Golpe da Maioridade


O Golpe da Maioridade, também conhecido como Declaração da Maioridade, garantiu a D. Pedro II o cargo de imperador quando ele tinha 14 anos, em 1840.

Oficialmente chamado de Declaração de Maioridade, foi a estratégia do partido liberal para dar fim ao Período Regencial ( 1831-1840), em que o Brasil passou a ser governado por regências, após a abdicação de D. Pedro I (pai de D. Pedro II) como imperador do País.

Em 23 de julho de 1840, Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bibiano Francisco Xavier de Paula Leocádio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Bragança e Bourbon (nome completo de D. Pedro II) foi declarado maior de idade.

Golpe da MaioridadeD. Pedro II, o segundo e último imperador do Brasil

O objetivo era restabelecer a estabilidade do Brasil. O País estava marcado pela instabilidade política e social do Primeiro Reinado (1822-1831) e que se mantinha do Período Regencial (1831-1840).

No Primeiro Reinado, que teve início com a Independência do Brasil, D. Pedro I foi um imperador centralizador e autoritário. As condições eram precárias e o descontentamento da população crescia, até que D. Pedro viu-se obrigado a abdicar do trono.

Seu sucessor, D. Pedro II, tinha apenas 5 anos aquando da abdicação. Por esse motivo, o País passou a ser governado por regentes, os quais eram representados por grupos políticos (liberais e conservadores) que defendiam princípios diferentes.

A disputa de poder resultou numa série de revoltas, tais como a Guerra dos Farrapos e a Sabinada.

Muitos acreditavam que a instabilidade era causada especialmente em decorrência da omissão de uma figura que governasse o País. Assim, os liberais consolidaram a ideia de que era preciso centralizar novamente o poder.

Apoiado pelo partido liberal, o projeto que antecipava a maioridade avançou. Foi criado o Clube da Maioridade, que era liderado por Antônio Carlos de Andrada e Silva. A estratégia era reduzir a maioridade do imperador para que D. Pedro II, que transmitia a ideia de esperança, pudesse assumir a liderança do Brasil.

Importa referir que na Constituição de 1824 havia sido outorgada a maioridade do imperador aos 21 anos.

D. Pedro II deu início ao Segundo Império do Brasil, cujo período compreende as datas de 23 de julho de 1840 a 15 de novembro de 1889, data da Proclamação da República.