Mapa do Brasil

Mapa Político do Brasil Paraíba Pernambuco Alagoas Sergipe Santa Catarina Rio de Janeiro Espírito Santo Rio Grande do Norte Pará Mato Grosso Mato Grosso do Sul Minas Gerais Bahia Tocantins Piauí Maranhão Ceará São Paulo Paraná Rio Grande do Sul Goiás Amazonas Roraima Amapá Rondônia Acre Distrito Federal
Mapa político Região Norte do Brasil Pará Tocantins Amazonas Roraima Amapá Rondônia Acre
Paraíba Pernambuco Alagoas Sergipe Rio Grande do Norte Bahia Piauí Ceará Maranhão
Mato Grosso Mato Grosso do Sul Goiás Distrito Federal
Mapa político Região Sudeste do Brasil Rio de Janeiro Espírito Santo Minas Gerais São Paulo
Santa Catarina Paraná Rio Grande do Sul
bandeira de acre
Acre
Sigla: AC
Região: Norte
Capital: Rio Branco
Gentílico: acreano ou acriano
Área Territorial: 164.123,737 km²
População: 829.619 habitantes (estim IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 4,47 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na Floresta Amazônica, a maior floresta do mundo, O Acre é um dos estados da região norte que faz fronteira com o Peru e a Bolívia. Trata-se do terceiro estado menos populoso do país, com 22 municípios, o que faz dele o estado com menor número de cidades do Brasil. Sua economia é baseada na extração de látex e da castanha.
bandeira de amapa
Amapá
Sigla: AP
Região: Norte
Capital: Macapá
Gentílico: amapaense
Área Territorial: 142.828,521 km² (IBGE, 2016)
População: 797.722 habitantes (estim IBGE, 2017) 
Densidade Demográfica: 4,69 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região norte, o Amapá faz fronteira com o Pará, o Oceano Atlântico e os países: Guiana Francesa e Suriname. Grande parte de seu território está coberto pela Floresta Amazônica, a maior floresta do mundo. Sua economia é baseada no extrativismo mineral e vegetal e ainda, no turismo, que tem grande destaque na região.
bandeira de amazonas
Amazonas
Sigla: AM
Região: Norte
Capital: Manaus
Gentílico: amazonense
Área Territorial: 11.559.146,876 km² (IBGE, 2016)
População: 4.063.614 habitantes (estimativa IBGE, 2017) 
Densidade Demográfica: 6,07 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região norte, o Amazonas é o maior estado do país em extensão territorial. Ele faz fronteira com os estados do Pará, Mato Grosso, Rondônia, Acre e Roraima; e com os países: Venezuela, Colômbia e Peru. Quase todo seu território está coberto pela Floresta Amazônica, a maior floresta do mundo. Sua economia é baseada na agricultura, na pecuária e extrativismo vegetal.
bandeira de para
Pará
Sigla: PA
Região: Norte
Capital: Belém
Gentílico: paraense
Área Territorial: 1.247.955,238 km² (IBGE, 2016)
População: 8.366.628 habitantes (IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 4,69 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região norte, o Pará é o segundo maior estado do país em extensão territorial e o mais povoado da região norte. Ele faz fronteira com os estados do Amapá, Roraima, Amazonas, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão; além dos países Suriname e Guiana. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, extrativismo mineral e vegetal, indústria e turismo.
bandeira de roraima
Roraima
Sigla: RR
Região: Norte
Capital: Boa Vista
Gentílico: roraimense
Área Territorial: 224.300,805 Km² (IBGE, 2016)
População: 522.636 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 2,01 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região norte, Roraima é o estado menos populoso do país. Faz fronteira com os estados do Pará e do Amazonas; e com os países: Guiana e Venezuela. Grande parte de sua área vegetal está coberta pela Floresta Amazônica, a maior floresta do mundo. Sua economia é baseada na agricultura e no extrativismo mineral.
