Orações Coordenadas

Daniela Diana

As orações coordenadas são orações independentes, ou seja, não há relação sintática entre elas.

Elas são classificadas em dois tipos: orações coordenadas sindéticas e orações coordenadas assindéticas.

Orações assindéticas

As orações coordenadas assindéticas são caracterizadas pelo período composto justaposto, ou seja, não são ligadas através de nenhum conectivo.

Exemplos:

  • Chegamos na praia, nadamos, jogamos, comemos.
  • Pegou a chave, abriu a porta, suspirou fundo.
  • Não tem vontade de comer, estudar, sair.

Orações sindéticas

As orações coordenadas sindéticas são caracterizadas pelo período composto ligado através de uma conjunção ou locução coordenativa.

Assim, dependendo dos conectivos presentes nas orações, elas podem ser: aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas e explicativas.

1. Oração coordenada sindética aditiva

As orações coordenadas sindéticas aditivas são aquelas que transmitem uma ideia de adição, soma.

Os conectivos que coordenam as orações aditivas são: e, nem, não só, mas também, mas ainda, como, assim, etc.

Exemplos:

  • Chegamos à praia e nadamos.
  • Não faz nem deixa ninguém fazer.
  • Gosta de ficar em casa, como também gosta de sair.

2. Oração coordenada sindética adversativa

As orações coordenadas sindéticas adversativas são aquelas que transmitem uma ideia de oposição ou de contraste.

Os conectivos que coordenam as orações adversativas são: e, mas, contudo, todavia, entretanto, porém, no entanto, ainda, assim, senão, etc.

Exemplos:

  • Eles queriam sair, porém, estava chovendo.
  • Seu mau feitio, no entanto, deixou todos desanimados.
  • Trabalha, mas nunca guarda dinheiro.

3. Oração coordenada sindética alternativa

As orações coordenadas sindéticas alternativas são aquelas que enfatizam uma escolha dentre as opções existentes.

Os conectivos que coordenam as orações alternativas são: ou, ou … ou; ora … ora; quer … quer; seja … seja, etc.

Exemplos:

  • Ora gosta de vestidos, ora gosta de sapatos.
  • Fale agora ou cale-se para sempre.
  • Vou falar com ele, quer você queira, quer não.

Leia também: Conjunções: e, mas, ou, logo, pois, que, como, porque.

4. Oração coordenada sindética conclusiva

As orações coordenadas sindéticas conclusivas são aquelas que expressam conclusões.

Os conectivos que coordenam as orações conclusivas são: logo, portanto, por fim, por conseguinte, pois, então, consequentemente, etc.

Exemplos:

  • São adolescentes, logo irão namorar.
  • Cheguei atrasada, portanto terei que aguardar que me chamem novamente.
  • Tirou o bolo do forno agora mesmo, então não o pode comer já.

5. Oração coordenada sindética explicativa

As orações coordenadas sindéticas explicativas expressam uma explicação sobre algo que foi referido anteriormente.

Os conectivos que coordenam as orações explicativas são: isto é, ou seja, a saber, na verdade, porque, que, pois, etc.

Exemplos:

  • Descemos do carro, porque o trânsito estava parado.
  • Ela não atende o telefone, ou seja, ela não quer saber de nós.
  • Ela não sabe da novidade, pois não disse nada.

Saiba mais sobre esse tema em:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.