Espelhos Esféricos


Os espelhos esféricos ou curvos, designam as esferas de superfícies lisas e polidas, as quais possuam poder de reflexão.

Nos espelhos esféricos os ângulos de incidência e de reflexão são equivalentes, e os raios incidido, refletidos e a reta normal, ao ponto incidido.

Lembre-se que os espelhos são objetos muito utilizados no dia-a-dia, compostos de vidro transparente e geralmente cobertos por uma película de prata. São classificados em espelhos planos e esféricos (côncavos e convexos).

Elementos dos Espelhos Esféricos

Nos espelhos esféricos, a superfície refletora possui a forma de uma calota esférica, e seus principais elementos são:

  • Eixo principal: reta que passa pelo centro de curvatura e pelo vértice do espelho
  • C: centro de curvatura (centro da esfera que originou o espelho)
  • V: vértice do espelho (polo da calota)
  • R: raio de curvatura do espelho (raio da esfera que originou o espelho)
  • F: foco do espelho

Tipos de Espelhos Esféricos

Note que os espelhos esféricos possuem uma face interna e outra externa, a qual respectivamente denominamos de face côncava e face convexa. Diante disso, há dois tipos de espelhos esféricos:

  1. Espelhos côncavos: a superfície refletora é a parte interna da calota esférica.
  2. Espelhos convexos: a superfície refletora é a parte externa da calota esférica.

Para saber mais sobre os espelhos, acesse o link: Espelhos Planos

Formação da Imagem

Inicialmente vale destacar que as imagens refletidas possuem algumas denominações e características no estudo da física.

Assim, quando dizemos que a imagem refletida no espelho é real, estamos nos referindo à imagem que surge na frente do espelho; quanto a imagem virtual, ela aparece refletida atrás do espelho.

Outra característica da imagem é se ela aparece direita ou invertida; assim, ela será direita quando o objeto e a imagem possuírem o mesmo sentido; por outro lado será invertida se os sentidos da imagem e do objeto forem opostos.

Por fim, o objeto pode ter uma imagem refletida igual, maior ou menor, de acordo com seu tamanho real.

No espelho côncavo, dependendo da posição do objeto, a imagem formada pode ser real ou virtual; maior, menor ou igual ao tamanho do objeto; invertida ou direita.

Dessa maneira, se o objeto está localizado sobre o centro de curvatura, a imagem formada será real, invertida e igual ao objeto; se ele encontra-se além do centro de curvatura, sua imagem será real, invertida e menor; se o objeto está entre o centro de curvatura e o foco, sua imagem será real, invertida e maior do que o objeto.

No caso de formação de imagem virtual e direita nos espelhos côncavos, o objeto deverá encontrar-se entre o foco e o espelho, constituindo uma imagem maior do que o objeto.

Entretanto, se o objeto estiver localizado sobre o foco, não se formará nenhuma imagem, de forma que os raios luminosos não se cortam.

Já nos espelhos convexos só há um tipo de imagem formada, de modo que apresentará sempre uma imagem virtual, direita e menor do que o objeto, independente da distância que estiver do espelho.

Para saber mais sobre o fenômeno da reflexão: Reflexão da Luz.

Leia também sobre as Lentes Esféricas.