Vírus Ebola


O Vírus Ebola é um vírus que foi descoberto em 1976 nas proximidades do rio Ebola, no Zaire (atual República do Congo). A doença contagiosa causada por esse vírus é conhecida como ebola, ou doença por vírus ebola e é fatal em mais de 80% dos casos.

Até a epidemia que aconteceu em 2014, e que teve início na Guiné, nunca havia sido registrado nenhum caso de doença no Brasil.

Essa epidemia foi a mais grave das que já aconteceram, resultando em 11 310 mortos. O fim desse surto foi anunciado em 2016 pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Como se Transmite o Ebola

Tudo terá começado possivelmente com uma espécie de morcego que habita a África Central. Ele é contaminado com o vírus e se torna o seu principal propagador, mas é imune a ele e, por isso, a doença ebola não o mata.

A caça e o consumo de carne contaminada dá início à transmissão do vírus, que não é transmitido no ar.

O ebola é transmitido através do contato com feridas e do contato com quaisquer tipo de fluidos corporais. São exemplos lágrima, saliva, sangue, sêmen, urina ou fezes de humanos ou animais (vivos ou mortos), que estejam contaminados.

Prevenção

O isolamento das pessoas ou animais contaminados é a principal forma de prevenir o contágio da doença.

Assim, deve haver condições para isolar os doentes, especialmente em locais cuja população é muito elevada.

Outras medidas importantes de prevenção são: lavar bem as mãos, evitar contato com os fluidos dos contaminados e eliminar os utensílios utilizados por quem morreu da doença.

Os profissionais de saúde também devem ter cuidados como utilizar macacões, aventais, além de máscaras, luvas e botas, que os protejam no contato com os seus pacientes.

Sintomas

Os principais sintomas são: dores de cabeça, dores de garganta e dores musculares, diarreia, febre alta, náuseas, perda de apetite e vômitos.

Os sintomas aparecem após o período de incubação do vírus, entre 2 a 21 dias. Isso torna a sua diagnosticação difícil e aumenta as hipóteses de contaminação.

A partir daí as células que revestem os vasos sanguíneos são atacadas e surgem coágulos e hemorragias.

De seguida, coração, fígado, pulmões e rins são afetados. Em cerca de 8 e 17 dias, é a falência desses órgãos a causa da morte em 50% dos casos das pessoas atingidas por essa doença contagiosa.

Tratamento: Há cura?

O tratamento é feito mediante a hidratação. O objetivo é manter os níveis de sais dos pacientes equilibrados.

O vírus é morto com a produção de anticorpos, mas a sua cura infelizmente ainda não é conhecida, embora estejam sendo estudadas vacinas contra o vírus.

Países com Ebola

O vírus tem se manifestado principalmente em países africanos. Inicialmente na República do Congo, localizado na África Central, a maior epidemia ocorreu na África Ocidental, na Guiné, Libéria e Serra Leoa.

Os principais fatores que concorrem com a propagação da doença nesses países é a falta de saneamento básico.

Além disso, o hábito de velar os mortos em casa e o hábito da caça aumentam o contágio. Isso porque além de comer carne contaminada, os caçadores contaminam-se através do contato com animais doentes mortos.

Na África, há aldeias com famílias muito numerosas onde as pessoas convivem com muitas outras, propagando o vírus.

Em 2014, na Libéria, 53 pessoas morreram em 3 dias, vítimas da doença.

Nos Estados Unidos, o primeiro caso registrado foi o de um liberiano que estava de passagem pelo país.

Na Espanha, dois missionários espanhóis morreram vítimas do vírus contraído na Serra Leoa.

Conheça outras doenças causadas por vírus: