Histologia Animal

Lana Magalhães

A histologia é o ramo da Biologia que estuda os tecidos, sua origem embrionária, sua diferenciação celular, estrutura e funcionamento.

Os animais são seres multicelulares, ou seja, constituídos por um grande número de células que trabalham de forma integrada. A vantagem disso é que podem dividir e desempenhar funções diferenciadas, conferindo eficiência ao organismo.

Essa quantidade e variedade de tipos celulares permite o surgimento dos tecidos corporais.

O tecido corresponde a um grupo de células semelhantes e altamente integradas que desempenham uma determinada função.

Origem do Tecido Animal

Para iniciar o estudo dos tecidos animais, vamos entender como eles são formados.

Todos os tecidos do corpo de um animal são originados através dos folhetos germinativos,tecidos embrionários.

Os folhetos germinativos representam um conjunto de lâminas celulares, denominados de ectoderma, mesoderma e endoderma.

De acordo com os folhetos germinativos, os animais podem ser classificados em diblásticos e triblásticos. A única exceção são as esponjas que não apresentam folhetos.

No mais, apenas os cnidários são diblásticos, possuem somente ectoderme e endoderme. Todos os outros grupos de animais são triblásticos.

Por tanto, é a partir dos folhetos germinativos que originam-se os tecidos, órgãos e sistemas dos organismos.

Ectoderme

A ectoderme é o folheto mais externo que reveste o embrião. Da ectoderme origina-se a epiderme e seus anexos, unhas, pêlos, garras, algumas glândulas e penas. Além dos epitélios de revestimento das cavidades nasais, bucal e anal.

A partir da ectoderme também são formadas todas as estruturas do sistema nervoso, o encéfalo, nervos, gânglios nervosos e medula espinhal.

Mesoderme

A mesoderme localiza-se na porção mediana, entre a ectoderme e mesoderme. A partir da mesoderme formam-se os músculos, ossos e cartilagens.

A mesoderme também origina os componentes do sistema cardiovascular, como: coração, vasos sanguíneos, tecido linfático e tecido conjuntivo. E os componentes do sistema urogenital, como: rins, bexiga, uretra, órgãos genitais e gônadas.

Endoderme

É o folheto germinativo mais interno. A partir da endoderme origina-se o revestimento do tubo digestório e das estruturas glandulares associadas à digestão.

Também forma os pulmões. Em peixes e anfíbios, origina as brânquias.

Tipos de Tecido Animal

Nos animais vertebrados existem quatro tipos principais de tecidos: epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso.

Tecido Epitelial

Os tecidos epiteliais desempenham uma variedade de funções, conforme sua localização no organismo.

As suas células são justapostas, com pouca ou nenhuma matriz intercelular.

Suas funções estão relacionadas com proteção, revestimento, secreção de substâncias e percepção sensorial.

É dividido em dois tipos principais: o epitélio de revestimento e o epitélio glandular.

Aprenda mais sobre o Tecido Epitelial.

Tecido Conjuntivo

Os tecidos conjuntivos unem e sustentam os outros tecidos do corpo.

Apresenta variados tipos de células com formas e funções específicas.

As células estão espaçadas e imersas em uma matriz intercelular, de consistência gelatinosa, que elas próprias produzem e secretam.

O tecido conjuntivo pode ser classificado em tecidos conjuntivos propriamente ditos e tecidos conjuntivos especiais.

O tecido conjuntivo propriamente dito pode ser do tipo frouxo ou denso.

Os tecidos conjuntivos especiais são os seguintes:

Adiposo - responsável por garantir alimento de reserva e servir de isolante térmico.

Cartilaginoso - constitui as cartilagens do corpo.

Ósseo - formador dos ossos que compõe o esqueleto dos vertebrados.

Hematopoiético - produz o sangue e a linfa.

Aprenda mais sobre o Tecido Conjuntivo.

Tecido Muscular

O tecido muscular é responsável pelos movimentos do corpo.

As suas células são alongadas e altamente contráteis, chamadas de fibras.

O tecido muscular permite o movimento das estruturas ligadas a ele, como os ossos. Além disso, auxilia na postura e nos movimentos relacionados a respiração, fala e digestão.

Os tecidos musculares podem ser classificados em: estriado esquelético, cardíaco e liso.

Aprenda mais sobre o Tecido Muscular.

Tecido Nervoso

O tecido nervoso está presente no encéfalo, medula espinhal e nervos.

Suas células possuem formato diferenciado. São representadas pelos neurônios e células da glia.

É o tecido que forma o sistema nervoso. Sua característica principal é a passagem de informação de um neurônio a outro, através dos impulsos nervosos.

Quer saber mais? Leia também Tecidos do Corpo Humano.

Exercícios - Teste seus conhecimentos

(UFC-2002) - O alimento passa do esôfago para o estômago como resultado de uma onda peristáltica. Assinale a alternativa que mostra o tecido responsável pela peristalse do sistema digestório.

a) Tecido muscular esquelético
b) Tecido muscular liso
c) Tecido conjuntivo
d) Tecido adiposo
e) Tecido epitelial

b) Tecido muscular liso

(PUC - RJ-2008) O tecido epitelial tem como função fazer o revestimento de todos os órgãos do corpo. Neste sentido, pode-se afirmar que:

a) é ricamente vascularizado
b) suas células são anucleadas
c) suas células encontram-se justapostas
d) apresenta junções celulares como as sinapses
e) possui grande quantidade de substância intercelular.

c) suas células encontram-se justapostas

(UEMS) - Tecido de ampla distribuição subcutânea, exercendo funções de reservas de energia, proteção contra choques mecânicos e isolamento térmico.
a) Epitelial
b) Conjuntivo cartilaginoso
c) Adiposo
d) Conjuntivo ósseo
e) Muscular

c) Adiposo

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.