Serotonina


A serotonina é um hormônio neurotransmissor presente no cérebro e tal qual a endorfina é considerada uma “substância do prazer”.

É um componente químico (5-hidroxitriptamina, 5-HT) responsável por conduzir impulsos nervosos de um neurônio a outro e, quando liberado no sangue, apresenta diversas reações benéficas para o ser humano, tal qual a sensação de bem-estar e saciedade.

Portanto, quando essa substância está desregulada no corpo, pode levar a diversos problemas, por exemplo: diminuição da concentração, estresse, ansiedade, cansaço, insônia, depressão, enxaqueca, e em alguns casos, a esquizofrenia.

Assim, para que ela aja corretamente no nosso corpo, algumas medidas importantes podem ser incluídas no nosso dia-a-dia, por exemplo, praticar exercícios físicos regularmente, tomar sol, consumir alimentos ricos em triptofano (aminoácido essencial associado a produção da serotonina), vitaminas do complexo B, cálcio, carboidratos e magnésio: frutas, legumes, alimentos integrais, carnes magras, chocolate amargo, vinho tinto, amendoim, nozes, aveia, ervilha, feijão, castanha, leites e derivados, dentre outros.

Para saber mais: Hormônios

Principais Funções

A Serotonina beneficia o ser humano de diversas maneiras sendo suas principais funções:

  • Regular apetite, sono, energia, humor, ritmo cardíaco, temperatura corporal, funções cognitivas
  • Auxiliar no funcionamento de diversos hormônios do corpo
  • Aumentar o relaxamento e a sensação de bem-estar
  • Reduzir a sensação de dor

Para saber mais: Adrenalina, Endorfina e Dopamina

História

A Serotonina foi descoberta em meados do século XX, pelo químico e farmacêutico italiano Vittorio Erspamer (1909-1999). Mais tarde, a substância foi identificada por outros cientistas estadunidenses que confirmaram sua existência.

No entanto, foi em 1948, que a serotonina foi purificada, cristalizada, isolada e nomeada em laboratório por cientistas da Clínica da Cleveland, nos Estados Unidos. Por conseguinte, cientistas descobriram que a serotonina além de fazer parte do ser humano, é amplamente encontrado em toda natureza. Desde então, a serotonina é um dos neurotransmissores mais estudados, depois da dopamina, noradrenalina e acetilcolina.

Uso Medicinal

Muitos medicamentos antidepressivos, apresentam serotonina, justamente por ser um mensageiro químico que aumenta os níveis de energia, vitalidade e bom humor. Assim, pacientes com quadros depressivos, transtornos do humor, transtornos afetivos, problemas emocionais, muitas vezes, ingerem medicamentos, indicados por psiquiatras ou médicos, que apresentem essa substância. Além disso, são utilizadas em medicamentos para a perda de peso, posto que a serotonina promove a sensação de saciedade.