bandeira de tocantins
Tocantins
Sigla: TO
Região: Norte
Capital: Palmas
Gentílico: tocantinense
Área Territorial: 277.720,412 km² (IBGE, 2016)
População: 1.550.194 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 4,98 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região norte, Tocantins é o estado mais novo do Brasil, criado pela Constituição de 1988, momento em que se separou de Goiás. Ele faz fronteira com seis estados brasileiros: Maranhão, Pará, Piauí, Bahia, Goiás e Mato Grosso. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária e no comércio.
bandeira de rondonia
Rondônia
Sigla: RO
Região: Norte
Capital: Porto Velho
Gentílico: rondoniense ou rondoniano
Área Territorial: 237.765,293 km² (IBGE, 2016)
População: 1.805.788 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 6,58 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizada na região norte, Rondônia é o terceiro estado mais populoso da região. Ele faz fronteira com a Bolívia e os estados do Acre, Amazonas e Mato Grosso. Grande parte da cobertura vegetal do estado é ocupada pela Floresta Amazônica. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, extrativismo mineral e vegetal.
bandeira de maranhao
Maranhão
Sigla: MA
Região: Nordeste
Capital: São Luís
Gentílico: maranhense
Área Territorial: 331.936,949 km² (IBGE, 2016)
População: 7.000.229 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 19,81 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região nordeste, o Maranhão é o segundo maior estado da região e o que possui o segundo maior litoral do país, depois da Bahia. Ele faz fronteira com os estados do Piauí, Tocantins e Pará; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, indústria, extrativismo vegetal, serviços e turismo.
bandeira de piaui
Piauí
Sigla: PI
Região: Nordeste
Capital: Teresina
Gentílico: piauiense
Área Territorial: 251.611,929 km² (IBGE, 2016)
População: 3.219.257 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 12,40 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região nordeste, o Piauí é o terceiro maior estado da região e o que possui o menor litoral do país, com cerca de 66 Km. Faz fronteira com cinco estados do Brasil: Ceará, Pernambuco, Bahia, Tocantins e Maranhão; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, comércio e indústria.
bandeira de ceara
Ceará
Sigla: CE
Região: Nordeste
Capital: Fortaleza
Gentílico: cearense
Área Territorial: 148.887,633 km² (IBGE, 2016)
População: 9.020.460 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 56,76 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região nordeste, o Ceará faz fronteira com quatro estados brasileiros: Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Piauí; além do Oceano Atlântico. Grande parte do estado está inserido no bioma da caatinga. Além do turismo, sua economia é baseada na agropecuária, comércio, serviços e extrativismo mineral.
bandeira de rioGrandeDoNorte
Rio Grande do Norte
Sigla: RN
Região: Nordeste
Capital: Natal
Gentílico: potiguar, norte-rio-grandense, rio-grandense-do-norte
Área Territorial: 52.811,107 km² (IBGE, 2016)
População: 3.507.003 habitantes (estimativa IBGE, 2017) 
Densidade Demográfica: 59,99 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região nordeste, o Rio Grande do Norte é um dos estados dessa região com melhor IDH e expectativa de vida. Ele faz fronteira com dois estados brasileiros: Ceará e a Paraíba; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agropecuária, fruticultura, extração de sal, indústria, comércio e turismo.
