Questões sobre Revolução Francesa

Juliana Bezerra

A Revolução Francesa, iniciada em 1789, foi um processo que influenciou todos os países do mundo ocidental.

Conhecê-la é fundamental para entender sobre a independência do Brasil e até a política atual. Por isso, preparamos vários exercícios sobre a Revolução Francesa, divididos em níveis de dificuldade e com gabarito comentado para você.

Bons estudos!!

Nível fácil

Questão 1

Em 1791, os colonos franceses quiseram contestar o jugo da metrópole, que se reservava o direito de monopólio sobre suas mercadorias. Os escravos também aproveitam para se sublevar e os “sang-melés” (literalmente, sangue misturado), reivindicam a cidadania francesa. Eles a obtém em 1792 e no ano seguinte, a escravidão é abolida.

Ribbe, Claude. L'indépendence d'Haïti. Consultado em 04.09.2020

Qual foi o episódio, ocorrido em agosto de 1791, que provocou tantas mudanças no Haiti?

a) A Queda da Bastilha, em Paris.
b) A coroação de Bonaparte como Imperador dos franceses.
c) A promulgação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.
d) A morte do rei Luís XVI pela guilhotina.

Alternativa correta: c) A promulgação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.

Este documento, promulgado em 26 de agosto de 1791, declarava que todos os homens nasciam livres e iguais, algo que foi rapidamente interpretado como um convite à abolição e independência política pelos haitianos.

a) ERRADA. A Queda da Bastilha ocorreu em 14 de julho de 1789.
b) ERRADA. A coroação de Bonaparte aconteceu em 2 de dezembro de 1804.
c) ERRADA. A morte de Luís XVI pela guilhotina foi em 21 de janeiro de 1793.

Questão 2

"Como terror entende-se (...) um tipo de regime particular, ou melhor, o instrumento de emergência a que um Governo recorre para manter-se no poder."

(N. Bobbio, Dicionário de Política, editora UNB)

Assinale a alternativa que expressa as características do Período do Terror da França:

a) Qualquer pessoa suspeita de contrarrevolucionária poderia ser presa e até mesmo guilhotinada.
b) Apesar da atmosfera de medo decretada por Robespierre, as garantias constitucionais de julgamento foram mantidas.
c) A situação caótica entre os jacobinos e os girondinos fizeram que estes últimos decretassem o estado de Terror.
d) Os anos do terror não foram tão rigorosos: apenas a propaganda dos contrarrevolucionários que espalhou esta fama injustificada.

Alternativa correta: a) Qualquer pessoa suspeita de contrarrevolucionária poderia ser presa e até mesmo guilhotinada.

O Período do Terror foi caracterizado por uma violenta perseguição aos suspeitos de conspirarem contra a República francesa. Sendo assim, não era necessária nenhuma acusação formal para os opositores serem levados à prisão e à morte.

b) ERRADA. As garantias de julgamento foram suprimidas através da Lei dos Suspeitos de 17.09.1793.
c) ERRADA. O que aconteceu foi o contrário do que está expresso na sentença. Quem decretou o Período do Terror forma os jacobinos.
d) ERRADA. Os anos do terror foram realmente severos para todos aqueles que se opusessem às ideias de Robespierre e não se trata apenas de propaganda contrarrevolucionária.

Questão 3

Observe atentamente a gravura abaixo e assinale a alternativa correta:

Caricatura dos três estados que formavam a França no Antigo Regime: clero, nobreza e camponeses

a) O desenho desaprova o modo de vestir dos servos que era ridicularizado pelo clero e a nobreza.
b) A imagem retrata a sociedade francesa do Antigo Regime - clero, nobreza e servos - quando somente estes últimos pagavam impostos.
c) Percebe-se a crítica à injustiça social que vigorava na sociedade francesa, pois o somente os nobres eram taxados.
d) Trata-se de um símbolo da diversidade social que havia na França.

Alternativa correta: b) A imagem retrata a sociedade francesa do Antigo Regime - clero, nobreza e servos - quando estes últimos pagavam impostos.

a) ERRADA. O desenho não se trata de criticar o modo de vestir ou não dos servos.
c) ERRADA. A imagem é uma crítica à injustiça social, mas os nobres não eram taxados.
d) ERRADA. Justamente o oposto, pois não havia diversidade social na França do Antigo Regime.

Nível médio

Questão 4

Leia os dois artigos abaixo, extraídos da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, de 26 de agosto de 1789.

Artigo 1º: Os homens nascem e permanecem livres e iguais em direitos. As distinções sociais não podem ser fundamentadas senão sobre a utilidade comum.

Artigo 6º: A lei é a expressão da vontade geral. Todos os cidadãos têm o direito de concorrer, pessoalmente ou pelos seus representantes, na sua formação. Ela tem de ser a mesma para todos, quer seja protegendo, quer seja punindo. Todos os cidadãos, sendo iguais aos seus olhos, são igualmente admissíveis a todas as dignidades, lugares e empregos públicos, segundo a capacidade deles, e sem outra distinção que a de suas virtudes e talentos.

