Transporte Passivo

Lana Magalhães

O transporte passivo é o tipo de transporte de substâncias através da membrana plasmática que ocorre sem gasto de energia.

Não há gasto de energia porque as substâncias deslocam-se naturalmente do meio mais concentrado para o menos concentrado, ou seja, a favor do gradiente de concentração.

O transporte de substâncias ocorre até que as concentrações dentro e fora da célula sejam igualadas.

Qual a diferença entre os transportes passivo e ativo?

No transporte passivo não há gasto de energia para o deslocamento das substâncias. Enquanto isso, no transporte ativo as substâncias deslocam-se com gasto de energia.

Saiba mais sobre o Transporte Ativo.

Tipos de Transporte Passivo

Existem três tipos de transporte passivo: a difusão simples, a difusão facilitada e a osmose.

Difusão Simples

A difusão simples consiste no transporte de gases e moléculas pequenas, lipossolúveis ou hidrofóbicas através da membrana plasmática.

A difusão é processo lento. Entretanto, quando as diferenças de concentração são muito altas, o processo é acelerado.

Um exemplo de difusão é a troca de gases durante a respiração, pois o gás oxigênio e o gás carbônico estão em concentrações diferentes nos alvéolos pulmonares.

Saiba mais sobre a Difusão Simples.

Difusão Facilitada

A difusão facilitada é o transporte de substâncias que não se dissolvem em lipídios. Assim, as substâncias contam com o auxílio de proteínas, as permeases, para atravessar a membrana plasmática.

As permeases capturam substâncias como glicose e aminoácidos e facilitam a sua entrada na célula.

Saiba mais sobre a Difusão Facilitada.

Osmose

A osmose é um tipo especial de difusão. Consiste apenas na passagem de água através da membrana plasmática.

A osmose é a passagem de água de um meio menos concentrado (hipotônico) para outro mais concentrado (hipertônico).

Saiba mais sobre a Osmose.

Exercícios

1. (UFPA - PA) - Uma célula vegetal colocada em um meio hipotônico:

a) sofrerá plasmólise
b) não sofrerá qualquer alteração
c) ficará túrgida
d) sofrerá plasmoptise
e) haverá saída de água da célula

c) ficará túrgida

2. (UEVA- CE) - A membrana plasmática é um complexo lipoproteico, seletivo, que possibilita as diferentes concentrações e trocas iônicas entre os meios intra e extracelular. É correto afirmar:

a) Lipossolubilidade e gradiente de concentração são fatores inerentes ao transporte passivo.
b) Na difusão simples, quanto maior a molécula do soluto, mais rápido será seu transporte pela membrana.
c) A concentração de soluto determina o fenômeno osmótico pela maior permeabilidade da membrana.
d) Na difusão simples, a taxa de transporte pela membrana corresponde à mesma taxa comparada à difusão facilitada.

a) Lipossolubilidade e gradiente de concentração são fatores inerentes ao transporte passivo.

3. (UEL) - O movimento de moléculas de aminoácidos para o interior das células faz-se, geralmente, por
a) osmose.
b) simples difusão.
c) difusão facilitada.
d) transporte ativo.
e) fagocitose.

c) difusão facilitada.

4. (PUC - MG) - Existe um tipo de troca entre a célula e o meio que ocorre contra o gradiente de concentração e no qual é necessária a existência de uma proteína carregadora, cuja ativação depende de gasto de energia.
Esse tipo de troca é denominado:
a) Difusão.
b) Difusão facilitada.
c) Pinocitose.
d) Fagocitose.
e) Transporte ativo.

b) Difusão facilitada.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.