Aumentativo e diminutivo

Márcia Fernandes

Aumentativo e diminutivo são flexões de grau que os substantivos podem apresentar. Assim, a palavra nariz é um substantivo que se apresenta no grau normal, cujos graus aumentativo e diminutivo são respectivamente narigão e narizinho.

Palavras no aumentativo

amigo: amigão, amigaço, amigalhaço

animal: animalão, animalaço

asa: asona

bala: balázio, balaço

barba: barbaça

bicho: bichão, bicharrão

bigode: bigodão, bigodaça

boca: bocarra, bocaça, boqueirão

cabeça: cabeçorra, cabeção

cachorro: cachorrão

caixa: caixão

caneca: canecão

cão: canzarrão, canaz

casa: casão, casarão

chapéu: chapelão, chapeirão

chuva: chuvão, chuvada

colher: colheraça

copo: copaço, copázio, coparrão

corpo: corpaço, corpanzil

criança: criançona

dente: dentão, dentuça, dentilhão,dentola

escola: escolão

faca: facão, facalhão, facalhaz

festa: festão, festança

filho: filhão

flor: florzona

fogo: fogaréu

forno: fornalha

garfo: garfão

gato: gatão, gatarrão, gatalhão, gatázio

gol: golaço

homem: homão, homenzarrão

lápis: lapisão

letra: letrona

livro: livrão, livrório

lobo: lobão, lobaz

macaco: macacão

mala: malão, malotão

mão: mãozorra, manzorra, manzarona

minhoca: minhocão

monte: montanha

mulher: mulherão, mulherona, mulheraça

muro: murão, muralha

nariz: narigão, narilão

navio: naviarra

panela: panelão, panelona

papel: papelão

parede: paredão

: pezão

pedra: pedregulho

porta: portão

rapaz: rapagão

rio: riozinho, ribeiro, riacho, regato

rico: ricaço

sala: salão

sapato: sapatão, sapatorra

sapo: saparrão

tesoura: tesourão

vaso: vasão

viagem: viagenzona

voz: vozeirão

Palavras no diminutivo

abelha: abelhinha, abelhazinha, abelhita

amigo: amiguinho

animal: animalzinho, animalejo, animálculo

asa: asinha, aselha

barba: barbinha, barbicha, barbica

bem: benzinho

boca: boquinha, boquita

bola: bolinha

cabeça: cabecinha, cabecita

caixa: caixinha, caixote, caixeta, caixola

cão: cãozinho, canito, cãozito, canicho

cachorro: cachorrinho

casa: casinha, casebre

chapéu: chapeuzinho, chapelinho, chapelete, chapeleta

chuva: chuvinha, chuvisco, chuvisqueiro

computador: computadorzinho

copo: copinho

corpo: corpinho, corpúsculo

dia: diazinho

espada: espadinha, espadim

febre: febrícula

filho: filhinho, filhote

fogo: foguinho

homem: homenzinho, hominho, homenzito, homúnculo

galo: galinho

gota: gotinha, gotícula

jornal: jornaleco

lápis: lapisinho

livro: livrinho, livrozinho, livreto, livrete

lugar: lugarejo, lugarzinho

macaco: macaquinho, macaquito

mala: malinha, maleta, malote

menino: menininho

moça: mocinha, moçoila

mulher: mulherzinha

muro: murinho, mureta

nariz: narizinho, narizito

palácio: palacete

pedra: pedrinha, pedrisco

porta: portinha, portinhola

questão: questãozinha

rapaz: rapazinho, rapazote, rapagote

sala: salinha, saleta

vaso: vasinho

vila: vilinha, vilarejo, vilela, vileta

voz: vozinha

O que é aumentativo?

Grau aumentativo é aquele que, além de indicar tamanho aumentado, também expressa exagero ou desprezo. Por exemplo:

  • Foi quando, com a sua bocarra, o leão atacou sua presa. (indica tamanho)
  • O batom vermelho salienta mais ainda a sua bocarra. (expressa exagero)
  • Lá vai ele abrir novamente a sua bocarra. (expressa desprezo)

O que é diminutivo?

Grau diminutivo é aquele que, além de indicar tamanho diminuído, também suaviza, expressa valor afetivo ou depreciativo. Por exemplo:

  • Os livros usados estão guardados no quartinho dos fundos. (indica tamanho)
  • Por que não vai brincar no seu quartinho? (expressa valor afetivo)
  • Trabalha num jornaleco. (expressa valor depreciativo)

Leia também: Grau do substantivo

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.