Sistema Límbico

O sistema límbico, também conhecido como cérebro emocional, é um conjunto de estruturas localizado no cérebro de mamíferos, abaixo do córtex e responsável por todas as respostas emocionais.

O nome "límbico" é derivado da ideia de limbo por se situar no limite de partes da neuroanatomia do cérebro entre o córtex e o cérebro reptiliano. Esse termo foi criado em 1878 pelo médico e anatomista francês Paul Broca.

Dentre as diversas funções pelas quais o sistema límbico é responsável estão: as respostas emocionais, o comportamento e a memória.

A Função do Sistema Límbico

A grande função do sistema límbico nos seres humanos é coordenar as atividades sociais que possibilitam a manutenção da espécie através de sua vida em sociedade.

As emoções e sentimentos só são possíveis através do funcionamento do sistema límbico. Desenvolver relações que permitam uma vida em comunidade dependem da atividade dos neurônios localizados nessas estruturas.

Sistema límbico e ramificações nervosas
Sistema límbico

Neuroanatomia do Sistema Límbico

O sistema límbico é o conjunto de diversas estruturas de neurônios conectadas que atuam de forma integrada e complementar. Suas principais estruturas são:

1. Giro do cíngulo

O giro do cíngulo ou giro cingulado é a área responsável por uma série de respostas emocionais como a relação entre odores e imagens com a memória de experiências agradáveis.

O giro do cíngulo também controla a agressividade e as respostas emocionais à dor, bem como o aprendizado através de reforço positivo e negativo (recompensa e punição).

2. Amígdalas

As amígdalas são duas estruturas esféricas da neuroanatomia do sistema límbico. É uma das áreas mais importantes, responsável por respostas emocionais relativas ao comportamento social de humanos e outros mamíferos. É umas das principais áreas do controle da agressividade.

A área é ligada ao hipocampo e o hipotálamo por meio do fórnix. Desenvolve uma série de ligações que controlam diversas atividades autônomas do corpo como as alterações emocionais dos batimentos cardíacos, da respiração e da pressão arterial.

A relação entre os estímulos emocionais e respostas musculares como gestos ou expressões faciais também são mediadas por esse grupo de neurônios.

3. Tálamo

O tálamo é responsável pela comunicação dos neurônios de diversas áreas do sistema límbico. Localizado na parte mais interior do encéfalo, suas conexões estão relacionadas às funções motoras e sensitivas.

4. Hipotálamo

O hipotálamo é uma das áreas mais importantes do sistema límbico. Possui a função de regular a produção hormonal e outros processos metabólicos, realiza a conexão do sistema nervoso ao sistema endócrino.

As atividades realizadas pelo hipotálamo controla todo o ciclo biológico, sono, fome, sede, temperatura corporal e é o centro da atividade sexual. O hipotálamo é responsável também pela regulação de diversas atividades autônomas do corpo.

5. Septo

O septo coordena as relações entre as sensações de prazer, memórias e as funções sexuais, como o orgasmo.

6. Corpo Mamilar

O corpo mamilar é responsável pela transmissão dos impulsos oriundos das amígdalas e do hipocampo. Também funciona na manutenção da memória recente e da memória espacial ligada à localização de objetos e eventos.

Problemas Relacionados ao Sistema Límbico

Por desenvolver uma série de atividades do corpo humano, o mau funcionamento do sistema límbico pode acarretar diversas disfunções e doenças como:

  • Depressão
  • Ansiedade
  • Problemas de memória (recente ou de longa duração)
  • Alzheimer
  • Esquizofrenia
  • TDAH (Transtorno do Deficit de Atenção e Hiperatividade)
  • Epilepsia Psicomotora

Interessou? Veja também: