Texto

Daniela Diana

O texto é uma manifestação escrita acerca das ideias de um autor (emissor ou locutor). Eles têm a função de transmitirem mensagens.

Do grego, a palavra “texto” significa “tecido”. Assim, se pensarmos em sua dimensão etimológica, as palavras seriam os fios e o texto seria o tecido completo e organizado.

Texto e Contexto

Importante observar que o texto está intimamente ligado ao contexto, e somente existe quando essa relação se estabelece.

Dessa forma, uma lista de supermercado é um texto, se, no entanto, para o leitor ela fizer sentido.

Logo, se você encontra uma lista num ônibus, essa manifestação não será considerada um texto, uma vez que não faz sentido pra você, ou seja, está fora do seu contexto.

Por outro lado, a palavra "silêncio" que surge nas paredes dos hospitais, está atrelado ao contexto e, por isso, é considerada um texto.

Dessa maneira, fica claro que os textos podem ser curtos, com somente uma palavra, ou expresso por meio de um conjunto delas. Contudo, devemos ter atenção às características e os critérios essenciais de um texto.

Sendo assim, o texto não é um emaranhado de frases, e para que ele seja efetivado existem dois critérios fundamentais: a coesão e coerência.

Coesão e Coerência

A coesão e a coerência são recursos fundamentais utilizados na tessitura de um texto.

Dessa forma, a coesão estabelece a conexão harmoniosa entre as diversas partes do texto. Isso pode acontecer na composição dos parágrafos ou na estrutura frases, por meio das conjunções, preposições, advérbios e pronomes.

Já a coerência é fundamental para estabelecer a relação lógica entre as ideias de um texto, fazendo com que umas complementem às outras, ou seja, não se contradigam.

A partir desses dois recursos fundamentais, o texto constitui o “todo” significativo.

Leia também: Coesão e Coerência.

Tipos de Textos e Gêneros Textuais

De acordo com a finalidade e a estrutura do texto, há 5 Tipos de Textos:

Os Gêneros Textuais surgem dos atributos pertencentes aos diversos tipos de textos, de modo que apresentam características comuns em relação à linguagem e ao conteúdo.

Em outras palavras, o gênero textual são estruturas textuais peculiares que surgem dos diversos tipos de textos:

  • Narrativo: romance, novela, crônica, contos de fada, fábula, lendas.
  • Descritivo: diário, relatos, biografia e autobiografia, notícia, currículo, lista de compras, cardápio, anúncios de classificados.
  • Dissertativo: editorial jornalístico, carta de opinião, resenha, artigo, ensaio, monografia, dissertação de mestrado e tese de doutorado.
  • Expositivo: seminários, palestras, conferências, entrevistas, trabalhos acadêmicos, enciclopédia, verbetes de dicionários.
  • Injuntivo: propaganda, receita culinária, bula de remédio, manual de instruções, regulamento, textos prescritivos.

Importante ressaltar que o gênero textual pode conter mais de um tipo textual. Ou seja, um manual de instruções apresenta uma lista do que acompanha o objeto (texto descritivo) e o modo de execução ou instalação (texto injuntivo).

Textos Literários e Não Literários

A diferencia substancial entre as duas modalidades de texto, literário e não literário, envolve a utilização da linguagem conotativa ou denotativa.

Dessa maneira, os textos literários, que possuem o intuito de artisticamente emocionar seu interlocutor (leitor), utilizam de muitas metáforas.

Esse recurso aproxima o texto da linguagem conotativa, como vemos nos poemas, romances, contos, dentre outros.

Exemplo:

Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
— não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
— mais nada.

(Trecho do poema Motivo de Cecília Meireles)

Por sua vez, a utilização da linguagem denotativa é exclusiva de textos não literários. Eles possuem a finalidade principal de informar o leitor, por exemplo, notícias, livros didáticos, dicionários, dissertações e teses, etc.

Exemplo:

Substantivo masculino.

As próprias palavras que se lêem em um autor, numa lei etc. (por opos. a comentário).
As próprias palavras de que se serviu um autor em sua língua original (por opos. a tradução).
Palavras citadas para demonstrar ou documentar alguma coisa.
Passagem da Escritura que serve como tema de sermão.
Tipografia Matéria de uma página ou de um livro impresso; variedade de caracteres tipográficos que medem 16 pontos.

(Definição de Texto no Dicionário Online de Português - Dicio)

Leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.