União Democrática Nacional (UDN) e o Udenismo

Juliana Bezerra

A União Democrática Nacional (UDN) foi um partido político de orientação conservadora e liberal fundado em 1945 por políticos que faziam oposição a Getúlio Vargas.

Com o lema “O preço da liberdade é a eterna vigilância”, atribuído a Thomas Jefferson (1743-1826), o Udenismo teve sua origem a partir da União Democrática Nacional.

Origem da UDN

Campanha presidencial de 45
Flâmula da campanha para presidente do Brigadeiro Eduardo Gomes, em 1945, pela UDN

A União Democrática Nacional (UDN) foi fundada no dia 7 de abril de 1945 e participou das eleições nacionais até 1965. Surgiu a partir do alinhamento político liberal e conservador, e se dirigia especialmente à classe média.

Foi criada como ferrenha opositora ao regime varguista e seu apoio foi primordial para a derrubada do presidente Vargas em 1945. Deste modo, agrupou diversas correntes contraditórias entre si, em nome de um anti-varguismo.

O partido chegou a compor uma das maiores bancada do Congresso Nacional e detinham uma força politica considerável no nordeste brasileiro. Para os opositores, no entanto, a UDN. seria sempre o "Partido dos Cartolas”.

A UDN se destacou por fazer campanha pela renúncia de Getúlio Vargas em 1945 e por apoiar o monopólio estatal do petróleo em 1953. Embora nunca tenha eleito um presidente, participou da coligação da que deu a vitória a Jânio Quadros (1917-1992) nas eleições presidenciais de 1960.

Com o golpe militar de 1964, o partido apoiará os militares e muitos dos seus membros ocuparão postos de relevância no governo. Do mesmo modo, alguns passam a integrar a Aliança Renovadora Nacional (ARENA), alinhada ao regime militar.

Contudo, em 1965, a UDN foi extinta pelo Ato Institucional nº 2, assim como todos os partidos políticos existentes. Este fato provocou a crítica de vários udenistas históricos como o então governador do estado da Guanabara, Carlos Lacerda (1914-1977).

Principais Características do Udenismo

O Udenismo é um termo utilizado para designar o conjunto de ideias conservadoras e liberais difundidos no Brasil a partir dos anos de 1940.

Campanha de Jânio Quadros
Afonso Arinos, da UDN e o então candidato a presidente Jânio Quadros, durante a campanha eleitoral

O Udenismo está vinculado às esferas militares, banqueiros, latifundiários e às classes altas e médias urbanas.

Por outro lado, vale destacar que o Udenismo surge a partir da UDN, mas não se confunde com essa, visto que há uma distinção entre partido e ideologia.

Mesmo que tenha surgido a partir do programa de ação política da UDN, esta doutrina política extrapola o conjunto de ideias e práticas políticas do partido, uma vez que está presente em outras legendas de direita.

Esta ideologia estava alinhada aos interesses do setor industrial, bem como dos grandes proprietários de terra ligados às oligarquias que romperam com Getúlio Vargas (1882-1954), em 1930.

Além desses, por um curto período de tempo, congregavam-se em torno do Udenismo alguns indivíduos de esquerda (Esquerda Democrática), que mais tarde fundariam o Partido Socialista Brasileiro (PSB). Isto se deu quando o PCB apoiou a candidatura de Vargas.

O Udenismo se caracteriza pelo moralismo e mistura políticas de caráter conservador, liberal e autoritárias. Fizeram das denúncias de corrupção do governos Vargas e JK seu principal tema político.

No campo político, se opunha veementemente à intervenção estatal na economia, e era a favor da abertura econômica ao capital estrangeiro.

Igualmente, pediam maior proximidade com os Estados Unidos no plano da política exterior e rechaço ao bloco soviético.

Desta maneira, o Udenismo representava as forças conservadoras e anticomunistas no Brasil.

Políticos da União Democrática Nacional

A seguir alguns políticos que pertenceram aos quadros da UDN:

Curiosidades

  • A UDN não voltou como partido político após o restabelecimento da democracia no Brasil. Por isso, vários de seus antigos membros se filiaram ao PMDB (hoje MDB), PDS, PFL (atual DEM) e ao PSDB.
  • Em 2016, um grupo de cidadães fundou a União Democrática Nacional utilizando-se dos mesmos emblemas e ideais do antigo partido.

Leia mais sobre este assunto:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.