Ambos os artigos introduzem, na política, o princípio de:

a) Renda universal
b) Nacionalidade
c) Cidadania
d) Livre circulação de pessoas

Alternativa correta: c) Cidadania

A cidadania é o conceito que se expressa nos dois artigos, pois através dela, todos os seres humanos são iguais perante a lei, acabando com a sociedade estamental que existia no Antigo Regime.

a) ERRADA. Não existe nenhuma referência à renda universal nos artigos citados.
b) ERRADA. Os textos não fazem menção à questões de nacionalidade ou estrangeiro.
d) ERRADA. Também não se encontra nada que diga respeito à livre circulação de pessoas.

Questão 5

“Compete-vos, portanto, decidir se Luís é inimigo do povo francês, se é estrangeiro (...) Luís combateu o povo: foi vencido. É um bárbaro, um estrangeiro prisioneiro de guerra (...) o traidor não era o rei dos franceses, era o rei de alguns conjurados. Fazia recrutamentos secretos de tropas, tinha magistrados particulares; considerava os cidadãos como seus escravos (...).”

Discursos e relatórios. Saint-Just. Lisboa: Presença, 1975, p. 41.

O discurso de Saint-Just, com seu tom acusatório, remete as relações entre a população e o rei Luís XVI, durante o processo revolucionário, que teve como consequência:

a) O julgamento de Luís XVI.
b) O juramento da Constituição pelo rei
c) A queda da Bastilha.
d) A toma do poder por Napoleão Bonaparte.

Alternativa correta: a) O julgamento de Luís XVI.

Após a Queda da Bastilha, o rei Luís XVI se sente ameaçado e prefere fugir com sua família. Capturado é reconduzido às suas funções, mas não resiste quando uma multidão invade o Palácio das Tulherias e o prende. Posteriormente seria acusado de traição e guilhotinado.

b) ERRADA. O autor não faz nenhuma referência à Constituição.
c) ERRADA. Aqui se fala somente do rei Luís XVI e não da invasão e destruição da Bastilha.
d) ERRADA. Napoleão Bonaparte não é mencionado no texto.

Questão 6

"Não era simplesmente um oportunismo chamar à revolução todos os oprimidos da sociedade feudal. (...) Além disso, o processo revolucionário francês significava uma aposta na Razão, contra tudo aquilo que desejava limitar sua potência e apreensão do mundo e na Ação humana como instrumento capaz de intervir sucessivamente nos rumos da história."

(TONET, Ivo – Revolução Francesa: de 1789 a 1799. http://ivotonet.xp3.biz/arquivos/revolucao_francesa.pdf. Consultado em 29.07.20)

Qual atitude da Revolução Francesa representava uma "aposta na Razão" como diz o texto?

a) A substituição do calendário gregoriano para o calendário revolucionário.
b) O fechamento dos conventos e mosteiros, expulsão e até morte de religiosos.
c) A instituição do sufrágio universal em todos os níveis.
d) A vitória militar contra os inimigos da Revolução.

Alternativa correta: b) O fechamento dos conventos e mosteiros, expulsão e até morte de religiosos.

A religião em geral e a Igreja Católica em particular eram apontadas pelo Iluminismo e pela burguesia como uma das instituições a serem eliminadas da sociedade. Por isso, o clero foi duramente reprimido, igrejas saqueadas e mosteiros fechados.

a) ERRADA. A substituição dos calendários revela vontade dos revolucionários em controlar a vida da população.
c) ERRADA. Somente o sufrágio universal masculino foi instituído e as mulheres tiveram que esperar muito tempo para votar.
d) ERRADA. As vitórias militares não eram identificadas como um impedimento para o progresso da França.

Nível difícil

Questão 7

Em 4 de julho de 1776, as treze colônias que vieram inicialmente a constituir os Estados Unidos da América (EUA) declaravam sua independência e justificavam a ruptura do Pacto Colonial. Em palavras profundamente subversivas para a época, afirmavam a igualdade dos homens e apregoavam como seus direitos inalienáveis: o direito à vida, à liberdade e à busca da felicidade. Afirmavam que o poder dos governantes, aos quais cabia a defesa daqueles direitos, derivava dos governados. Esses conceitos revolucionários que ecoavam o Iluminismo foram retomados com maior vigor e amplitude treze anos mais tarde, em 1789, na França.

Emília Viotti da Costa. Apresentação da coleção. In: Wladimir Pomar. Revolução Chinesa. São Paulo: UNESP, 2003 (com adaptações).

A influência da Revolução Americana e do Iluminismo é sentida até hoje na Constituição brasileira. A partir da leitura do texto, qual o princípio que está consagrado na Carta Magna que se inspirou nos fatos ocorridos no séc. XVIII?

a) “A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal.”
b) “Ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política (...)”
c) “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.”
d) “São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.”

