Homozigoto e Heterozigoto

Lana Magalhães

Na genética, os seres homozigotos possuem pares de genes alelos idênticos, enquanto que os heterozigotos caracterizam os indivíduos que possuem dois genes alelos distintos.

Genes Alelos

É importante frisar os conceitos de genes e cromossomos, uma vez que os genes são diminutos segmentos de DNA e os cromossomos são segmentos de genes, os quais ocupam uma posição específica denominada “lócus”.

Os genes alelos, responsáveis por determinarem as características biológicas dos seres, são segmentos de DNA (ácido desoxirribonucleico) que encontram-se no mesmo lócus nos cromossomos homólogos.

Eles são constituídos de pares adquiridos dos progenitores, sendo um deles proveniente da mãe (óvulo) e outro, do pai (espermatozoide).

Dessa maneira, quando os genes alelos são iguais denomina-se "homozigotos" e quando diferentes, "heterozigotos". São classificados em:

  • genes alelos recessivos, representados por letras minúsculas (aa, bb, vv)
  • genes alelos dominantes, representados por letras maiúsculas (AA, BB, VV)

Homozigoto

Os indivíduos homozigotos são chamados de “puros”, visto que são caracterizados por pares de genes alelos idênticos.

Ou seja, os alelos análogos produzirão apenas um tipo de gameta representado pelas letras iguais (AA, aa, BB, bb, VV, vv), sendo que as maiúsculas são chamadas de dominantes, enquanto que as minúsculas são as possuidoras do caráter recessivo.

Em outras palavras, os homozigotos são compostos de alelos iguais, porém, podem ser recessivos ou dominantes, como é o caso das evidências resultantes das Leis de Mendel.

A partir do cruzamento de ervilhas, as ervilhas verdes eram recessivas de genótipo v v e, por outro lado, as ervilhas amarelas eram consideradas as ervilhas homozigotos de caráter dominante, indicada pelos alelos V V.

Heterozigoto

Os chamados heterozigotos ou "híbridos", correspondem aos indivíduos que possuem pares de alelos distintos que determinam tal característica.

Na medida que nos heterozigotos os pares de alelos são diferentes, eles são representados pela união das letras maiúsculas e minúsculas, por exemplo, Aa, Bb, Vv.

Note que nas experiências de Mendel (1822-1884), o botânico identificou que todos os indivíduos da primeira geração (F1) do cruzamento de ervilhas, eram heterozigóticas (característica da ervilha amarela) e, portanto, os genes de alelos eram diferentes.

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.