Dia Mundial da Paz

Daniela Diana

O “Dia Mundial da Paz” ou “Dia da Confraternização Universal” é comemorado em quase todos países do mundo em 1.° de janeiro.

Anteriormente denominada de “Dia da Paz”, a data foi instituída em 1968 pelo Papa Paulo VI. O objetivo era unir toda a humanidade numa festa celebrada mundialmente em busca da paz e do término de conflitos entre as nações.

Em 2016, o discurso do papa Francisco alerta sobre a importância de assumir que a indiferença com Deus resulta na indiferença para com a humanidade. O tema em 2016 foi “Vence a diferença e conquista a paz”.

No seu discurso, o papa apelou para que as nações se abstivessem de promover conflitos e guerras. Além disso, que gerissem de forma justa a dívida do países mais pobres e que fossem respeitados os valores locais das populações.

Para 2017, o tema escolhido é "A não violência, uma política pela paz".

Temas do Dia Mundial da Paz

Todos os anos, um tema é eleito pelo papa da Igreja Católica. Segundo o Papa Paulo VI, personalidade que instituiu a data:

Dirigimo-nos a todos os homens de boa vontade, para os exortar a celebrar o “Dia da Paz”, em todo o mundo, no primeiro dia do ano civil, 1 de Janeiro de 1968. Desejaríamos que depois, cada ano, esta celebração se viesse a repetir, como augúrio e promessa, no início do calendário que mede e traça o caminho da vida humana no tempo que seja a Paz, com o seu justo e benéfico equilíbrio, a dominar o processar-se da história no futuro”.

Seguem abaixo os temas desde o ano 2000:

  • 2000: Paz na terra aos homens que Deus ama
  • 2001: Diálogo entre as culturas para uma civilização do Amor e da Paz
  • 2002: Não há Paz sem justiça, não há justiça sem perdão
  • 2003: Pacem in Terris: um compromisso permanente (nos 40 anos da encíclica de João XXIII)
  • 2004: Um compromisso sempre atual: educar para a Paz
  • 2005: Não te deixes vencer pelo mal, vence antes o mal com o bem
  • 2006: Na verdade, a Paz
  • 2007: A Pessoa Humana, coração da Paz
  • 2008: Família Humana: Comunidade de Paz
  • 2009: Combater a pobreza, construir a Paz
  • 2010: Se quiser cultivar a Paz, preserve a criação
  • 2011: Liberdade Religiosa, caminho para a Paz
  • 2012: Educar os jovens para a Justiça e para a Paz
  • 2013: Bem-aventurados os construtores de Paz
  • 2014: Fraternidade, fundamento e caminho para a Paz
  • 2015: Não mais escravos, mas irmãos
  • 2016: Vence a diferença e conquista a paz

Dia Internacional da Paz

Além do “Dia Mundial da Paz”, que foi instituído pela igreja católica, há também o “Dia Internacional da Paz”.

O “Dia Internacional da Paz” é celebrado no dia 21 de setembro e foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1981.

Saiba mais sobre esse órgão internacional em ONU.

Nobel da Paz

O "Nobel da Paz" é um prêmio anual concedido, desde 1901, a uma personalidade do mundo que tenha colaborado e promovido de alguma maneira a paz entre as nações.

Nos últimos anos, os ganhadores foram:

  • 2012 - União Europeia (bloco econômico que contribui com a manutenção da paz entre os países da Europa);
  • 2013 - Organização para a Proibição de Armas Químicas (trabalha em prol da abolição das armas químicas no planeta);
  • 2014 - A paquistanesa Malala Yousafzai e o indiano Kailash Satyarthi (ambos lutam em prol do acesso de crianças e jovens à educação);
  • 2015 - Quarteto para o Diálogo Nacional da Tunísia (grupo que contribui com a construção da democracia na Tunísia);
  • 2016 - Juan Manuel Santos (o presidente colombiano propôs acordo de paz com o grupo terrorista Farc).

Conheça a história de Madre Teresa de Calcutá, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz em 1979.

Frases

Seguem abaixo algumas frases para refletir sobre o tema da paz:

  • A paz vem de dentro de você mesmo. Não a procure à sua volta.” (Buda)
  • Não existe um caminho para a paz. A paz é o caminho.” (Mahatma Gandhi)
  • Não basta falar de paz. É preciso acreditar nela. E não basta acreditar nela. É preciso trabalhar por ela.” (Eleanor Roosevelt)
  • O primeiro dos bens, depois da saúde, é a paz interior.” (Abraham Lincoln)
  • Paz não é a ausência de guerra; é uma virtude, um estado mental, uma disposição para a benevolência, confiança e justiça.” (Baruch Spinoza)
  • Em tempos de paz, os filhos sepultam os pais; em tempo de guerra, os pais sepultam os filhos.” (Herodes)
Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.