Verbos Defectivos


Os Verbos Defectivos são aqueles que não são conjugados em determinadas pessoas, tempos ou modos, ou seja, não têm conjugação completa. Isso ocorre pelo fato de a flexão soar de forma desagradável ou de forma semelhante com um verbo usado mais frequentemente.

Exemplos:

Verbo abolir no presente do indicativo:
Eu -
Tu aboles
Ele abole
Nós abolimos
Vós abolis
Eles abolem

Verbo falir no presente do indicativo:
Eu -
Tu -
Ele -
Nós falimos
Vós falis
Eles -

O que fazer nestes casos? Substituir por um verbo sinônimo ou construir a frase de forma diferente, fazendo uso de formas nominais, por exemplo:

  • Vou abolir o uso daquele tipo de tinta e, assim, tentar prevenir alguns malefícios para a saúde. (infinitivo)
  • Falindo, a empresa será responsável pelo maior aumento de desempregos dos últimos tempos. (gerúndio)

Os Verbos Defectivos podem ser: impessoais, unipessoais e pessoais.

Impessoais

Os verbos defectivos impessoais não têm sujeito. Além dos verbos que manifestam fenômenos naturais, o verbo haver (no sentido de existir) e o verbo fazer (no sentido de tempo decorrido) são verbos impessoais e, assim, são normalmente conjugados na 3.ª pessoa do singular.

Exemplos:

  • Anoitece mais tarde no verão.
  • Trovejou durante todo o dia.
  • Venta muito naquela cidade.

Unipessoais

Os verbos defectivos unipessoais indicam vozes dos animais e, assim, são normalmente conjugados na 3.ª pessoa do singular e do plural.

Exemplos:

  • Acordei logo que o galo cocoricou.
  • Assustou-se quando a vaca mugiu.
  • As abelhas zunem.

Pessoais

Os verbos defectivos pessoais são verbos que, ao contrário dos impessoais, têm sujeito, mas não são conjugados em todas as formas.

Exemplos:

  • Vou colorir esta parte, enquanto ele colore aquela. (Uma vez que não existe “eu coloro”, substituímos por outra forma: “Vou colorir”)
  • Ressarcindo os clientes, o gerente da loja pediu desculpas pelos danos causados. (Uma vez que não existe “ela (a loja) ressarce”, substituímos por outra forma: “Ressarcindo”)
  • Ele retruca tudo o que falo. Parece que gosta mesmo de retorquir! (Uma vez que não existe “ele retorque”, substituímos pelo sinônimo retrucar: “Ele retruca”)
Lista de Verbos
AbolirDemolirMugir
AcontecerDoerNevar
AdequarEmbairOcorrer
AguerrirEmpedernirPiar
AnoitecerExaurirPrazer
AturdirExplodirPrecaver
BanirExtorquirReaver
CacarejarFalirRemir
CarpirFornirRessarcir
CocoricarForagir-seRessequir
ChoverFremirRetorquir
ColorirGearSuceder
CombalirHaurirTrovejar
Comedir-seLadrarVentar
ComputarLatirZumbir
DelinquirMiarZunir

Importa referir que muitos verbos defectivos são assim classificados em decorrência da consagração do uso, todavia, eles podem ser encontrados flexionados, especialmente, no contexto literário.

Exemplos:

  • Anoiteço nos teus braços.
  • Zumbo nos teus ouvidos palavras de encantamento.

Quer saber mais? Leia:

Exercícios com Gabarito

1. Complete as frases alterando as formas ou utilizando sinônimos para os verbos defectivos.

a) Espero que ela ___ os seus costumes ao seu novo país. (adequar)
b) Eu ___ o terreno pelo menos uma vez por mês. (carpir)
c) ___ de frio cada vez que abrem a porta. (fremir)

a) Espero que ela adapte os seus costumes ao seu novo país.
b) Eu capino o terreno pelo menos uma vez por mês. ou Eu mondo o terreno pelo menos uma vez por mês.
c) Tremo de frio cada vez que abrem a porta.

2. Gear é um verbo defectivo impessoal. Conjugue-o no presente do indicativo.

Eu -
Tu -
Ele geia
Nós -
Vós -
Eles -

3. Ladrar, por sua vez, é um verbo defectivo unipessoal. Conjugue-o.

Eu -
Tu -
Ele ladra
Nós -
Vós -
Eles ladram

4. Por fim, conjugue o verbo remir, que é um defectivo pessoal.

Eu -
Tu -
Ele -
Nós remimos
Vós remis
Eles -