bandeira de pernambuco
Pernambuco
Sigla: PE
Região: Nordeste
Capital: Recife
Gentílico: pernambucano
Área Territorial: 98.076,021 km² (IBGE, 2016)
População: 9.473.266 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 89,62 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região nordeste, Pernambuco possui uma das cidades mais ricas e populosas das regiões norte e nordeste: a capital Recife. Faz fronteira com os estados da Paraíba, Ceará, Alagoas, Bahia e Piauí; além do Oceano Atlântico. O famoso arquipélago de Fernando de Noronha pertence ao Estado. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, turismo e indústria.
bandeira de paraiba
Paraíba
Sigla: PB
Região: Nordeste
Capital: João Pessoa
Gentílico: paraibano
Área Territorial: 56.468,435 km² (IBGE, 2016)
População: 4.025.558 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 66,70 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região nordeste, a Paraíba é um dos menores estados do Brasil. Ele faz fronteira com os estados: Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará; além do Oceano Atlântico. É na capital, João Pessoa, onde está situado o ponto mais oriental do Brasil e da América: a Ponta dos Seixas. Sua economia é baseada na agropecuária, indústria, comércio e turismo.
bandeira de sergipe
Sergipe
Sigla: SE
Região: Nordeste
Capital: Aracaju
Gentílico: sergipano ou sergipense
Área Territorial: 21.918,443 km² (IBGE, 2016)
População: 2.288.116 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 94,36 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região nordeste, Sergipe é o menor estado do Brasil que foi emancipado em 1820 e separado da Bahia. Ele faz fronteira com os estados da Bahia e do Alagoas; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agropecuária, indústria, extrativismo mineral e serviços.
bandeira de alagoas
Alagoas
Sigla: AL
Região: Nordeste
Capital: Maceió
Gentílico: alagoano
Área Territorial: 27.848,14 km² (IBGE, 2016)
População: 3.375.823 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 112,33 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região nordeste, o Alagoas é um dos estados com menores índices de alfabetização e desenvolvimento humano do país. Ele faz fronteira com os estados de Pernambuco, Sergipe e Bahia; além do Oceano Atlântico. É o maior produtor de cana-de-açúcar do nordeste e ainda, um dos maiores do mundo. Sua economia é baseada na agropecuária, indústria e turismo.
bandeira de bahia
Bahia
Sigla: BA
Região: Nordeste
Capital: Salvador
Gentílico: baiano
Área Territorial: 564.732,45 km² (IBGE, 2016)
População: 15.344.447 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 24,82 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizada na região nordeste, a Bahia é o maior e mais populoso estado da região. Possui o maior número de municípios da região nordeste, e a maior costa do país, com cerca de 900 km de extensão. Faz fronteira com oito estados: Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás, Tocantins, Piauí, Pernambuco, Alagoas e Sergipe; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agropecuária, mineração, indústria, turismo e serviços.
bandeira de matoGrossoDoSul
Mato Grosso do Sul
Sigla: MS
Região: Centro Oeste
Capital: Campo Grande
Gentílico: sul-mato-grossense ou mato-grossense-do-sul
Área Territorial: 357.145,531 Km² (IBGE, 2016)
População: 2.713.147 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 6,86 hab./km2 (IBGE, 2010)

