O que é gênero textual?

Daniela Diana

Os gêneros textuais representam um conjunto de textos orais ou escritos que possuem características próprias, tais como estrutura, linguagem e temática.

Todos eles cumprem uma função comunicativa e social dentro de um determinado contexto.

Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), os gêneros textuais são caracterizados mediante três elementos:

  1. Conteúdo temático: relativo ao tema.
  2. Construção composicional: relativo à estrutura.
  3. Estilo: relativo à linguagem.

Vamos entender melhor esse conceito com um exemplo:

Imagine que você precisa escrever um relatório sobre o passeio ao museu. Para isso, terá de compreender as principais características, estrutura e formato desse gênero textual para produzir seu relatório de maneira correta.

Assim, todo texto que produzimos, seja oral ou textual, possui um gênero dentro de um contexto e uma intenção comunicativa.

Tipos de gêneros textuais

Note que os gêneros textuais fazem parte do nosso cotidiano. Por esse motivo, nada mais importante que conhecer os principais tipos para entender melhor suas funções sociais e comunicativas (entreter, comunicar, persuadir, informar, opinar, etc.).

Note que existe uma infinidade de gêneros textuais e aqui destacaremos alguns dos mais conhecidos e suas principais características.

  1. Anúncio classificado: gênero textual breve, descritivo e expositivo, veiculado nas seções de vendas, trocas, empréstimos, aluguéis de jornais ou revistas. Sua função é chamar a atenção do interlocutor e fazê-lo agir.
  2. Anúncio publicitário: gênero textual que tem como função persuadir e convencer o leitor ao promover um produto, serviço, marca ou ideia. São textos que geralmente aparecem nos meios de comunicação de massa.
  3. Artigo: gênero textual dissertativo que tem como intenção abordar sobre algum tema. Ele pode ser artigo de opinião, científico, etc.
  4. Ata: gênero textual que organiza as informações formalmente (acontecimentos, assuntos debatidos, discussões, resoluções propostas, pessoas presentes, etc.) de reuniões, encontros, conferências, etc.
  5. Bilhete: gênero textual cotidiano e informal que tem o intuito de informar algo para alguém que compartilhamos algum grau de afetividade. Composto de textos simples e breves, os bilhetes são escritos com uma linguagem coloquial.
  6. Carta: gênero textual composto de um emissor e receptor e que podem conter uma linguagem formal ou informal, dependendo do objetivo. Elas são classificadas em diversos tipos: carta pessoal, aberta, argumentativa, do leitor, etc.
  7. Cartaz: gênero textual informativo e apelativo que tem como função transmitir uma mensagem, seja anunciar um produto, conscientizar sobre algo, chamar atenção para algum evento, etc.
  8. Conto: gênero textual narrativo curto que contém enredo, personagens, tempo e espaço. Ele apresenta somente uma história e um conflito, e dependendo da temática é classificado em diversos tipos: conto de fadas, infantis, fantásticos, de terror, etc.
  9. Crônica: gênero textual curto veiculado, sobretudo, nos meios de comunicação de massa como revistas e jornais. As crônicas costumam usar uma linguagem simples e informal e abordar temas cotidianos.
  10. Declaração: gênero textual de valor documental e que possui a função de declarar, manifestar ou esclarecer sobre algo. Muito utilizado por instituições, ela pode ser oral ou escrita.
  11. Diário: gênero textual de cunho pessoal que tem como função relatar sobre alguma experiência e acontecimento diário, ou mesmo expor sobre algum desejo, ou sentimento. No mundo virtual, ele é muito similar aos blogs.
  12. E-mail: gênero textual digital que se assemelha às cartas. A linguagem utilizada nos correios eletrônicos pode ser formal ou informal, e vai depender do propósito do emissor da mensagem.
  13. Ensaio: gênero textual opiniativo muito utilizado no meio acadêmico. Ele tem como função expor algumas ideias e opiniões sobre determinado tema, sendo assim, uma reflexão crítica e pessoal.
  14. Notícia: gênero textual jornalístico e não literário que tem como função informar sobre determinado acontecimento. Geralmente são textos curtos que narram e descrevem sobre fatos atuais e cotidianos.
  15. Relatório: gênero textual expositivo que tem como função relatar sobre algo. Esses textos podem ser escritos ou orais e geralmente descrevem sobre alguma atividade, evento, visita, etc.

Exemplos de gêneros textuais

1. Exemplo de crônica

Dois velhinhos (Dalton Trevisan)

Dois pobres inválidos, bem velhinhos, esquecidos numa cela de asilo.
Ao lado da janela, retorcendo os aleijões e esticando a cabeça, apenas um podia olhar lá fora.
Junto à porta, no fundo da cama, o outro espiava a parede úmida, o crucifixo negro, as moscas no fio de luz. Com inveja, perguntava o que acontecia. Deslumbrado, anunciava o primeiro:
— Um cachorro ergue a perninha no poste.
Mais tarde:
— Uma menina de vestido branco pulando corda.
Ou ainda:
— Agora é um enterro de luxo.
Sem nada ver, o amigo remordia-se no seu canto. O mais velho acabou morrendo, para alegria do segundo, instalado afinal debaixo da janela.
Não dormiu, antegozando a manhã. Bem desconfiava que o outro não revelava tudo.
Cochilou um instante — era dia. Sentou-se na cama, com dores espichou o pescoço: entre os muros em ruína, ali no beco, um monte de lixo.

2. Exemplo de cartaz

cartaz como gênero textual

3. Exemplo de Notícia

Facebook anuncia ferramentas de orientação sobre saúde mental

Com ferramentas no Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp, a empresa quer tornar as informações sobre saúde mental mais acessíveis durante a pandemia de coronavírus

Os aplicativos do Facebook agora terão uma aba de orientações sobre saúde mental. A inicativa, que tem parceria com instituições como a Organização Mundial da Saúde (OMS), estará disponível em todo mundo nos apps Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp.

A ferramenta funciona como um centro de informações, com guias e informações de especialistas em saúde mental. Segundo o Facebook, o recurso foi pensado para ajudar usuários principalmente durante a quarentena, momento em que as pessoas têm apresentado quadros ansiosos ou de algum tipo de estresse mental com maior frequência.

"Tornar as informações sobre saúde mental mais acessíveis é extremamente importante. Na Organização Mundial da Saúde, temos o prazer de colaborar com o Facebook no apoio a essa meta para o Dia Mundial da Saúde Mental deste ano ", disse Gabriella Stern, diretora de comunicações da OMS, em comunicado.

Cada aplicativo disponibiliza uma forma diferente para acessar o conteúdo relacionado à saúde mental. No Facebook, uma aba será dedicada para trazer as informações no app. Já no Instagram, guias estarão disponíveis, além da ação da empresa em pesquisas para entender a pressão causada pela exposição a determinados tipos de imagens. No Messenger, figurinhas temáticas serão adicionadas para incentivar a conversa sobre o assunto e no WhatsApp um chatbot da OMS vai ficar disponível para dar dicas de como diminuir o estresse no cotidiano.

(Jornal Terra, 7 de outubro de 2020)

Leia mais sobre o tema:

Referências Bibliográficas

Parâmetros Curriculares Nacionais - Língua Portuguesa (Terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental)

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.