Molaridade

Molaridade (M) é a relação existente entre a matéria de soluto (n) e o volume de uma solução (V), ou seja, M = n/V.

Uma vez que a matéria de soluto é dada em mol e o volume é dado em litros, a unidade de medida da molaridade é mol/L.

Também é conhecida pelos nomes concentração molar, concentração em mol/L ou concentração em quantidade de matéria.

Fórmula

A fórmula da molaridade é:

M = m/M.V

Onde,

M = molaridade
m = massa de soluto (dada em g)
M = massa molar (dada em g/mol)
V = volume (dada em l)

Essa fórmula surge pelo fato de a matéria de soluto geralmente ser dada em gramas. Assim, para se obter a matéria de soluto (n) devemos dividir a massa de soluto por sua massa molar.

Como Calcular

O cálculo da molaridade de uma solução pode ser feito das seguintes formas:

1) Por exemplo, se sabemos que há 0,4 mol de um soluto em 100 ml de solução, basta substituir os valores dados na fórmula M = n/V, ou seja,

M = 0,4/0,1
M = 4 mol/L

2) Agora se, por exemplo, sabemos que 200 ml de uma solução de hidróxido de sódio tem 0,5 mol/L, falta saber qual a sua massa.

Primeiro, temos de somar a massa de cada um dos elementos que compõem o hidróxido de sódio: sódio, oxigênio e hidrogênio. Esses valores podem ser obtidos na tabela periódica (sódio 23, oxigênio 16 e hidrogênio 1, 23 + 16 + 1 = 40).

De seguida, podemos utilizar a fórmula M = m/M . V, ou seja,

M = m/M.V
0,5 = m/40.0,2
m = 0,5.40.0,2
m = 4 g

E a Molalidade?

A molalidade (W) ou concentração molal também é o resultado da quantidade de matéria do soluto pelo volume da solução.

O que difere a molaridade da molalidade é que a molalidade é utilizada para calcular valores mais altos, sempre em quilogramas (kg).

Leia também:

Exercícios

1. (Mack-2004) As molaridades dos íons Cu2+ e NO 1-3 , numa solução 0,5 molar de Cu(NO3)2, são, respectivamente:

a) 0,5M e 0,5M.
b) 0,5M e 1,0M.
c) 1,0M e 1,0M.
d) 2,0M e 0,5M.
e) 0,5M e 1,5M.

Alternativa b) 0,5M e 1,0M.

2. (PUC - PR-2007) Um estudante precisava preparar uma solução aquosa de NaCl 0,50 mol/L para montar um aquário marinho, com capacidade máxima de 80 L.

Assim, misturou 25 L de NaCl(aq) 0,40 mol/L, que tinha armazenado em um galão, com 35 L de solução de outro aquário desativado, cuja concentração de NaCl era de 0,75 mol/L.

A molaridade de NaCl da solução obtida desta maneira foi:

a) acima do esperado e para corrigi-la ele deve adicionar 12 L de água pura.
b) abaixo do esperado e para corrigi-la ele deve adicionar 5 L de água pura.
c) o valor esperado.
d) acima do esperado e para corrigi-la ele deve adicionar 12 L de uma outra solução de NaCl 0,40 mol/L..
e) abaixo do esperado e para corrigi-la ele deve adicionar 12 L de uma outra solução de NaCl 0,40 mol/L..

Alternativa a) acima do esperado e para corrigi-la ele deve adicionar 12 L de água pura.

3. (UFF-1999) O permanganato de potássio pode ser utilizado como germicida no tratamento de queimaduras. É um sólido brilhante e usado, habitualmente, como reagente comum nos laboratórios.

Considere a dissolução em meio ácido de 0,395 g deste sal em água suficiente para produzir 250 mL de solução. A molaridade da solução resultante é:

a) 0,01 M
b) 0,02 M
c) 0,03 M
d) 0,04 M
e )0,05 M

Alternativa a) 0,01 M

Para mais questões sobre concentração de soluções, confira a lista que preparamos: Exercícios sobre Concentração Comum.