Localizado na região centro-oeste, o estado do Mato Grosso do Sul foi separado do Mato Grosso em 1977. Ele faz fronteira com o Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Paraná; além dos países: Paraguai e Bolívia. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, extrativismo mineral, vegetal, indústria e turismo.
bandeira de matoGrosso
Mato Grosso
Sigla: MT
Região: Centro Oeste
Capital: Cuiabá
Gentílico: mato-grossense
Área Territorial: 903.202,446 km² (IBGE, 2016)
População: 3.344.544 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 3,36 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região centro-oeste, o estado do Mato Grosso possui a maior reserva indígena do mundo: o Parque Indígena do Xingu. Faz fronteira com os estados do Amazonas, Pará, Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Rondônia; além da Bolívia. Sua economia é baseada na agropecuária, agronegócio, extrativismo mineral, vegetal e o turismo.
bandeira de goias
Goiás
Sigla: GO
Região: Centro Oeste
Capital: Goiânia
Gentílico: goiano
Área Territorial: 340.106,492 km² (IBGE, 2016) ​​
População: 6.778.772 habitantes (estimativa, IBGE 2017)
Densidade Demográfica: 17,65 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizada na região centro-oeste, Goiás é o estado mais populoso da região. Faz fronteira com o Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Bahia, Minas Gerais e Distrito Federal. Sua economia é baseada na agropecuária, comércio e indústria. Na área do turismo, a cidade de Caldas Novas tem grande destaque, sendo a maior estância hidrotermal do mundo.
bandeira de distritoFederal
Distrito Federal
Sigla: DF
Região: Centro Oeste
Capital: Brasília
Gentílico: brasiliense
Área Territorial: 5.779,997 Km² (IBGE, 2016)
População: 3.039.444 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 444,66 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região centro-oeste, o Distrito Federal é a menor unidade federativa do Brasil e que abriga a capital do país: Brasília. Situada dentro do estado de Goiás, ele está dividido em 31 regiões administrativas. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, comércio, serviços e indústria.
bandeira de saoPaulo
São Paulo
Sigla: SP
Região: Sudeste
Capital: São Paulo
Gentílico: paulista
Área Territorial: 248.219,627 km² (IBGE, 2016)
População: 45.094.866 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 166,23 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região sudeste, o estado de São Paulo é o mais populoso do Brasil e que possui o maior PIB do país. Ele faz fronteira com os estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, indústria, serviços e turismo.
bandeira de rioDeJaneiro
Rio de Janeiro
Sigla: RJ
Região: Sudeste
Capital: Rio de Janeiro
Gentílico: fluminense
Área Territorial: 43.781,588 km² (IBGE, 2016)
População: 16.718.956 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 365,23 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região sudeste, o Rio de Janeiro é o terceiro menor estado brasileiro, além de ser o terceiro mais populoso do país. Possui o segundo maior PIB do país, depois de São Paulo. Ele faz fronteira com Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na indústria, comércio, serviços, extração mineral e turismo.
bandeira de espiritoSanto
Espírito Santo
Sigla: ES
Região: Sudeste
Capital: Vitória
Gentílico: capixaba ou espírito-santense
Área Territorial: 46.086,907 km² (IBGE 2016) ​​​​​​​
População: 4.016.356 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 76,25 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região sudeste, o Espírito Santo é o quarto menor estado do Brasil. Ele faz fronteira com três estados: Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, mineração, indústria e turismo.
bandeira de minasGerais
Minas Gerais
Sigla: MG
Região: Sudeste
Capital: Belo Horizonte
Gentílico: mineiro
Área Territorial: 586.520,732 km² (IBGE 2016)
População: 21.119.536 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 33,41 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região sudeste, Minas Gerais possui o terceiro maior PIB do Brasil. É o estado com maior número de municípios do Brasil, totalizando 853. Ele faz fronteira com: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Sua economia é baseada na agropecuária, indústria, serviços e turismo.
bandeira de parana
Paraná
Sigla: PR
Região: Sul
Capital: Curitiba
Gentílico: paranaense
Área Territorial: 199.307,939 km² (IBGE, 2016)
População: 11.320.892 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 52,40 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região sul, o Paraná abriga as Cataratas do Iguaçu, uma das mais famosas quedas de água do mundo. Faz limites com os estados: Mato Grosso do Sul, São Paulo e Santa Catarina; os países Argentina e Paraguai; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, extrativismo vegetal, indústria, serviços e turismo.
bandeira de rioGrandeDoSul
Rio Grande do Sul
Sigla: RS
Região: Sul
Capital: Porto Alegre
Gentílico: gaúcho ou sul-rio-grandense​​​​​​​
Área Territorial: 281.737,888 km² ​​​​​​​(IBGE, 2016)
População: 11.322.895 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 37,96 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região sul, o Rio Grande do Sul é o estado mais populoso dessa região e que apresenta elevados índices sociais. Ele faz fronteira com um estado do Brasil: Santa Catarina; os países Argentina e Uruguai; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, indústria e turismo
bandeira de santaCatarina
Santa Catarina
Sigla: SC
Região: Sul
Capital: Florianópolis
Gentílico: catarinense ou barriga-verde
Área Territorial: 95.737,954 km² (IBGE, 2016)
População: 7.001.161 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 65,27 hab./km² (IBGE, 2010)

