Polissemia

Daniela Diana

A Polissemia representa a multiplicidade de significados de uma palavra. Do grego polis, significa "muitos", enquanto sema refere-se ao "significado".

Portanto, um termo polissêmico é aquele que pode apresentar significados distintos de acordo com o contexto. Apesar disso, eles têm a mesma etimologia e se relacionam em termos de ideia.

Exemplos de polissemia

Vejamos alguns exemplos no qual as mesmas palavras são utilizadas em diferentes contextos:

Exemplo 1

  1. A letra da música do Chico Buarque é incrível.
  2. A letra daquele aluno é inteligível
  3. Meu nome começa com a letra D.

Logo, constatamos que a palavra "letra" é um termo polissêmico, visto que abarca significados distintos dependendo de sua utilização.

Assim, na frase 1, a palavra é utilizada como "música, canção". Na 2 significa "caligrafia". Já na oração 3 indica a "letra do alfabeto". Apesar dos muitos significados, todos se relacionam com a ideia de escrita.

Exemplo 2

  1. A boca da garrafa de cerveja está com ferrugem.
  2. O seu João continua mandando bocas para a vizinha do 1.º D.
  3. E que tal se você fechasse a boca?

Na oração 1 a boca da garrafa é a abertura do recipiente, enquanto na 2, tem o sentido de provocação. Apenas na oração 3 é feita referência à parte do corpo. Todos, nos entanto, se relacionam com a função da boca: abertura, fala.

Exemplo 3

  1. A praia parecia um formigueiro no sábado.
  2. O paciente queixou-se ao médico do formigueiro nas mãos.
  3. Foi todo picado logo depois de pisar num formigueiro.

Na oração 1, formigueiro tem o sentido de multidão, na oração 2, tem o sentido de coceira. E, finalmente, na oração 3, o formigueiro refere-se à toca das formigas. Todos se relacionam com a ideia de multidão, muitas formigas passando dão a sensação de comichão, por exemplo.

Polissemia e Ambiguidade

Ambiguidade é variedade de interpretação que um discurso pode conter.

Exemplo: Ninguém conseguia se aproximar do porco do tio, tão bravo ele era.

  • Essa oração pode ser entendida com ironia, na medida em que pode ser interpretada como uma ofensa ao tio. Ao mesmo tempo, o tio pode realmente ter um suíno que é bravo.

Polissemia e Homonímia

Há outros termos que apesar das semelhanças gráficas e na pronúncia, apresentam significados diferentes. Trata-se dos homônimos perfeitos.

A diferença entre os termos polissêmicos e os homônimos é que a sua origem etimológica, além da ideia que expressam, são diferentes.

Exemplos:

  1. Estava uma fila enorme no banco por causa do dia do pagamento dos trabalhadores.
  2. Joana sentou no banco da praça para terminar de ler seu livro.
  3. Se você não tiver dinheiro, eu banco nossa viagem ao exterior.

No exemplo acima, podemos constatar que o termo "banco" é homônimo. A mesma palavra significa: instituição financeira (oração 1); assento (oração 2) e arcar com as despesas, pagar (oração 3).

Leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.