Sarampo

Lana Magalhães

O Sarampo é uma doença infecciosa causada pelo vírus da família Paramyxoviridae, o qual é chamado de Morbillivirus.

Geralmente, ela atinge bebês e crianças de até 5 anos que não tomaram a vacina. As pessoas infectadas apresentam manchas avermelhadas que começam no rosto e se espalham pelo corpo. O diagnóstico da doença é feito através do exame de sangue.

SarampoFoto de criança com sarampo

Também pode aparecer em adultos, e se não for tratada pode acarretar outras complicações como pneumonia, conjuntivite, cegueira, convulsões, diarreia, infecções no ouvido e respiratórias, encefalia e lesão cerebral. No pior dos casos, ele pode levar o paciente à morte.

Nalguns países em desenvolvimento (sobretudo dos continentes asiático e africano), o sarampo é uma doença muito grave. Isso porque tem levado à morte de muitas crianças em estado de desnutrição.

Felizmente, o surto de sarampo tem diminuído no mundo, justamente pela expansão da vacinação contra o vírus. No Brasil, as campanhas de vacinação foram responsáveis por erradicar o vírus no ano 2000.

Entenda mais sobre o Vírus.

Transmissão

O sarampo é uma doença transmitida pelas secreções (tosse, espirro, etc.). Trata-se de uma doença contagiosa e, portanto, as pessoas devem evitar o contato com outras que apresentam o vírus.

Por isso, as pessoas que apresentem a doença devem permanecer isoladas durante o tempo do tratamento.

Locais fechados devem ser evitados pois ela é facilmente transmitida pela respiração de pessoas infectadas. O compartilhamento de objetos também deve ser evitado.

Curioso notar que, depois de apresentar a doença, a pessoa torna-se imune, não contraindo o vírus novamente durante a vida.

Sintomas

O período de incubação do vírus pode durar até duas semanas. Após contraído o vírus, os sintomas surgem cerca de dez dias depois. Os principais sintomas do sarampo são:

  • Manchas avermelhadas pelo corpo
  • Manchas brancas no interior da boca (manchas de Koplik)
  • Febre alta (acima dos 38 graus)
  • Dor de cabeça e garganta
  • Olhos inflamados
  • Falta de apetite
  • Hipersensibilidade à luz
  • Coceira
  • Fraqueza
  • Tosse
  • Coriza
  • Mal-estar

Tratamento

Embora não exista um tratamento específico, pois nosso corpo gera anticorpos para combater o vírus, algumas indicações devem ser seguidas para combater os sintomas:

  • Repouso
  • Boa alimentação
  • Ingestão de líquidos
  • Uso de medicamentos antitérmicos
  • Tomar vitamina A

Prevenção

A vacinação é a forma de prevenção mais eficaz contra o sarampo. Ela é tomada durante a infância e chama-se tríplice viral que combate o sarampo, a rubéola e a caxumba.

Também pode ser tomada a tetra viral para a catapora, o sarampo, a caxumba e a rubéola.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.