Localizado na região sul, Santa Catarina é o estado mais antigo da região sul e que apresenta um dos melhores índices sociais do Brasil. Faz limites com os estados do Paraná e Rio Grande do Sul; o país Argentina; além do Oceano Atlântico. Sua economia é baseada na agricultura, pecuária, pesca, extrativismo mineral, indústria e turismo.
Norte

A região norte é a maior em extensão territorial do Brasil. É composta de sete estados: Acre (AC), Amapá (AP), Amazonas (AM), Pará (PA), Rondônia (RO), Roraima (RR) e Tocantins (TO).
Nordeste

A região nordeste é a terceira maior do País. Ela é composta por nove estados: Maranhão (MA), Piauí (PI), Ceará (CE), Rio Grande do Norte (RN), Paraíba (PB), Pernambuco (PE), Alagoas (AL), Sergipe (SE) e Bahia (BA).
Centro-oeste

A região centro-oeste é a segunda maior do Brasil em extensão territorial. É composta pelo Distrito Federal (DF) e três estados: Goiás (GO), Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS).
Sudeste

A região sudeste é a mais populosa e desenvolvida do País. É composta por quatro estados: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Minas Gerais (MG) e Espírito Santo (ES).
Sul

A região Sul do Brasil é a menor do País. Ela é composta por três estados: Paraná (PR), Santa Catarina (SC) e Rio Grande do Sul (RS).
bandeira de Brasil - República Federativa do Brasil
Brasil - República Federativa do Brasil
Lema: Ordem e Progresso
Sigla: BR
Capital: Brasília
Gentílico: Brasileiro
Língua oficial: Português
Localização: América do Sul
Área Territorial: 8.515.759,090 km² (IBGE, 2017)
População: 207.660. 929 habitantes (estimativa IBGE, 2017)
Densidade Demográfica: 23,8 hab./km² (IBGE, 2010)
Número de Municípios: 5.570 (IBGE, 2012)

Localizado no hemisfério sul, o Brasil é o maior país da América do Sul e da América Latina. Faz fronteira com os países: Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela; e a leste com o Oceano Atlântico. Com a maior economia da América Latina, o Brasil destaca-se nos setores da agricultura, pecuária, agronegócio, comércio, serviços, indústria e turismo.

O Mapa do Brasil mostra a representação geográfica do país reunindo as capitais, estados e cidades que o compõem.

O atual mapa político do Brasil contém 26 estados e o Distrito Federal. Está em vigência desde 1988, quando foi criado o Estado do Tocantins, a partir da divisão do território de Goiás.

Com a Constituição de 88, os territórios de Rondônia, Roraima e Amapá tornaram-se Estados e o arquipélago de Fernando de Noronha foi anexado a Pernambuco.

Mapa político do Brasil com suas regiões em destaque
Mapa político do Brasil com suas regiões em destaque

Leia mais:

Mapas Temáticos do Brasil

Um mapa do Brasil pode ser representado por diferentes aspectos geográficos, históricos, políticos e demográficos. Assim, os mapas que representam um assunto específico são chamados de mapas temáticos. Por exemplo:

  • O clima e seus fenômenos meteorológicos - mapa climático
  • A cobertura vegetal - mapa de vegetação
  • Os relevos e altitudes - mapa físico
  • Os transportes - (rodovias, ferrovias, rios navegáveis) - mapa dos transportes

Veja o exemplo do Mapa físico do Brasil mostrando seu relevo e as altitudes:

Mapa Físico do Brasil

História do Mapa do Brasil

Os limites do futuro território brasileiro foram definidos antes mesmo do descobrimento, em 1494, com a assinatura do Tratado de Tordesilhas, entre Portugal e Espanha.

Tratado de Tordesilhas

Pelo Tratado de Tordesilhas, o domínio lusitano consistia em todas as terras existentes do lado oriental de uma linha imaginária traçada a oeste de Cabo Verde. Por outro lado, a parte ocidental pertencia à Espanha.

A representação do mapa do Brasil obedecendo às definições do acordo foi indicada pelo cartógrafo português Luís Teixeira em 1574.

Mapa do Brasil

Primeiros Mapas

A primeira representação gráfica da América portuguesa aparece no mapa de Juan de la Cosa (1460-1510), navegador, cartógrafo e diplomata espanhol.

Ele havia acompanhado Cristóvão Colombo na sua primeira e segunda expedição, em 1492 e 1493, respectivamente.

Voltaria à América na esquadra liderada por Alonso de Ojeda (1466-1516) e ao regressar confecciona um mapa, provavelmente, a pedido dos reis Isabel e Fernando.

