Homo sapiens sapiens

Lana Magalhães

O Homo sapiens sapiens é a denominação científica do homem moderno, sendo uma subespécie do Homo sapiens.

O termo Homo sapiens deriva do latim "homem sábio, homem que sabe".

Classificação do Homem Moderno

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Mammalia
Ordem: Primata
Subordem: Antropoidea
Família: Hominidea
Gênero: Homo
Espécie: Homo sapiens
Subespécie: Homo sapiens sapiens

Resumo da História Evolutiva do Homem Moderno

O homem moderno compartilha com gorilas e chimpanzés um ancestral em comum.

Algumas espécies anteriores ao Homo sapiens sapiens, conforme o processo evolutivo, são: australopitecos, Homo ergaster, Homo erectus, Homo neanderthalensis e Homo sapiens.

Os australopitecos habitaram as savanas arbóreas da África, por volta de 2,8 a 2,3 milhões de anos atrás.

Diversas espécies de australopitecos eram capazes de andar eretos ou semi-eretos e tinham cérebros pequenos.

Nesse período, a África sofria uma série de mudanças ambientais que transformaram suas savanas arbóreas, habitadas pelos australopitecos, em savanas abertas.

Assim, os australopitecos começaram a ficar expostos aos predadores, em virtude da diminuição de abrigos. Esse fato levou à extinção da maioria dos australopitecos.

Apenas algumas linhagens foram capazes de se adaptar e sobreviver, possibilitando o surgimento de hominídeos.

Os hominídeos andavam eretos, utilizavam o fogo e ferramentas rudimentares.

O sucesso dessas linhagens, devido ao desenvolvimento do sistema nervoso, fez com que surgissem espécies de primatas do gênero Homo.

O Homo erectus, surgiu a aproximadamente 1,5 milhão de anos, e é uma das mais duradouras espécies do gênero Homo.

O Homo ergaster seria uma sub-espécie do H. erectus que teria migrado para a Europa e parte da Ásia, onde deu origem a várias linhagens, uma delas o Homo neanderthalensis.

As linhagens de H. erectus tinham postura ereta, testas baixas com protuberâncias ósseas próximas das órbitas oculares e poucos pelos no corpo.

O H. neanderthalensis, os neandertais, tinham o corpo adaptado ao frio, ausência de queixo, testa baixa, pernas arqueadas e cérebro maior do que os dos seres humanos atuais.

Atualmente, acredita-se que o homem moderno surgiu na África entre 200 mil a 150 mil anos atrás, a partir das linhagens de H. ergaster.

Características do Homo sapiens

A principal característica do homem moderno, comparado aos seus ancestrais, é o cérebro bem desenvolvido.

De fato, o aumento volume craniano durante o processo evolutivo da espécie humana é notável. Dos 450 cm3 dos australopitecos até os 1.350 cm3 do Homo sapiens moderno.

O desenvolvimento do sistema nervoso possibilitou a capacidade de raciocínio, linguagem e inteligência.

Desenvolvimento da linguagem simbólica, diretamente relacionada ao pensamento humano.

O homem moderno vive em sociedade, conforme seus sistemas de comunicação, modos de vida e tradições, o que denominamos de cultura.

Além da postura ereta, com amplos movimentos corporais.

Saiba mais sobre o Homem na Pré-História.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.