Inácio de Loyola


Inácio de Loyola (ou Santo Inácio de Loyola) foi um sacerdote da Igreja Católica no século XVI que ficou conhecido por ser o fundador da ordem religiosa “Companhia de Jesus” (Ordem dos Jesuítas), em 1534.

Considerado “Santo”, Inácio de Loyola foi canonizado pelo Papa Gregório XV, no dia 12 de Março de 1622. Ademais, em 1922 foi eleito “Patrono dos Exercícios Espirituais”, pelo papa Pio XI.

Vida e Obra

Nascido em Azpeitia, no País Basco, Espanha, em 31 de março de 1491, Íñigo López de Loyola (nome em que foi batizado), foi o filho mais novo dos treze que teve o nobre casal Beltrán de Loyola e Maria Sonnez.

Nasceu no “Castelo de Loyola” (como ficou conhecido o local da família), ficando órfão de mãe muito cedo e órfão de pai na adolescência. Assim, como pajem e cortesão recebeu uma educação católica no Palácio de Juan Velásquez de Cuellaro, do reino de Castela.

No entanto, começou a se dedicar a vida religiosa depois de sofrer um grave acidente na perna numa batalha, em Pamplona, atacada pelos franceses, em 1521. Nesse momento, sua carreira militar dá lugar a sua carreira religiosa.

Esse fato doloroso em sua vida, foi o propulsor de seus ideais de vida em Cristo, e ainda fato que o fez viajar a Terra Santa (Jerusalém) e viver de penitência, meditação e contemplação. Mais tarde, morou em diversos lugares da Europa: Barcelona, Salamanca, Alcalá, Paris, Veneza, Roma.

Participou do processo da Reforma Católica, ao participar como figura central da disseminação dos dogmas da Igreja Católica no século XVI, que já vinham sofrendo com o protestantismo de Martinho Lutero.

No contexto das grandes navegações ultramarinas europeias do século XVI, participou do processo de catequização e obtenção de fiéis para a Igreja. Foi o que ocorreu com os povos (índios) catequizados pela Ordem dos Jesuítas (fundada por ele e outros companheiros, Pedro Favro, Francisco Xavier, Laínez, Salmerón, Simão Rodrigues e Bobadilha, em 1534), em território brasileiro.

No contexto da Contrarreforma religiosa a Companhia de Jesus, foi utilizada para combater a expansão do protestantismo na Europa, por meio da expansão da fé católica bem como do ensino.

Sua obra que merece destaque é denominada “Exercícios Espirituais”. Faleceu em Roma, Itália, em 31 de julho de 1556, sendo a data escolhida para festejar o Santo, 31 de julho.

Oração de Santo Inácio de Loyola

"Tomai Senhor, e recebei
Toda minha liberdade,
A minha memória também.
O meu entendimento
E toda minha vontade.
Tudo que tenho e possuo,
Vós me destes com amor.
Todos os dons que me destes,
Com gratidão vos devolvo:
Disponde deles, Senhor,
Segundo vossa vontade.
Dai-me somente
O vosso amor, vossa graça.
Isto me basta,
Nada mais quero pedir.
"

Frases

  • Acredito que o branco que eu vejo é negro, se a hierarquia da igreja assim o tiver determinado.”
  • A humildade consiste em alegrar-nos com tudo o que nos leva a reconhecer o nosso nada”.
  • Muita sabedoria unida a uma santidade moderada é preferível a muita santidade com pouca sabedoria.”
  • Ninguém trabalha melhor do que quando faz uma coisa apenas.”
  • A vitória mais bela que se pode alcançar é vencer a si mesmo.”
  • A humildade não tem mérito quando é contrária à obediência.”