Hipoderme


A hipoderme ou tecido subcutâneo localiza-se abaixo da derme, portanto, é uma profunda camada de tegumento.

Ela é formada por tecido conjuntivo e representa entre 15% a 30% do peso corporal.

A ligação entre a derme e a hipoderme é garantida por fibras de elastina e colágeno. A espessura da hipoderme varia de acordo com a região do corpo e sexo do indivíduo.

Porém, é importante destacar que a hipoderme não é considerada uma das camadas da pele, mesmo mantendo uma estreita relação funcional com a derme e da difícil distinção entre os limites das duas estruturas.

Localização da hipoderme
Camadas da pele e localização da hipoderme

Função

A hipoderme apresenta importante funções para o organismo, das quais destacam-se:

  • Reserva de energia: o tecido adiposo armazena energia que pode ser utilizada pelo corpo em momentos de necessidade. Em casos de jejuns prologados, por exemplo, o organismo utilizará a energia acumulada no tecido adiposo.
  • Defesa contra choques físicos: protege os órgãos e ossos, servindo para "acolchoar" essas estruturas e amortecer contra traumas físicos. Ao mesmo tempo, também modela o corpo.
  • Isolante térmico: a camada de tecido subcutâneo contribui para regular a temperatura corporal. Por exemplo, uma camada de tecido adiposo protege o corpo contra o frio. Esse processo é conhecido por termorregulação.
  • Conexão: a hipoderme conecta a derme aos músculos e ossos. Portanto, é responsável por fixar a pele a estruturas adjacentes.

Histologia

Os principais tecidos que formam a hipoderme são o adiposo e o conjuntivo frouxo vascularizado.

As principais células da hipoderme são os adipócitos, responsáveis por produzir e acumular gordura. Eles são células grandes e quanto mais gordura armazenam, aumentam ainda mais de tamanho, estando essa condição relacionada ao ganho de peso.

Na hipoderme também são encontradas fibras de elastina e colágeno, veias e capilares sanguíneos.

Saiba mais, leia também: