Dia do Soldado

Daniela Diana

O Dia do Soldado é comemorado 25 de agosto em todo o território nacional. A data foi escolhida em referência ao dia de nascimento do militar e Patrono do exército brasileiro: Duque de Caxias (1803-1880).

A data foi instituída com o intuito de alertar para a importância dos soldados como pessoas que trabalham para a defesa da população e da Pátria.

dia do soldado

Dependendo de onde atuam, os soldados podem ser do exército, da marinha ou da aeronáutica. Todos eles fazem parte do Ministério da Defesa do Brasil.

Para ser um soldado é preciso ser disciplinado, corajoso e muito dedicado. Uma das características mais importante dessas figuras é a honra que carregam por defenderem a Pátria.

No Brasil, para ser soldado é necessário fazer um concurso público. De acordo com a hierarquia da carreira militar, soldado é o posto inicial, sendo seguido de cabo, sargento, subtenente, tenente, capitão, major, tenente-coronel, e por fim, coronel.

Você sabia?

Desde 1908 é obrigatório o alistamento ao exército brasileiro para todos os homens maiores de 18 anos. Embora não seja obrigatório para as mulheres, elas também podem seguir carreira militar.

Maria Quitéria de Jesus (1792-1853) foi a primeira militar mulher que lutou bravamente na Guerra de Independência do país. Em 1996 ela foi reconhecida como "Patronesse do Quadro Complementar de Oficiais do Exército Brasileiro".

Quem foi Duque de Caxias?

Duque de Caxias

Luís Alves de Lima e Silva nasceu no Rio de Janeiro, dia 25 de agosto de 1803. Filho de uma família aristocrática de origem portuguesa, seu pai era militar.

Portanto, desde pequeno sua educação foi de cunho militar. Com apenas 5 anos de idade ele foi cadete, um tipo de oficial do exército ainda em formação.

Com 15 anos ingressou para a Academia Militar. Mais tarde, foi oficial do exército imperial e recebeu o título de Barão de Caxias, em 1841. Além disso, foi nomeado Conde, em 1845, e Marquês, em 1852.

Além de militar, Duque de Caxias foi político sendo senador do Império pelo Rio Grande do Sul.

Durante o governo de Dom Pedro II, ele foi nomeado Comandante do Exército e eleito Ministro de Guerra três vezes.

Caxias participou da Guerra do Paraguai, Revolta da Balaiada e Revolta dos Farrapos. Por esse motivo, ficou conhecido como "o pacificador".

Após a vitória do Brasil na Guerra do Paraguai, ele conquistou o título de Duque, em 1869.

Duque de Caxias faleceu em 7 de maio de 1880 no Rio de Janeiro.

Não Confunda!

O Dia do Exército Brasileiro é comemorado em 19 de abril. Há ainda, o Dia do Soldado Constitucionalista, comemorado em 09 de julho, e o Dia do Soldado Desconhecido, celebrado em 28 de novembro.

O primeiro faz referência à Revolução Constitucionalista de 1932 que ocorreu em São Paulo, movimento associado ao fim da Ditadura. Por esse motivo, é feriado estadual em São Paulo.

Já o segundo é uma comemoração mais geral dessa figura. Essa data faz homenagem aos soldados mortos e que estavam prestando o serviço de defesa da Pátria.

Canção do Exército Brasileiro

Conheça a letra da canção do exército brasileiro, cantada em solenidades militares.

A letra é do Tenente-Coronel Alberto Augusto Martins e a música de Teófilo de Magalhães

Nós somos da Pátria a guarda,
Fiéis soldados, Por ela amados.
Nas cores de nossa farda
Rebrilha a glória,
Fulge a vitória.

Em nosso valor se encerra
Toda a esperança
Que um povo alcança.
Quando altiva for a Terra
Rebrilha a glória,
Fulge a vitória.
A paz queremos com fervor,
A guerra só nos causa dor.
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor.

Como é sublime
Saber amar,
Com a alma adorar
A terra onde se nasce!
Amor febril
Pelo Brasil
No coração
Nosso que passe.

E quando a nação querida,
Frente ao inimigo,
Correr perigo,
Se dermos por ela a vida
Rebrilha a glória,
Fulge a vitória.
Assim ao Brasil faremos
Oferta igual
De amor filial.
E a ti, Pátria, salvaremos!
Rebrilha a glória,
Fulge a vitória.

A paz queremos com fervor,
A guerra só nos causa dor.
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor.

Leia também sobre a Guarda Nacional.

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.