Anaxímenes


Anaxímenes (588-524 a.C.), nascido em Mileto (atual Turquia), foi um filósofo pré-socrático grego integrante da Escola Jônica. Além dele, na escola pré-socrática destacam-se Tales de Mileto e Anaximandro.

Anaxímenes de Mileto
Desenho representativo de Anaxímenes de Mileto

Escola Jônica: Teorias

A Escola Jônica foi a primeira escola filosófica grega a qual reuniu filósofos pré-socráticos (que viveram antes de Sócrates).

Os temas desenvolvidos por eles estavam centrados na natureza. O intuito era desvendar os mistérios da existência, classificando um elemento como gerador do cosmo e da vida. Essa postura foi chamada de materialismo monista.

Para Tales de Mileto, o elemento essencial era a água (arché). Já para Anaximandro, mestre de Anaxímenes, a massa geradora de todos os seres era representada pela união dos quatro elementos (terra, fogo, ar e água) denominado de “ápeiron”.

Já para Anaxímenes, o elemento primordial era o ar, o princípio de todas as coisas.

Anaxímenes foi discípulo de Anaximandro, no entanto, não concordava com seu mestre sobre o conceito do “ápeiron”, e nem com Tales e seu conceito de “arché”.

Sua opinião era que o primeiro era muito abstrato (ápeiron), e o segundo muito palpável (água, o arché).

Para Anaxímenes, a substância primordial não poderia ser algo fora da observação e da realidade sensível.

Segundo ele, todas as coisas existentes são resultado da condensação ou da rarefação do ar. Nas palavras do filósofo:

“Como nossa alma, que é ar, soberanamente nos mantém unidos, assim também todo o cosmo sopro e ar o mantém.”

A maior parte de suas obras se perderam com o tempo, sendo a mais destacada “Sobre a Natureza”, a qual é possível encontrar alguns fragmentos.

Em sua teoria cosmológica, defendeu que a Terra é plana e estaria flutuando no ar. Já a lua, para ele, refletia a luz do sol e os eclipses representavam uma obstrução planetária por outro corpo celeste.

Frases

Veja abaixo algumas frases que ilustram o pensamento do filósofo grego:

  • Todas as coisas se originam devido ao grau de descondensação ou rarefação do ar, a mesma causa também do frio e do calor.”
  • A variação quantitativa de tensão da realidade originária dá origem a todas as coisas.”
  • A razão precisa da experiência; mas esta nada vale sem a razão.”

Leia mais: