Escherichia Coli


A Escherichia coli (E. coli) é uma bactéria (bacilo) encontrada naturalmente no intestino de animais homeotérmicos, inclusive no Homem. Embora a maioria das estirpes de Escherichia coli seja inofensiva, algumas podem causar intoxicações alimentares graves, como a E. coli enterohemorrágica (EHEC).

Esse tipo de E. coli produz duas toxinas, chamadas verotoxina ou do tipo Shiga, pelo que também é conhecida como E. coli produtora de verotoxina (VTEC) ou E. coli produtora de toxina Shiga (STEC).

Sintomas de Infecção por Escherichia coli​

  • Cólicas abdominais severas;
  • Forte diarréia, com presença de sangue;
  • Vômitos;
  • Febre.

O período de incubação varia de 3 a 8 dias, sendo que a maioria dos infectados recupera-se em até 10 dias.

Em indivíduos mais vulneráveis, como idosos e crianças, a infecção pode agravar-se, levando à Síndrome Hemolítica Urêmica (SHU), que caracteriza-se pelos seguintes sintomas:

  • Falência renal aguda;
  • Anemia hemolítica decorrente da destruição anormal das hemácias;
  • Redução no número de plaquetas, responsáveis pela coagulação do sangue (Trombocitopenia).

Modos de Transmissão da Escherichia coli

A transmissão da E. Coli acontece pela via fecal/oral, ou seja, através água ou alimentos contaminados, direta ou indiretamente, pelas fezes de ruminantes.

Assim, o consumo ou a manipulação de alimentos mal cozidos ou água contaminada, além do contato com animais infectados, podem afetar os seres humanos.

A contaminação de pessoa para pessoa também é possível, sendo que um número muito baixo de bactérias já é suficiente para causar a infecção.

Carnes mal passadas, leite não pasteurizado, vegetais crus, suco de maçã não pasteurizado e queijo são alguns dos alimentos que podem provocar surtos de contaminação por E. coli.

Prevenção da Contaminação por Escherichia coli​

1) Higiene Pessoal

  • Lavar bem as mãos antes de comer ou manipular alimentos e após o uso do banheiro, troca das fraldas, contato com animais, manipulação de alimentos crus;
  • Lavar as mãos com água corrente e sabonete líquido: Esfregar bem as mãos até produzir uma espuma consistente e depois esfregar as palmas, os dorsos das mãos, entre os dedos, polegares, pontas dos dedos e punhos, durante pelo menos 20 segundos. A seguir, enxaguar bem as mãos em água corrente, secando-as a seguir.

2) Manipulação de Alimentos

  • Lavar as mãos com sabão líquido e água antes de manipular alimentos e antes das refeições;
  • Utilizar talheres e utensílios de cozinha limpos;
  • Manter a cozinha e a área de refeições limpas;
  • Pessoas com diarreia ou vômitos não devem manipular alimentos.

3) Evitar a Contaminação Cruzada

  • Durante as compras, manter alimentos crus separados dos restantes;
  • Na geladeira, armazenar alimentos prontos e cozidos acima dos crus;
  • Usar utensílios diferentes para alimentos crus e cozidos.

4) Cozinhar Bem

  • Cozinhar bem todos os alimentos, até que o seu centro atinja 75ºC ou mais;
  • A carne deve ser muito bem cozida e os sucos devem correr livremente;
  • Lavar muito bem vegetais e frutas, retirando as cascas no caso de serem consumidos crus;
  • Alimentos já preparados não devem ser aquecidos mais do que uma vez.

5) Manter os alimentos a temperaturas seguras

  • Os alimentos devem ser mantidos a temperaturas inferiores a 5ºC ou acima de 60ºC;
  • Não deixar os alimentos cozidos durante mais de duas horas à temperatura ambiente;
  • Utilizar solução clorada para desinfetar vegetais e frutas que forem consumidos crus e com casca.