Histologia


Histologia é uma área biomédica que estuda os tecidos biológicos. Na biologia são estudados tecidos animais e de plantas (histologia animal e vegetal, respectivamente), analisando sua estrutura, origem e diferenciação.

Na área da saúde, a histologia humana permite realizar diagnósticos de diversas doenças a partir de estudos comparativos entre tecidos saudáveis e doentes.

Histologia Humana

Os tecidos do corpo humano são formados por tipos celulares semelhantes que possuem funções específicas.

Observe as diferentes camadas de tecido na pele.

Corte Histológico da Pele Humana

Por exemplo, na pele a camada mais externa (epiderme) é constituída de tecido epitelial. As células são achatadas na superfície e cúbicas mais internamente, protegem de ressecamento e entrada de invasores.

Abaixo da epiderme, a derme é formada de tecido conjuntivo denso, rico em fibras de colágeno que dão flexibilidade.

Método de Estudo

Para estudo dos tecidos são feitos cortes muito finos, que passam por processo de fixação e coloração. São usados corantes como: eosina, hematoxilina, azul de metileno, entre outros, que destacam as estruturas celulares.

Depois os cortes são colocados em lâminas de vidro e levados ao microscópio. Um estudo simples de tecidos animais é feito no microscópio óptico.

Para realizar diagnósticos, por exemplo, a microscopia eletrônica com técnicas mais avançadas permite detectar alterações nas células.

Tipos de Tecidos

Os principais tipos de tecidos são o epitelial e o conjuntivo presentes em todos os animais. Os vertebrados também possuem os tecidos muscular e nervoso.

Tecido Epitelial

É um tecido de revestimento formado por células bem próximas e unidas, que funcionam como barreira contra agentes infecciosos e evitam a perda d’água e ressecamento. Em algumas estruturas sua função é de secreção de substâncias.

O tecido epitelial cobre as as áreas externas do corpo e internamente órgãos e cavidades. O epitélio pode ser composto por uma única camada de células ou por várias, que podem ser cúbicas ou achatadas.

Tecido Conjuntivo

É um tecido de ligação que atua na sustentação e preenchimento das estruturas do corpo, além do transporte de substâncias.

Pode ser classificado de acordo com o material e o tipo de células que o compõem, cujas funções são determinadas. São eles:

  • Tecido Conjuntivo propriamente dito (frouxo ou denso): sua matriz extracelular é abundante e rica em fibras colágenas, reticulares e elásticas, além de moléculas que atuam no papel de nutrir outros tecidos. Estão presentes diversos tipos de células, tais como: fibroblastos, macrófagos, linfócitos, adipócitos, entre outras.
  • Tecido Hematopoiético: também denominado hemocitopoiético, é responsável pela formação das células sanguíneas e componentes do sangue. Está presente na medula óssea, no interior de alguns ossos.
  • Tecido Cartilaginoso: composto especialmente por fibras colágenas, esse é o tecido que compõe as cartilagens. Ajuda a dar sustentação e absorve impactos nos ossos.
  • Tecido Adiposo: constituído de adipócitos, esse tecido atua como isolante térmico e como reserva de energia.
  • Tecido Ósseo: tecido rico em fibras colágenas e minerais que o tornam rígido, atuando na sustentação do corpo.

Leia também:

Tecido Nervoso

É o tecido responsável pela comunicação entre as diversas partes do corpo, através da transmissão de impulsos elétricos. As células que fazem a condução dos impulsos nervosos são os neurônios.

Os neurônios possuem ramificações chamadas dendritos que saem do corpo celular (onde ficam o núcleo e as organelas). Se alongam através dos axônios e se comunicam com outros neurônios ou células de outros tecidos.

Tecido Muscular

É um tecido especializado na contração, graças à presença das proteínas miosina e actina. Suas células são alongadas formando fibras.

De acordo com a forma e função das células que o compõem, o tecido muscular pode ser dividido em: Liso, Estriado Esquelético e Estriado Cardíaco.