Tendinite

Lana Magalhães

Tendinite é o tipo de inflamação que acomete o tendão.

Os tendões são cordas fibrosas de tecido conjuntivo que ligam os músculos aos ossos, transmitindo a estes a força gerada pelo músculo.

A tendinite atinge, principalmente, os ombros, pulso, joelho, cotovelo e tornozelo.

Alguns tipos de tendinite são:

  • Tendinite nos ombros surge frequentemente em pessoas que trabalham com os braços muitas vezes acima da cabeça e esportistas que praticam arremesso.
  • Cotovelo de tenista é uma tendinite bastante comum que afeta o braço, atingindo sobretudo pessoas que praticam tênis ou outro esporte com raquete, além de datilografia e trabalhos manuais.
  • Tendinite patelar afeta o joelho e é causada principalmente por saltos excessivos.
  • Tendinite no pulso se caracteriza por dores ao movimentar a mão e dificuldade de segurar objetos. Acomete pessoas que realizam movimentos repetitivos com a mão.
  • Tendinite no pé é mais frequente em atletas ou mulheres que utilizam sapatos de salto alto com frequência.

Tendinite
Formação da tendinite patelar

Um caso particular de tendinite crônica é a Síndrome ou Tendinite de De Quervain. Ela afeta os tendões do punho que se dirigem para o polegar. É relacionado com movimentos repetitivos e acomete mais as mulheres.

Saiba mais sobre o Tendão.

Causas

As tendinites podem surgir por fatores mecânicos, biológicos e químicos. As principais causas são:

  • Idade: Com o avançar da idade, os tendões ficam mais sujeitos às lesões.
  • Movimentos repetitivos: Também conhecida como LER (Lesão por Esforço Repetitivo), como no uso de computadores.
  • Prática de exercícios físicos em excesso: O tendão pode sofrer uma sobrecarga, resultando na sua inflamação.
  • Doenças autoimunes: Em alguns casos, o organismo pode enxergar o tendão como uma ameça e começa a atacá-lo.

Sintomas

A primeira manifestação do tendão inflamado é a dor intensa no local, a ponto de dificultar o movimento da área.

Outros sintomas são:

  • Dor local ao movimentar ou tocar na parte lesionada. A dor pode, ainda, irradiar para a musculatura próxima;
  • Limitação do movimento. Por exemplo, dificuldade de dobrar ou esticar as pernas;
  • Perda de força na área afetada;
  • Inchaço, vermelhidão e calor na área afetada.

Tratamento

A tendinite tem cura. Para isso, é necessário realizar o tratamento o quanto antes.

O tratamento da tendinite é feito de acordo com a gravidade da lesão e inclui:

  • Imobilização do membro afetado com gesso ou tala;
  • Aplicação de calor ou frio;
  • Uso de anti-inflamatórios;
  • Realização de fisioterapia.

Sem tratamento adequado, o tendão pode romper. Nesse caso, é preciso uma cirurgia para reparação.

Leia também sobre:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.