Alternativa correta: c) “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.”

A Constituição americana, influenciada diretamente pelas ideias iluministas, consagra o princípio que o poder vem do povo e não do soberano ou de alguma divindade. A Constituição do Brasil, de 1986, também consagra este princípio.

a) ERRADA. Neste artigo está consagrado o princípio de unidade territorial, algo que não está expresso no texto da questão.
b) ERRADA. Aqui vemos como o ideal de respeito de liberdade religiosa e política é consagrado como um direito constitucional, algo que não é mencionado no enunciado da questão.
d) ERRADA. Esta frase nos remente à independência de poderes, ideias de Montesquieu que foram incorporadas à Constituição americana, mas que não são citadas no trecho acima.

Questão 8

"A burguesia estava se tornando economicamente relevante na França nos anos pré-revolução, mas não via esse mesmo crescimento acontecer com o poder político. Antoine Barnave (1761-1793), um dos nomes mais importantes da Revolução, disse em certo momento que “Uma nova distribuição da riqueza pressupõe uma nova distribuição do poder“.

(CORRADINI, Raphael. Revolução Francesa: etapas, causas e consequências. https://www.politize.com.br/revolucao-francesa/). Consultado em 29.07.20.

Este momento histórico vivido pela burguesia pode ser resumido na seguinte opção:

a) Alternância entre partidos políticos.
b) Equilíbrio de forças políticas.
c) Luta de classes
d) Divisão de poder

Alternativa correta: d) Divisão de poder

O texto expressa a mudança histórica do papel da burguesia no século XVIII: de classe sem poder político para a classe protagonista da política nacional. Por isso, "divisão de poder" é a alternativa correta.

a) ERRADA. Os partidos políticos não eram uma realidade do século XVIII e não são citados.
b) ERRADA. O texto não fala de equilíbrio de poder, mas sim da distribuição do mesmo.
c) ERRADA. O conceito de "luta de classes", elaborado por Karl Marx, não está presente no texto.

Questão 9

Revolução Francesa ou processo revolucionário? Não há dúvidas que o movimento burguês e popular, iniciado em 1789, foi um marco não só na França, mas também na história ocidental por romper com o Antigo Regime.

Sendo assim, assinale a alternativa que caracteriza o contexto histórico francês antes da eclosão destes acontecimentos:

a) a crescente mobilização política dos camponeses do Terceiro Estado, liderado pela burguesia contra os privilégios do clero e da nobreza.
b) o equilíbrio e a prosperidade econômica da França, decorrente da Revolução Industrial e das boas colheitas registradas na década de 1780.
c) o apoio da monarquia absolutistas do rei Luís XVI às sucessivas rebeliões camponesas contrárias à nobreza.
d) o fortalecimento da dinastia dos Bourbons na França e na Espanha, após a participação vitoriosa na guerra de independência dos E.U.A., em 1774.

Alternativa correta: a) a crescente mobilização política dos camponeses do Terceiro Estado, liderado pela burguesia contra os privilégios do clero e da nobreza.

b) ERRADA. A França vivia uma grave crise econômica provocada por más colheitas e o processo de Revolução Industrial já iniciado na Inglaterra.
c) ERRADA. A monarquia de Luís XVI não apoiou nenhuma revolta camponesa contra os nobres.
d) ERRADA. A dinastia borbônica não foi fortalecida com a guerra da independência dos EUA. Ao contrário, pois foi um conflito que teve como consequências muitos gastos tanto para França, como para Espanha.

Questão 10

A Revolução Francesa foi marcada por uma série de reviravoltas políticas. Em novembro de 1799, o general Napoleão Bonaparte liderou um golpe de Estado que pôs fim ao Diretório, inaugurando uma nova fase da História francesa.

Assinale a alternativa INCORRETA sobre a ascensão de Napoleão Bonaparte:

a) A burguesia via no general a pessoa idônea para manter os direitos conquistados pelos revolucionários e pacificar a França.
b) Diante das intrigas e da divisão do poder entre os membros do Diretório, Napoleão Bonaparte propõe uma solução centralizadora, onde os poderes são concentrados na sua figura.
c) Bonaparte teve apoio do Exército que via nele um grande líder e que realmente o conduzia a várias vitórias militares.
d) Napoleão Bonaparte conseguiu apoio entre os jacobinos que acreditaram nas suas promessas reformistas.

Alternativa correta: d) Napoleão Bonaparte conseguiu apoio entre os jacobinos que acreditaram nas suas promessas reformistas.

Esta é a alternativa errada, porque Bonaparte não negociou com os jacobinos, que representavam a face mais radical da revolução e assustavam os burgueses. Todas as demais sentenças estão corretas.

Temos mais textos sobre esse assunto para você:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.