Mais ou Mas?


O “mais” e o “mas” são duas palavras que tem um som parecido, no entanto, são utilizadas em contextos distintos. Confira abaixo a diferença entre elas e suas regras de uso.

Mais

A palavra “mais” possui como antônimo o “menos”. Nesse caso, ela indica a soma ou o aumento da quantidade de algo.

Embora seja mais utilizada como advérbio de intensidade, dependendo da função que exerce na frase, o “mais” pode ser substantivo, preposição, pronome indefinido ou conjunção.

Exemplos:

Quero ir mais vezes para a Europa.
Hoje vivemos num mundo melhor e mais justo.
Jonatas foi à festa com seu amigo mais sua namorada.

Dica: Uma maneira de saber se você está usando a palavra corretamente é trocar pelo seu antônimo “menos”.

Mas

A palavra “mas” pode desempenhar o papel de substantivo, conjunção ou advérbio.

1. Como substantivo, o “mas” está associado a algum defeito.

Exemplo: Nem mas, nem meio mas, faça já seus deveres de casa.

2. Como conjunção adversativa, o “mas” é utilizado quando o locutor quer expor uma ideia contrária a que foi dita anteriormente.

Exemplo: Sou muito calmo, mas estou muito nervoso agora.

Nesse caso, ela possui o mesmo sentido de: porém, todavia, contudo, entretanto, contanto que, etc.

3. Como advérbio, o “mas” é empregado para enfatizar alguma informação.

Exemplo: Ela é muito dedicada, mas tão dedicada, que trabalhou anos vendendo doces.

Não Confunda!

A palavra "más" com acento é o plural de "mal", ou seja, é um adjetivo sinônimo de ruim, por exemplo:

Nesse semestre suas notas estão muito más.

Vídeo

Para compreender melhor as diferenças entre esses termos, assista o vídeo abaixo:

Exercícios com Gabarito

1. (Cesgranrio) Para estar de acordo com a norma-padrão, a frase abaixo deve ser completada.

Esperamos que, daqui ____ alguns anos, não tenhamos de lidar ____ com os mesmos problemas que enfrentamos já ____ duas décadas no Brasil.

A sequência de palavras que completa as lacunas acima de acordo com a norma-padrão é:

a) a – mas – há
b) a – mais – a
c) a – mais – há
d) há – mas – há
e) há – mais – a

Alternativa c: a – mais – há

2. (MS-Concursos/2017) Com referência às palavras “mas” (conjunção), “más” (adjetivo) e “mais” (advérbio), assinale a alternativa incorreta:

a) A espada vence, mais não convence.
b) Fiz tudo muito calmamente: devagar se chega mais depressa.
c) Aquelas mulheres são más.
d) O Sol, isto é, a mais próxima das estrelas, comanda a vida terrestre.

Alternativa a) A espada vence, mais não convence.

3. (Cesgranrio-2018) A palavra destacada está corretamente grafada de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa em:

a) A existência de indivíduos com suas diferentes culturas faz com que o mundo se torne muito complexo, mais essa convivência só se tornará possível se as diferenças forem respeitadas.

b) A superlotação das cidades prejudica a qualidade de vida, mais a busca por melhores oportunidades mantém o processo de migração rural para os centros urbanos.

c) A tecnologia nos torna muito dependentes porque precisamos dela em todos os momentos, mais ela tem proporcionado grandes conquistas para a humanidade.

d) As novas tecnologias de comunicação têm contribuído para a vida das pessoas de forma decisiva, mais precisamente nas relações interpessoais de caráter virtual.

e) As recentes discussões a respeito das desigualdades sociais revelam que ainda falta muito para serem eliminadas, mais é preciso enfrentar questões fundamentais.

Alternativa d) As novas tecnologias de comunicação têm contribuído para a vida das pessoas de forma decisiva, mais precisamente nas relações interpessoais de caráter virtual.

4. (IBFC-2015) No fragmento “Mais um conhecido, mas daqueles que você não pode deixar de ir ao velório.”, estão destacadas duas palavras que se aproximam quanto à pronúncia, contudo diferenciam-se quanto à classificação morfológica. Assinale a opção que indica, respectivamente, o valor semântico que elas introduzem.

a) intensidade e oposição
b) adição e explicação
c) oposição e conclusão
d) retificação e intensidade

Alternativa a) intensidade e oposição

Veja também outras dúvidas de português:

Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.