Osmose

Lana Magalhães

A osmose é o movimento de água que ocorre dentro das células através de uma membrana semipermeável.

Esse processo é realizado a partir de um meio com menor concentração de água para outro com maior concentração.

Como ocorre a osmose?

Na osmose é realizada a passagem do solvente (água) de um meio para o outro. Esse processo não ocorre gasto de energia e, portanto, a osmose é considerada um transporte passivo.

No processo da osmose, a água, que é o solvente, tende a atravessar a membrana semipermeável com o objetivo de equilibrar a concentração da solução. Essa ação é realizada até que a pressão osmótica fique estabilizada.

Assim, a osmose ocorre sempre que existe diferença de concentração entre o meio externo e interno da célula. Nesse caso, a água passa da região menos concentrada para a mais concentrada, naturalmente.

O resultado da osmose é usado nos processos de troca de nutrientes das células animais e vegetais.

Leia também sobre:

Solução hipotônica, isotônica e hipertônica

Movimento da água nas células e osmose

O processo de osmose tem como finalidade igualar as concentrações entre uma solução hipotônica e outra hipertônica, até que se atinja um equilíbrio. Para isso temos os seguintes tipos de solução:

  • Solução hipertônica: apresenta maior pressão osmótica e de concentração de soluto. Em um meio hipertônico as células tendem a encolher, já que perdem água.
  • Solução isotônica: é quando a concentração de soluto e a pressão osmótica são iguais, atingindo assim o equilíbrio.
  • Solução hipotônica: é a que apresenta menor pressão osmótica e de concentração de soluto. Uma célula colocada em meio hipotônico pode inchar até romper, pois há movimento de água para dentro da célula.

Pressão osmótica

O soluto é qualquer substância que pode ser diluída em um solvente, como o açúcar dissolvido na água. Enquanto que pressão osmótica é a pressão feita para que a água se movimente.

Osmose Reversa

A osmose reversa consiste na passagem de água no sentido inverso ao da osmose. Assim, a água movimenta-se da solução mais concentrada para uma menos concentrada.

A osmose reversa acontece mediante aplicação de uma pressão maior do que a pressão osmótica natural.

Como a membrana semipermeável permite apenas a passagem de solvente (água pura), ela retém os solutos.

Um exemplo de osmose reversa é a transformação de água salgada em água doce pelo processo de dessalinização.

Osmose e Difusão

Difusão é a passagem de moléculas muito pequenas de gases e solutos dissolvidos em água, através da membrana plasmática.

Neste caso, as moléculas de soluto irão passar do meio mais concentrado para o menos concentrado. Elas movimentam-se a favor de um gradiente de concentração e espalham-se no espaço disponível.

A difusão facilitada é a passagem, através da membrana, de substâncias que não se dissolvem em lipídios, com o auxílio de proteínas que permeiam a bicamada lipídica.

Assim como a osmose, a difusão também é considerada um transporte passivo, uma vez que ocorre a favor de um gradiente de concentração.

Curiosidade

A expressão "aprender por osmose" é muito utilizada por estudantes que gostariam de aprender novos conteúdos sem precisar estudar, ou seja, sem fazer esforço.

Leia também:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.