Golpe da Maioridade

Juliana Bezerra

O Golpe da Maioridade, também conhecido como Declaração da Maioridade, garantiu ascensão ao trono de D. Pedro II, em 23 de julho de 1840, aos 14 anos.

A antecipação da maioridade foi a estratégia do Partido Liberal para dar fim ao Período Regencial (1831-1840), quando o Brasil foi governado por regências.

Isto aconteceu por conta da abdicação de D. Pedro I (pai de D. Pedro II) como imperador do País. O herdeiro só tinha cinco anos naquela ocasião.

Por isso, Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bibiano Francisco Xavier de Paula Leocádio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Bragança e Bourbon (nome completo de D. Pedro II) foi declarado maior de idade.

Golpe da Maioridade
Dom Pedro II, aos 12 anos (1837)

D. Pedro II, o segundo e último imperador do Brasil

O objetivo do Golpe da Maioridade era restabelecer a estabilidade política ao Brasil. O País estava marcado por confrontos políticos e sociais no Primeiro Reinado (1822-1831) e que se mantinham no Período Regencial (1831-1840).

Durante o Primeiro Reinado, que teve início em 1822, D. Pedro I foi um imperador centralizador, desagradando muito dos seus apoiadores. Com a morte de Dom João VI, em Portugal, Dom Pedro I assumiu como rei deste país, e se encontrava dividido entre o Brasil e Portugal. Desta maneira, D. Pedro I viu-se obrigado a abdicar do trono brasileiro.

Seu sucessor, D. Pedro II, tinha apenas 5 anos. Por esse motivo, o País passou a ser governado por regentes, os quais eram representados por grupos políticos (liberais e conservadores) que defendiam princípios diferentes.

A disputa de poder resultou numa série de revoltas, tais como a Guerra dos Farrapos, Cabanagem, Balaiada e a Sabinada.

Motivos para o Golpe da Maioridade

Muitos acreditavam que a instabilidade era causada especialmente em decorrência da omissão de uma figura forte que governasse o País. No entanto, a Constituição de 1824 previa a maioridade do imperador somente aos 21 anos.

Os liberais, entretanto, conceberam a ideia de que era preciso centralizar novamente o poder. Por isso, apresentaram um projeto que antecipava a maioridade para ser votada pela Câmara em três vezes ocasiões.

Igualmente, foi criado o Clube da Maioridade, liderado por Antônio Carlos de Andrada e Silva. A estratégia era reduzir a maioridade do imperador para que D. Pedro II, que transmitia a ideia de unidade nacional, pudesse assumir a liderança do Brasil.

D. Pedro II deu início ao Segundo Império do Brasil, cujo período compreende as datas de 23 de julho de 1840 a 15 de novembro de 1889, data do golpe da República, também conhecido como a Proclamação da República.

Leia também:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.