Câncer


Câncer é o nome dado a uma série de doenças que consiste no crescimento desordenado de algumas células, com possibilidade de se espalharem pelo corpo.

Em condições normais, a célula cresce e se divide para formar novas células quando o corpo precisa. É um processo natural que substitui células envelhecidas ou danificadas. As células cancerígenas interrompem esse processo.

Células cancerígenasCélulas cancerígenas

Formação do Câncer

No organismo com câncer, o processo de renovação das células é interrompido. Assim, as células velhas ou danificadas não morrem e surgem novas que se acumulam e podem entrar em processo de divisão incontrolável, formando os tumores ou neoplasias malignas.

Com o avanço da doença, as células cancerígenas tendem a se espalhar por outros tecidos e órgãos, o que caracteriza a metástase.

Entretanto, os tumores também podem ser benignos. Eles não se espalham ou invadem os tecidos próximos, embora às vezes possam ser bastante grandes. Quando removidos, geralmente não voltam a crescer, ao contrário dos tumores malignos.

Porém, os tumores cerebrais benignos podem ser fatais.

Formação do câncerFormação do câncer

O que causa o câncer?

As alterações genéticas que causam o câncer podem ter várias causas. Em geral, elas estão associadas a fatores ambientais ou hereditários.

Além disso, podem atingir pessoas de todas as faixas etárias.

A maior parte dos casos de câncer ocorrem por conta dos fatores ambientais e hábitos de vida:

  • Tabagismo;
  • Consumo exagerado de álcool;
  • Exposição exagerada ao Sol;
  • Exposição a radiação;
  • Sedentarismo;
  • Hábitos sexuais;
  • Contato com microrganismos;
  • Alimentação inadequada.

Algumas causas de câncer já estão bem esclarecidas, por exemplo: o uso de cigarro causa câncer de pulmão e a exposição excessiva ao sol causa câncer de pele.

Apenas 10% dos casos relaciona-se com fatores hereditários. A ingestão de alguns nutrientes pode auxiliar na prevenção de diferentes tipos de câncer, como o ômega 3.

Tipos

O câncer é considerado uma doença degenerativa.

Existem mais de 100 tipos de câncer, os mais comuns são:

Câncer de Boca

O câncer de boca acomete os lábios, língua, bochechas, assoalho da boca, gengivas e céu da boca.

Sintomas

  • Lesões na cavidade oral ou nos lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias;
  • Manchas/placas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, palato (céu da boca);
  • Nódulos no pescoço;
  • Rouquidão persistente.

Câncer de Mama

É o tipo de câncer mais comum nas mulheres em todo o mundo. Raramente acomete os homens.

O tumor maligno desenvolve-se na região das mamas.

Sintomas

  • Endurecimento da mama;
  • Secreção pelo mamilo;
  • Vermelhidão na pele;
  • Dor na mama ou no mamilo;
  • Inchaço na mama ou no braço.

Câncer de Esôfago

O câncer de esôfago se inicia na mucosa do órgão até atingir a camada muscular.

Os principais fatores para o seu surgimento são o tabagismo e a ingestão exagerada de bebida alcoólica.

Sintomas

  • Dificuldades ou dor ao engolir alimentos;
  • Perda de peso.

Leucemia

A leucemia é um câncer do sangue que inicia-se na medula óssea, responsável pela produção das células sanguíneas.

Esse tipo de câncer ocorre quando os glóbulos brancos ou leucócitos se multiplicam desordenadamente.

As formas de leucemia são a aguda e a crônica. Elas variam conforme a progressão da doença e diferença entre células normais e anormais.

A leucemia também pode variar quanto aos glóbulos brancos afetados em:

  • Leucemia linfoide, linfocítica ou linfoblástica: afeta as células linfoides.
  • Leucemia mieloide ou mieloblástica: afeta as células mieloides.

Sintomas

  • Anemia;
  • Fraqueza;
  • Cansaço;
  • Manchas roxas e avermelhadas pelo corpo;
  • Dores nos ossos e articulações.

Câncer de Colo do Útero

O câncer de colo do útero caracteriza-se pela presença de um tumor maligno na porção inferior do útero.

Esse câncer é causado, principalmente, pelo vírus HPV (Papilomavírus Humano), transmitido sexualmente. O mesmo vírus pode causar câncer de pênis nos homens.

Sintomas

  • Sangramento vaginal anormal;
  • Corrimento vaginal escurecido e com cheiro desagradável;
  • Dor abdominal.

Câncer de Próstata

O câncer de próstata é mais comum em homens com idade acima dos 50 anos. É o segundo tipo de câncer que mais mata homens no Brasil.

Sintomas

  • Dificuldade para urinar;
  • Presença de sangue na urina.

Câncer de Pele

O câncer de pele ocorre principalmente através da excessiva exposição aos raios ultravioletas do sol. Esse tipo de câncer é muito comum no Brasil.

Os dois tipos principais de câncer de pele são :

  • Carcinomas com maior incidência e menor gravidade.
  • Melanomas menos frequentes e mais graves.

Sintomas

  • Lesões na pele de cor avermelhada a mais escuras;
  • Lesões com aparência de feridas que não cicatrizam;
  • Presenças de pintas na pele que coçam, sangram ou alteram a cor e tamanho.

Leia também sobre Linfoma.

Metástase

Metástase é o processo pelo qual as células do câncer se espalham para outras partes do corpo. Quando um câncer que se espalha para um local do corpo diferente daquele que começou, é chamado de câncer metastático.

O câncer metastático tem o mesmo tipo de células do câncer original. Por exemplo, o câncer de mama que se espalha e forma um tumor metastático no pulmão, é considerado câncer de mama metastático e não câncer de pulmão.

O tratamento pode ajudar a prolongar a vida de alguns indivíduos com câncer metastático. Porém, o objetivo primário é controlar o crescimento do câncer ou aliviar os sintomas causados por ele.

Os tumores metastáticos pode causar graves danos às funções do corpo, sendo responsáveis pela maioria das mortes causadas por câncer.

Tratamento

O avanço da medicina possibilitou o tratamento para o alívio dos sintomas e até mesmo a cura para alguns tipos de câncer.

Os principais tipos de tratamento são:

  • Cirurgia: forma de tratamento mais antiga. Consiste na retirada do tumor ainda em estágio inicial ou localizado em determinado ponto do corpo.
  • Quimioterapia: utiliza medicamentos extremamente potentes, via oral ou venosa. Tem como objetivo destruir, controlar ou inibir o crescimento das células doentes. Pode ser utilizada quando o câncer já se espalhou pelo corpo.
  • Radioterapia: utilizado para tumores localizados que não podem ser retirados por cirurgia ou para tumores que costumam retornar ao mesmo local após a cirurgia.
  • Imunoterapia: utilização de medicamentos para estimular o sistema imune a se defender e combater o câncer.

Alguns tipos de tratamento podem ser administrados juntos. Por exemplo, a cirurgia seguida da radioterapia.

Leia também sobre:

Divisão Celular
Neoplasia
Doenças genéticas