Anísio Teixeira

Daniela Diana

Anísio Teixeira foi um educador e escritor brasileiro.

É conhecido por ser o criador da escola pública no país e figura responsável pela democratização do ensino brasileiro.

Considerado um dos maiores articuladores e pensadores da educação brasileira do século XX, Anísio almejou a construção de uma educação pública, democrática, gratuita e acessível para todos os cidadãos.

Segundo ele:

Só existirá democracia no Brasil no dia em que se montar no país a máquina que prepara as democracias. Essa máquina é a da escola pública.”

Biografia

Anísio Teixeira

Anísio Spínola Teixeira nasceu dia 12 de julho de 1900 em Caetité, interior da Bahia. Estudou em colégios jesuítas em sua cidade natal e em Salvador.

Em 1922 ingressou na faculdade de Direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mais tarde foi estudar em Nova York, onde fez um mestrado na Universidade da Columbia.

Na Bahia, Anísio trabalhou nas escolas como Inspetor Geral do Ensino e Diretor de Instrução Pública. Já no Rio de Janeiro fez parte da Secretaria de Educação e Cultura do Distrito Federal.

Nesse momento, Anísio começa a trabalhar para uma reforma educacional no país. Foi criador da Universidade do Distrito Federal (UDF), no Rio de Janeiro.

Além disso, ao lado de mais 25 intelectuais, participou da produção do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova (1932).

Esse documento foi pioneiro ao apresentar um conjunto de ideias sobre a implementação de uma renovação educacional.

Em 1935 afastou-se do cargo público e começou a viver da tradução de livros. Isso porque sentiu muita pressão política enquanto esteve atuando como educador e articulador de uma nova reforma educacional.

A verdade é que esses fatores não impediram que Anísio seguisse com suas ideias na área educacional.

Assim, em 1946 tornou-se Conselheiro de Ensino Superior da UNESCO. No ano seguinte foi secretário da Secretaria de Educação e Saúde da Bahia.

Foi durante sua atuação nessa secretaria que Anísio ficou reconhecido mundialmente. Isso porque ele foi o responsável pela implantação de um centro de educação e cultura em 1950 em Salvador. Esse centro é chamado de “Centro Popular de Educação Carneiro Ribeiro” ou “Escola Parque”.

Nesse projeto inovador inspirado na educação estadunidense, Anísio conseguiu projetar um centro educativo integrado. Ali, ele uniu a educação formal com atividades extracurriculares informais, como por exemplo, as atividades artísticas.

Em 1951 entrou para a Secretaria Geral da Campanha de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Mais tarde esse orgão se transformou na Capes: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. A Capes está vinculada ao Ministério da Educação e tem como objetivo consolidar as atuações de nível superior no país.

Por conseguinte, foi diretor do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos (INEP) e criador do Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais (CBPE).

Durante seu trabalho nesses órgãos, Anísio focou nos estudos sobre a realidade do Brasil e na implantação da escola pública.

Nesse período, difundiu suas ideias e propostas ao realizar diversas palestras no Brasil e no exterior.

Foi também diretor da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e colaborador da Lei de Diretrizes e Bases (LDB) em 1961.

Foi professor universitário da disciplina de Administração Escolar na UFRJ e em 1963, ao lado de Darcy Ribeiro (1922-1997), foi reitor da Universidade de Brasília (UNB).

Com o golpe militar de 64, Anísio começou a ser perseguido por suas ideias liberais. Sendo assim, foi para os Estados Unidos e quando retornou ao Brasil continuou com sua atuação na área da educação.

Morte

Anísio faleceu em 11 de março de 1971, na cidade do Rio de Janeiro. O educador foi encontrado morto no fosso do elevador.

Sua morte foi considerada um acidente, embora alguns acreditem que ele tenha sido assassinado.

Obras

Anísio reúne uma gama de obras que versam sobre o tema da educação, das quais merecem destaque:

  • Aspectos americanos de educação (1928)
  • Em marcha para a democracia: à margem dos Estados Unidos (1934)
  • Educação para a democracia (1936)
  • A educação e a crise brasileira (1956)
  • Educação não é privilégio (1957)
  • Educação e Universidade (1962)
  • Educação é um direito (1968)
  • Educação no Brasil (1969)
  • Educação e o mundo moderno (1969)
  • Pequena introdução à filosofia da educação (1971)

Fundação Anísio Teixeira

A Fundação Anísio Teixeira (FAT) é uma entidade de caráter cultural e educacional localizada em Salvador, Bahia.

Ela foi criada em 21 de setembro de 1989 e além de oferecer atividades educativas e culturais, tem o objetivo de preservar a memória do educador.

Além disso, ela atua no apoio as pesquisas relacionadas com Anísio e a educação no Brasil.

Casa Anísio Teixeira

Casa Anísio Teixeira

Casa Anísio Teixeira em Caetité, Bahia

A Casa Anísio Teixeira está situada na cidade de Caetité, local onde nasceu o educador. O espaço é administrado pela Fundação Anísio Teixeira.

Trata-se de um centro cultural fundado em 1998 que abriga alguns equipamentos culturais como biblioteca, museu e cinema.

No local são promovidas atividades culturais e educativas como eventos, oficinas, encontros, etc.

Frases de Anísio Teixeira

  • Educar é crescer. E crescer é viver. Educação é, assim, vida no sentido mais autêntico da palavra.”
  • Sou contra a educação como processo exclusivo de formação de uma elite, mantendo a grande maioria da população em estado de analfabetismo e ignorância.”
  • Choca-me ver o desbarato dos recursos públicos para educação, dispensados em subvenções de toda natureza a atividades educacionais, sem nexo nem ordem, puramente paternalistas ou francamente eleitoreiras.”
  • Revolta-me saber que dos cinco milhões que estão na escola, apenas 450.000 conseguem chegar a 4ª. série, todos os demais ficando frustrados mentalmente e incapacitados para se integrarem em uma civilização industrial e alcançarem um padrão de vida de simples decência humana.”

Leia também:

Educação no Brasil
Paulo Freire

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.