O mapa é um dos mais atualizados de sua época e já inclui as terras avistadas por Vasco da Gama e Bartolomeu Dias. Igualmente, traz a América Central e do Sul.

As terras de portuguesas aparecem em azul com a indicação "ilha descoberta por Portugal", o que demonstra que Juan de la Cosa estava familiarizado com a chegada de Pedro Álvares Cabral àquele lugar.

Este mapa se encontra em exposição permanente no Museu Naval, em Madri:

Mapa Juan de la Cosa
Mapa de Juan de la Cosa: em verde, a América e à direita, Europa e Ásia. Abaixo, no centro, uma ilha pintada de azul que seria a Ilha de Santa Cruz.

As primeiras representações gráficas sobre o Brasil datam de 1502 e foram organizadas pelo comerciante italiano Alberto Cantino.

Cantino era um espião a serviço do duque de Ferrara e comprou o documento enquanto estava em Lisboa. O mapa data provavelmente de 1502 e sua descrição da costa da América Portuguesa já mostra detalhes do litoral.

Não se conhece o autor do mapa, mas ele sabia dos resultados da expedição integrada pelo navegador italiano Américo Vespúcio (1454-1512).

O original deste mapa se encontra na Biblioteca de Módena, na Itália.

Mapa do BrasilPrimeiro mapa a representar o território brasileiro por Alberto Cantino

Também foi um italiano, Jerônimo Marini, o primeiro cartógrafo a confeccionar um mapa com a denominação de Brasil, em 1511.

Atlas Português

O Atlas Português também conhecido como Atlas Muller foi confeccionado a pedido do rei Dom Manuel (1569-1521).

Além de representar a costa do futuro Brasil com precisão é ilustrado com as riquezas que o Novo Mundo possuía: madeira, rios, natureza exuberante, indígenas desnudos, animais imaginários e reais.

A América Portuguesa recebia o nome de Terra Brasilis. Atualmente, o documento original se encontra na Biblioteca de Paris.

Atlas Müller

A partir do momento que os portugueses foram se fixando a terra e colonizando-a, os mapas foram se aprimorando.

No entanto, foram os holandeses que passaram a estudar mais a cartografia da região a partir de 1630. Isso ocorreu em consequência da instalação da Companhia das Índias Ocidentais na região Nordeste.

A cartografia foi usada como base para garantir o domínio português em várias ocasiões da história. Por conta do risco de perder o território, a Coroa portuguesa foi obrigada a investir em estudos cartográficos.

Atlas do Brasil

O primeiroAtlas do Brasil foi confeccionado pelo cartógrafo João Teixeira Albernaz, o Velho, em 1640. As cartas cartográficas demonstram que o domínio do Brasil começava no Rio da Prata, incluía o Uruguai, e terminava na foz do Rio Amazonas.

A publicação trazia em destaque o mapa de várias províncias da América Lusitana como o Rio Grande do Sul e o Uruguai (reivindicado pela Coroa portuguesa).

A busca pelo conhecimento do território e sua representação no papel permaneceu intensa após a assinatura do Tratado de Utrecht, em 1713.

Foi, contudo, em 1729, que o trabalho recebeu ordem prioritária. Nove anos antes, um estudo francês questionava a divisa com a Guiana Francesa e a Coroa portuguesa enviou uma missão jesuíta para detalhar os domínios nacionais.

Os estudos foram concluídos pelo diplomata português Alexandre Gusmão (1695-1753), que elaborou o Mapa das Cortes. Os resultados foram usados para embasar as negociações do Tratado de Madri, em 1750, que definia as áreas de posse portuguesa e espanhola.

Mais detalhes sobre as fronteiras e a divisão interna da colônia portuguesa ficaram a cargo de astrônomos, engenheiros militares, desenhistas e matemáticos.

Dos estudos resultou Carta Geographica de Projeção Espherica da Nova Lusitânia ou América Portuguesa e Estado do Brasil, publicada em 1797.

Leia mais: