Estado de Mato Grosso


O Estado de Mato Grosso está localizado na região Centro-Oeste brasileira A capital é Cuiabá e a sigla MT.

  • Área: 903.378,292
  • Limites: ao norte com Amazonas e Pará, a leste com Tocantins e Goiás, ao sul com Mato Grosso do Sul, a oeste com Bolívia e Rondônia
  • Número de municípios: 141
  • População: 3,2 milhões de habitantes
  • Gentílico: mato-grossense
  • Principais cidades: Cuiabá, Várzea Grande, Primavera do Leste

Estado de Mato GrossoBandeira do Estado do Mato Grosso

História

O processo de colonização do território hoje ocupado pelo Estado do Mato Grosso começou em 1525. O português Pedro Aleixo Garcia foi o responsável pelas primeiras expedições de exploração do local.

O próprio nome do estado remete à dificuldade encontrada pelos exploradores. Como a mata era espessa, foi denominada de Mato Grosso. O nome foi mantido quando a região foi elevada à condição de capitania, em 1748.

O povoamento na região foi impulsionado com a descoberta de ouro. O destaque ficou para os portugueses que não respeitaram o Tratado de Tordesilhas, cujo acordo mantinha o território em posse dos espanhóis.

As fronteiras foram redefinidas pelo Tratado de Madri, assinado em 1750, e Santo Ildefonso, em 1777. Pelos acordos, a região passou à posse da Coroa portuguesa.

Divisão do Mato Grosso

O território do Mato Grosso foi dividido em 1977, com a criação do Estado do Mato Grosso, cuja capital é Campo Grande e a sigla MS.

Os movimentos separatistas, porém, são antigos. O primeiro levante separatista ocorreu em 1892, ainda no governo de Floriano Peixoto, mas não teve sucesso.

As disputas entre a porção sul e norte eram tão intensas que o governo federal precisou intervir em 1917. O desmembramento, porém, ocorreu após uma série de acordos e considerou a extensão do Mato Grosso, muito elevada e de difícil administração para acontecer.

Leia mais:

Aspectos Econômicos

O estado está entre os principais produtores de gado bovino de corte do Brasil. Sua produção se alterna com São Paulo e o Mato Grosso do Sul. A região também é um imponente centro de agronegócio, com destaque no plantio de soja, milho, algodão, cana-de-açúcar e insumos para a transformação em biodiesel.

A economia mato-grossense também é alimentada pelo turismo. Milhares de pessoas são atraídas ao Pantanal e à região da Chapada dos Guimarães. Nesse local, pelo menos 200 quedas d'água estão disponíveis para visitação.

Leia mais: O que é Agronegócio.

Aspectos Culturais

A cultura do Mato Grosso é um misto de influências indígenas, negras, bem como os imigrantes portugueses e espanhóis.

A mistura é percebida na música, como o caruru, dançado ao som da viola de cocho, ganzá e mocho. São típicos do estado o siriri e o rasqueado. Todos os ritmos resultam de uma mistura de sons indígenas, africanos e ibéricos.

O mesmo padrão de influência é seguido pela gastronomia. São típicos do estado o pacu assado com farofa e couve, a farofa de banana-da-terra e o arroz com carne seca.

Índios do Mato Grosso

No Mato Grosso vivem representantes de 59 povos indígenas. São representantes dos troncos linguísticos Tupi e Macro-Jê.

Fica no Mato Grosso o maior parque indígena do País, o Parque Indígena do Xingu, com 2,6 mil hectares. O local foi criado em 1961 e abrange dez municípios.

Saiba mais:

Aspectos Geográficos

Relevo

O relevo mato-grossense é dominado por planaltos, planícies e chapadas. A composição integra uma das mais belas paisagens da América do Sul.

Grande parte do Pantanal, a maior planície alagada do mundo, está no Mato Grosso.

Clima

O clima mato-grossense é tropical semi-úmido. As temperaturas variam entre 23º e 26º C ao longo do ano, mas podem atingir os 40º C no Verão. Os invernos são secos, com a umidade relativa do ar ficando na casa dos 10%.

Hidrografia

Duas bacias hidrográficas estão localizadas no estado. A bacia Amazônica e a bacia do Tocantins. Os principais rios são: Juruena, Teles Pires, Xingu, Araguaia, Paraguai, São Lourenço, Piquiri, Cuiabá e rio das Mortes.

Conheça também outros assuntos relacionados ao tema: