Descobrimento do Brasil - Kids

Juliana Bezerra

O “descobrimento do Brasil” aconteceu em 22 de abril de 1500, com a chegada dos portugueses ao nosso país.

Pedro Álvares Cabral, o valente explorador português, vinha com uma expedição formada por 13 embarcações: 10 naus e 3 caravelas.

Com ele, estava cerca de 1,5 mil marinheiros e o experiente navegador Bartolomeu Dias.

A Chegada nas Novas Terras

A esquadra de Pedro Álvares de Cabral saiu de Lisboa em 9 de março de 1522 e seguiram a costa da África. Num dado momento, tomaram rumo a oeste e começaram a ver sinais de terra próxima.

Quando os portugueses avistaram as terras, um deles gritou: "Terra à vista!"

A primeira terra que eles avistaram era no atual Estado da Bahia, onde hoje é a cidade de Porto Seguro. Este lugar foi chamado de Terra de Vera Cruz. Mas como eles viram um monte, acabaram chamando a terra de Monte Pascoal. Mas sabe porquê Pascoal? Porque era o tempo da Páscoa.

Descobrimento do Brasil

O nosso país recebeu o nome de Brasil por conta de uma madeira especial que havia aqui: o pau-brasil.

A grande pergunta que podemos fazer é: o que os portugueses queriam aqui no Brasil? Porque eles saíram de tão longe?

Uma questão que nos faz pensar: como foi esse encontro entre os portugueses e os habitantes nativos?

Preparado para saber tudinho sobre o assunto? Vamos lá, então!

O Encontro com os Índios

Quando os portugueses desembarcaram aqui, eles encontraram os habitantes da terra e os chamaram de índios. Imagina como foi esse encontro? As pessoas viviam aqui tinham modos de vida bem diferentes, desde roupas, alimentação e claro, a língua.

Chegada dos portugueses

Foi tudo bem complicado no começo, tanto para os índios, quanto para os portugueses. Imagina que eles se estranharam bastante e ambos os grupos ficaram receosos. A partir daí, nunca mais a vida dos nativos e dos portugueses seria a mesma.

Uma pessoa que vinha junto da esquadra ficou encarregada de contar tudo como ele viu. Essa pessoa era o escrivão, chamado Pero Vaz de Caminha, que descreveu sobre o que via como a natureza, os animais, as frutas. Para ele, tudo era muito distante da realidade de Portugal.

Curiosidade

Você sabia que o termo "índio" foi criado pelo navegador Cristóvão Colombo? Isso porque a ideia original era alcançar as Índias, do outro lado do Oceano.

Colombo sempre acreditou que havia chegado às Índias e por isso chamou os nativos do continente americano de índios.

Voltando ao Brasil. Sabia que várias pessoas acreditam que a esquadra se perdeu e por isso que eles chegaram aqui?

Outros, ao contrário, acham que eles já sabiam da existência de novas terras. É algo para se pensar né?

Primeira Missa no Brasil

Vale lembrar que os portugueses eram católicos e uma das coisas que fizeram, no dia 26 de abril de 1500, foi rezar uma missa, como forma de agradecer por terem chegado a terra firme.

O frei Henrique Coimbra foi quem rezou a primeira missa nas novas terras descobertas.

Descobrimento do Brasil
"Primeira Missa no Brasil" (1860), obra do pintor Victor Meirelles

Note que os índios não possuíam a mesma religião que os portugueses. Imagina como eles estranharam isso?

Afinal, qual foi a motivação dos portugueses?

Uma questão importante é saber que os portugueses tinham objetivos de explorar as novas terras, pois queriam conquistar mais territórios, buscar ouro e especiarias (cravo, pimenta, canela, etc.) e até converter pessoas para a religião católica.

Você sabia que antes de vir ao Brasil, os portugueses já tinham ocupado alguns portos na África e as ilhas dos Açores e da Madeira, no Oceano Atlântico?

Veja o mapa abaixo sobre a rota dos navegantes e exploradores portugueses para entender melhor essa questão:

Cronologia das Navegações Portuguesas

Os portugueses foram os primeiros que se lançaram ao mar para explorar novas terras. A cada aventura, eles faziam novos mapas, confirmavam informações e tentavam ir mais longe.

  • Primeiro, eles ocuparam portos na África, como Ceuta;
  • Mais tarde, no Oceano Atlântico, os arquipélagos dos Açores e a Ilha da Madeira;
  • Contornaram a costa da África atravessando o Cabo Bojador e foram construindo fortalezas no litoral;
  • Também se fixaram em Cabo Verde;
  • Conseguiram cruzar o temido Cabo das Tormentas, em 1488, com Bartolomeu Dias. Essa viagem foi tão importante que desde esse momento, o cabo mudou de nome e passou a se chamar Cabo da Boa Esperança.
  • Vasco da Gama foi o primeiro a chegar até as Índias e ali trouxe as tão apreciadas especiarias.

Você sabia?

Uma curiosidade é saber que a Espanha, país vizinho de Portugal, tentava fazer o mesmo, ou seja, lançar-se ao mar para conquistar novas terras e enriquecer.

Isso porque, anos antes, Cristóvão Colombo chegou à América, em 1492. Isso foi um passo super importante para eles terem certeza de que havia mais terras deste lado para conquistar.

Tratado de Tordesilhas

Descobrimento do Brasil

Então, Portugal e Espanha estavam sempre brigando para serem os maiores exploradores da época.

Assim, para não entrar novamente em conflito com os reis da Espanha, os portugueses assinaram o Tratado de Tordesilhas, em 1494.

Este acordo foi muito importante porque ele estabelecia que as terras encontradas a oeste pertenceriam aos espanhóis, e as do leste, aos portugueses.

Confira abaixo o mapa para entender melhor a divisão que foi feita para que ninguém ficasse insatisfeito:

Descobrimento do Brasil

Mesmo com o estabelecimento desse tratado, ambos ainda continuaram brigando e não respeitando a divisão.

Mas isso já é uma outra história que te contaremos em breve!

Atividades sobre o Descobrimento do Brasil

Confira as atividades abaixo e teste seus conhecimentos sobre esse história que você acabou de ler e conhecer melhor. Bons estudos!

Descobrimento do Brasil

Descobrimento do Brasil

Atividades para Pintar do Descobrimento do Brasil

Vamos colorir as imagens abaixo? Use sua imaginação e pinte como preferir esses desenhos.

Descobirmento do Brasil

Atividades para colorir descobrimento do Brasil

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.