Kamikazes 


Kamikazes eram pilotos suicidas japoneses que atacavam os navios dos Aliados durante a Segunda Guerra Mundial.

A palavra kamikaze tem vários significados, como "vento de Deus", "vento divino", "vida nova" ou "vida forte que sopra pelo poder de Deus".

A estratégia de usar uma unidade formada por kamikazes foi adotada após a derrota dos japoneses em Pearl Harbor, em 1941. Nessa batalha, o Japão perdeu muitos navios e aviões.

No período de 1943 e 1944, as forças aliadas tiveram importante êxito e avançavam rapidamente. Os japoneses foram empurrados de volta para as Filipinas.

A região era rica em campos petrolíferos. Incapazes de renovar a frota de navios e aviões, os japoneses perceberam que perdiam a guerra. Também era insuficiente a quantidade de pilotos disponíveis para as missões.

Diante das dificuldades, o imperador do Japão formou uma unidade especial de ataque. Em princípio, 24 pilotos se ofereceram para a missão.

O trabalho era conduzido por pilotos experientes que orientavam os mais jovens. Em geral, eram universitários na faixa dos 20 anos.

A maioria era voluntária, mas muitos foram obrigados a cumprir a função como forma de proteger as famílias.

Além de protegidas, as famílias se sentiriam orgulhosas. Deixar de aceitar a incumbência era uma desonra para os pais.

Eram jovens, tinham entre 18 e 24 anos e foram convencidos que morreriam como os antigos samurais, da Idade Média. Quem não aceitava a incumbência, era tratado como um covarde.

A atuação tinha como fundo a crença na singularidade japonesa.

O primeiro ataque ocorreu em outubro de 1944, quando 30 marinheiros morreram.

Leia também: Pearl Harbor.

Segunda Guerra Mundial

Ao menos 2,5 mil pilotos kamikazes morreram na Segunda Guerra Mundial. Seus ataques provocaram outras 5 mil mortes.

O objetivo era atingir os navios e destruir o que fosse possível. Também havia a expectativa de que a ação fortaleceria a busca por entendimentos e a assinatura de um tratado de paz.

A estratégia não foi bem sucedida e a resposta norte-americana foi o lançamento de bombas atômicas em duas cidades japonesas. O evento encerrou a Segunda Guerra Mundial.

Capacetes dos Kamikazes

Os capacetes dos kamikazes eram utilizados como forma de facilitar a comunicação com as bases. O equipamento integrava a vestimenta dos pilotos e existe a dúvida se a sua existência está relacionada à necessidade de segurança.

De fato, o capacete não auxiliaria na segurança do piloto, mas na orientação e comunicação.

Conheça mais sobre o assunto: