Cadeia e teia alimentar

Carolina Batista
Carolina Batista
Professora de Química

Cadeia alimentar é o percurso da transferência de matéria e energia quando um ser serve de alimento para o outro. O conjunto de cadeias alimentares é chamado de teia alimentar.

Portanto, a principal diferença entre cadeias e teias alimentares é a complexidade das relações alimentares.

Enquanto na cadeia alimentar pode-se perceber o fluxo unidirecional, na teia alimentar as diversas cadeias se entrecruzam formando uma rede.

Observe na imagem a seguir um exemplo de teia alimentar.

Teia alimentar

Esta teia alimentar apresenta quatro cadeias alimentares:

vegetais → camundongo → cobra → águia
vegetais → coelho → raposa → onça
vegetais → gafanhoto → lagarto → águia
vegetais → camundongo → raposa → onça

Diferença entre cadeia e teia alimentar

Na cadeia alimentar as setas seguem apenas um sentido e indicam o fluxo de energia. Nessa representação é possível perceber a posição ocupada por cada ser vivo, ou seja, seu nível trófico.

Já em uma teia alimentar, existem várias setas que indicam as interações entre os seres, ou seja, as conexões entre as cadeias, assim como ocorre em um ecossistema, pois um ser vivo pode se alimentar de muitos outros.

Por exemplo, um camundongo pode fazer parte de duas cadeias alimentares, pois serve de alimento para cobras e raposas.

Além disso, a posição de um ser em uma teia alimentar, ao contrário do que acontece em uma cadeia alimentar, não é fixa. Por exemplo, uma onça e uma raposa podem se alimentar de um coelho. Nestes casos, as cadeias alimentares seriam:

Cadeia com 3 seres: Plantas → coelho → onça
Cadeia com 4 seres: Plantas → coelho → raposa → onça

Note que no primeiro exemplo a onça é um consumidor de segunda ordem e no segundo exemplo este predador é um consumidor de terceira ordem.

Saiba mais sobre teias alimentares.

Componentes das cadeias alimentares

Seres produtores

Os seres produtores são seres autotróficos e estão na base da cadeia alimentar porque são capazes de produzir seu próprio alimento.

Nas cadeias alimentares terrestres as plantas são seres produtores e nas cadeias aquáticas existem os fitoplânctons.

Seres consumidores

Os consumidores são seres heterotróficos, pois adquirem nutrientes e energia ao se alimentarem de outros seres vivos.

Os consumidores de primeira ordem podem ser animais herbívoros, que se alimentam de plantas, ou animais onívoros, que comem plantas e outros animais.

Os consumidores de segunda ordem se alimentam dos animais de primeira ordem e, por fim, temos os consumidores de terceira ordem, também chamados de predadores, que estão no topo da cadeia alimentar.

Leia mais sobre seres autótrofos e heterótrofos.

Seres decompositores

Quando todos os seres vivos morrem, a matéria orgânica serve de alimento para os seres decompositores, como os fungos e bactérias presentes no solo.

Os decompositores fazem a reciclagem na cadeia alimentar e os nutrientes liberados servem para fertilizar o solo, utilizado pelos seres produtores, que iniciam um novo ciclo.

Exercícios sobre cadeias e teias alimentares

Questão 1

Considere as três cadeias alimentares a seguir.

I. Gramínea → grilo → sapo → cobra
II. Vegatais → coelho → raposa
III. Fitoplâncton → zooplâncton → peixes → garça

O primeiro nível trófico é formado por

a) Seres herbívoros
b) Seres autotróficos
c) Seres heterotróficos
d) Consumidores primários

Alternativa correta: b) Seres autotróficos

Os seres autotróficos são organismos capazes de produzir o próprio alimento. Enquanto gramíneas e vegetais podem ser encontrados nas cadeias alimentares terrestres, o fitoplâncton é a base da cadeia alimentar aquática.

Questão 2

O que acontece com o fluxo de energia ao longo de uma cadeia alimentar?

a) Quanto maior a cadeia maior a energia obtida pelos seres vivos no último nível..
b) Quanto maior a cadeia menor a energia obtida pelos seres vivos no último nível.
c) A energia que flui em uma cadeia alimentar é a mesma em todos os níveis.
d) A mesma parcela de energia flui de um nível para outro.

Alternativa correta: b) Quanto maior a cadeia menor a energia obtida pelos seres vivos no último nível.

Uma das maneiras de adquirir energia é através da fotossíntese, onde os seres autotróficos captam a energia do Sol e a armazenam como energia química. Essa energia flui em uma cadeia alimentar quando um ser se alimenta de outro.

Entretanto, no fluxo de energia em uma cadeia alimentar menos energia é transferida de um nível trófico para outro superior. Isso ocorre porque há perda de energia em outros processos, como por exemplo, as plantas utilizam energia para respiração.

Questão 3

(Unifor) O esquema abaixo representa as relações tróficas encontradas em determinado ecossistema.

exemplo de teia alimentar

Sobre o esquema fizeram-se as seguintes afirmações:

I. Os camarões e as rãs pertencem ao mesmo nível trófico.
II. Somente as aves são consumidores terciários.
III. O extermínio dos caramujos ocasionará aumento na população de peixes carnívoros.

Está correto o que se afirma em

a) I, somente.
b) II, somente.
c) III, somente.
d) II e III, somente.
e) I, II e III.

Alternativa correta: b) II, somente.

I. ERRADA. Os camarões pertencem ao 2º nível trófico e as rãs estão no 3º nível trófico.

II. CORRETA. As aves, como a garça, são consumidores terciários porque se alimentam de consumidores secundários, que são os animais carnívoros.

III. ERRADA. Porque os caramujos são a base alimentar dos peixes carnívoros.

Confira mais questões com resolução comentada em

Carolina Batista
Carolina Batista
Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011) e Bacharelada em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018).