • Obstipação intestinal grave;
  • Desnutrição extrema (caquexia);
  • Morte.

Anorexia e Bulimia

A bulimia é um distúrbio alimentar caracterizado pela ingestão compulsiva de alimentos num curto espaço de tempo, seguida de um sentimento de culpa e remorso.

Para evitar engordar, a pessoa induz o vômito, utiliza laxantes e diuréticos, pratica exercícios físicos intensamente ou faz jejuns prolongados.

A anorexia e bulimia são duas doenças consideradas tipos de transtornos alimentares. As diferenças entre elas são:

  • Anorexia nervosa ocorre quando a pessoa se enxerga muito acima do peso, mesmo estando extremamente magra.
  • Bulimia é quando a pessoa come mais do que deveria e para evitar engordar procura uma forma de eliminar o que foi consumido.

Vigorexia e Ortorexia

Outros dois tipos de transtornos alimentares são a vigorexia e a ortorexia:

  • A vigorexia caracteriza-se pela busca excessiva para atingir um corpo musculoso. Assim, a pessoa preocupa-se com a dieta e a prática intensa de exercícios físicos.
  • A ortorexia caracteriza-se pela obsessão por consumir apenas alimentos saudáveis e nutritivos.
Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.