Racionalismo

Juliana Bezerra

O Racionalismo é uma corrente filosófica que atribui particular confiança à razão humana, ao passo que acredita que é dela que se obtém os conhecimentos.

Saber de onde vinha o conhecimento era uma preocupação da Filosofia. A tentativa de responder a essa questão resulta no aparecimento de pelo menos duas correntes filosóficas:

  • Racionalismo, que do latim ratio significa "razão";
  • Empirismo, que do grego empeiria significa “experiência”.

A doutrina do racionalismo alega que tudo o que existe tem uma causa inteligível, ainda que essa causa não possa ser provada empiricamente. Ou seja, somente o pensamento por meio da razão é capaz de atingir a verdade absoluta.

O Racionalismo baseia-se no princípio de que a razão é a principal fonte de conhecimentos e que essa é inata aos humanos.

Assim, o raciocínio lógico seria construído através da dedução de ideias, tal como os conhecimentos de Matemática, por exemplo.

Racionalismo Cartesiano

O Racionalismo Cartesiano ou Racionalismo de Descartes é uma referência que se faz ao pensamento de Descartes - um dos principais pensadores desta corrente.

René Descartes (1596-1650), de quem é célebre a frase: “Penso, logo existo”, lançou as bases do racionalismo. Para esse filósofo e matemático francês, havia três conjuntos de ideias:

  • Adventícias, representadas pelas ideias que abrolham por meio de informações obtidas pelos nossos sentidos;
  • Factícias, ideias que têm origem na nossa imaginação;
  • Inatas, que não dependem da experiência e estão na nossa mente ao nascermos.

Racionalismo e Empirismo

Ao contrário do Racionalismo, que é basicamente razão, a corrente filosófica Empirismo prega que o ponto de partida para os conhecimentos é a própria experiência.

Para os defensores do Racionalismo, o Empirismo é duvidoso. Especialmente pelo fato de que a experiência de cada um decorre da percepção sensorial, a qual é, muitas vezes, sujeita a erros.

Apriorismo Kantiano

E há, ainda, o apriorismo kantiano, de Kant (1724-1804). Para esse filósofo alemão, empirismo e racionalismo caminham de mãos dadas.

Racionalismo e Renascimento

O pensamento racionalista marcou a mudança de mentalidade propiciada pelo Renascimento.

O Renascimento foi um movimento cultural, econômico e político que teve origem no século XV, na Itália. Teve inicio com o declínio do sistema feudal e de outras características medievais.

Quanto ao Racionalismo Cristão, esse trata-se de uma doutrina que surgiu no Brasil a partir do movimento espírita, em 1910 e que foi difundida pelo mundo.

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.