América do Sul


Com pouco menos de 12% da superfície terrestre e 6% da população mundial, a América do Sul é um subcontinente que envolve a parcela meridional da América (continente americano) com extensão de 17 819 100 km2.

Quatro quintos do continente ficam abaixo da Linha do Equador, sendo que a América do Sul é banhada pelo mar do Caribe, oceano Atlântico e oceano Pacífico. A oeste, temos a vasta cadeia montanhosa dos Andes, que chega até 6.700 m de altitude em alguns pontos e localiza-se desde a Venezuela, percorrendo toda a banda ocidental da América do Sul, em direção ao seu extremo-meridional.

No norte, predomina a densa e úmida Floresta Amazônica, enquanto na área central temos os terrenos alagados que abarcam o Pantanal brasileiro e Chaco boliviano. Ao sul, planícies e cerrados, enquanto na costa leste, a velha floresta litorânea desapareceu quase por completo para favorecer a ocupação industrial e agrícola.

Por fim, vale ressaltar que a composição étnica da população sul-americana é basicamente de índios, brancos e negros, os quais se miscigenaram em maior ou menor grau em cada território. Sem espanto, os países como a Argentina, o Uruguai, o Chile, e o Brasil possuem forte ascendência europeia.

Países da América do Sul

A América do Sul é composta por 12 países, a saber:

América do SulMapa Político da América do Sul

  • Brasil
  • Argentina
  • Uruguai
  • Paraguai
  • Bolívia
  • Peru
  • Chile
  • Colômbia
  • Equador
  • Venezuela
  • Guiana
  • Suriname

Saiba mais em Países da América do Sul.

Colonização e História da América do Sul

Antes da chegada dos espanhóis e portugueses, varias nações indígenas viviam na América do Sul, com destaque para os astecas, no território espanhol, e as várias culturas tupis na porção portuguesa.

Posteriormente, com a expansão ultramarina e o Tratado de Tordesilhas, divide-se o território entre os dois reinos ibéricos, na América do Sul a colonização concentrou-se nas áreas litorâneas (ocidental-pacífica para Castela e a oriental-atlântica para Portugal).

Assim, enquanto os espanhóis investiram no Prata, no Caribe e nos Andes, os portugueses se instalaram principalmente no litoral atlântico e praticaram o extrativismo de pau-brasil e, posteriormente, na plantação de cana-de-açúcar.

Por outro lado, a colonização ibérica também trouxe o proselitismo religioso, com a fundação de missões católicas (especialmente jesuítas) para conversão dos nativos. Vale notar que, a partir de 1580, com a União da Coroas Ibéricas, extingue na prática as fronteiras das zonas de colonização na América do Sul e os portugueses irão penetrar ainda mais no território espanhol.

Para saber mais:

Economia

Indústria

A indústria está focada basicamente na produção de bens de consumo, com destaque para a indústria automobilística, bem como no beneficiamento de produtos agrícolas voltados para exportação. A indústria brasileira e argentina encontram-se mais avançadas tecnologicamente e possui uma produção mais variada, envolvendo setores como extração, refino de petróleo e siderurgia.

Agricultura

Devido à concentração populacional litorânea, o uso intensivo da terra dá-se na faixa costeira. Entretanto, menos de 5% das terras da região são agricultadas, 19% destinam-se a pastarias e 47% são ocupadas por florestas. A extensão de terra cultivada varia desde 12% no Uruguai até 1% no Paraguai e a 0,03% na Guiana Francesa.

As lavouras fundamentais são precisamente as de exportação, como a soja e o trigo, enquanto a produção de mantimentos básicos como as hortaliças, o milho ou o feijão, apesar de intensa, é voltada para o mercado interno. Por outro lado, nas regiões tropicais, os cultivos mais respeitáveis são café, cacau, bananas, laranjas, tabaco, algodão, arroz e açúcar.

Pecuária

Os países andinos não se sobressaem por seus rebanhos, posto que existe, via de regra, somente a criação de animais de pequeno porte (suínos, caprinos e ovinos). Já no Brasil, Argentina e Uruguai, a atividade pecuária são atividades importantes e contam com rebanhos bovinos, ovinos, suínos e equinos.

Mineração

Os recursos explorados desde os tempos coloniais são o ouro, cobre, prata; mais recentemente minérios como mercúrio, diamante, chumbo, zinco, manganês, estanho, bauxita, ferro, petróleo e o gás natural (O subsolo sul-americano é rico em petróleo e pobre em carvão).

Só a Venezuela conta com a maior reserva de 17 bilhões de barris, a qual pode ser ultrapassada pela extração do pré-sal no Brasil. Por fim, vale citar que esta região é rica em minério de ferro, especialmente no planalto das Guianas e no escudo Brasileiro.

Para saber mais: América Andina.

Fauna, Flora e Clima

A fauna das florestas tropicais caracteriza-se pela abundância de macacos, antas, roedores, onças e répteis. Os mais peculiares membros da fauna amazônica são o peixe-boi, e a piranha, enquanto nos Andes e na Patagônia são o guanaco, lhama, a alpaca e a vicunha.

As principais florestas da América do Sul compreendem a Floresta Amazônica, a Mata Atlântica e as Florestas Tropicais Úmidas. Não obstante, uma zona semicircular de selvas temperadas de araucária estende-se pelo Planalto Meridional Brasileiro, enquanto a floresta fria vai sobre os Andes do centro-meridionais chilenos, e as florestas tropicais descontínuas envolvem a região do Chaco. Permanecem ainda amplas áreas de campos e savanas.

Há também a caatinga no Nordeste brasileiro e os cerrados do Brasil central, ambos sob um clima semiárido. Já no do Equador e no Peru setentrional, encontramos os páramos, vegetação estépica de altitude, a qual reveste os planaltos inter andinos.

Da mesma forma, os pampas no sul do sub-continente apresentam a mesma vegetação. Por último, a vegetação desértica das punas no Peru centro-meridional, norte do Chile e nordeste da Argentina, todos do lado do Oceano Pacífico.

Por fim, há diversas espécies de plantas, especialmente palmeiras, bambus, ébano e seringueiras. Quanto a distribuição das temperaturas médias na região, é notável a regularidade constante da temperatura, gravitando em torno de 30º C.

Na região mais próxima a linha equatorial predomina o clima tropical úmido. Ao sul do Trópico de Capricórnio, o clima temperado. As terras mais frias do continente são o extremo sul e nas altas regiões dos Andes.

Para saber mais sobre os biomas que compõem a América do Sul, acesse os links: Floresta Amazônica, Mata Atlântica, Cerrado, Caatinga, Pantanal, Pampa.

Curiosidades

  • As principais cidades da América do Sul são o Rio de Janeiro (Brasil), São Paulo (Brasil), Buenos Aires (Argentina), Quito (Equador), Caracas (Venezuela) e Montevidéu (Uruguai).
  • A população na América Latina é cerca de 370 milhões de habitantes.
  • As línguas mais faladas são o espanhol e português.
  • O maior país da América do Sul é o Brasil, enquanto o menor país é o Suriname.
  • O vale do Amazonas é a maior bacia hidrográfica do mundo e a região de maior biodiversidade (floresta amazônica).
  • O Brasil é o maior produtor industrial da América do Sul, com cerca de três quintos da produção.
  • A América do Sul possui mais áreas de planícies tropicais do Mundo.