Classicismo

Daniela Diana

O Classicismo corresponde a um movimento artístico cultural que ocorreu durante o período do Renascimento (a partir do século XV) na Europa.

O nome do movimento que marca o fim da Idade Média e o início da Idade Moderna, faz referência aos modelos clássicos (greco-romano).

No campo da literatura, Classicismo é o nome dado aos estilos literários que vigoravam no século XVI, na época do Renascimento. Por isso, a produção desse período também é chamada de Literatura Renascentista.

O nascimento de Vênus
O Nascimento de Vênus (1484-1486), de Sandro Botticelli é umas das obras mais emblemáticas do Renascimento italiano

Contexto Histórico

Na idade Média, período que durou dez séculos (V ao XV), o principal atributo da sociedade era a religião.

Esse momento esteve marcado pelo teocentrismo, cujo lema eram os dogmas e preceitos da Igreja Católica, que cada vez mais adquiria fiéis.

Assim, pessoas que estivessem contra ou questionassem esses dogmas, eram excomungados, além de sofrer alijamento da sociedade, ou em último caso, a morte.

O humanismo, que surgiu a partir do século XV na Europa, começou a questionar diversas questões uma vez que o cientificismo despontava.

Homem Virtuviano
Homem Vitruviano (1590) de Leonardo da Vinci é o símbolo do antropocentrismo humanista

Muitos estudiosos foram capazes de propor novas formas de análise do mundo e da vida, que estivessem além do divino. Ou seja, apresentavam questões baseadas na racionalidade humana e no antropocentrismo (homem no centro do mundo).

Esse momento esteve marcado por grandes transformações e descobertas históricas:

  • as Grandes Navegações;
  • a Reforma Protestante (que levou a uma crise religiosa) encabeçada por Martinho Lutero;
  • a invenção da Imprensa pelo alemão Gutenberg;
  • o fim do sistema feudal (início do capitalismo);
  • o cientificismo de Copérnico e Galileu.

Foi nesse contexto que as pessoas buscavam novas expressões artísticas pautadas no equilíbrio clássico.

Assim, surgiu o renascimento cultural, período de grandes transformações artísticas, culturais, políticas e que espalhou-se por todo o continente europeu.

Leia também:

Renascimento: características e contexto histórico
Humanismo Renascentista

Classicismo em Portugal

Em Portugal, o Classicismo compreende o período literário do século XVI (entre 1537 e 1580). O marco inicial do movimento foi a chegada do poeta Francisco Sá de Miranda à Portugal.

Ali, ele se inspirou no humanismo italiano, trazendo uma nova forma de poesia: o “dolce stil nuevo” (Doce estilo novo).

Esse novo modelo estava baseado na forma fixa do soneto (2 quartetos e 2 tercetos), nos versos decassílabos e na oitava rima.

Além de Sá de Miranda merecem destaque os escritores portugueses classicistas:

  • Bernardim Ribeiro (1482-1552), com sua novela “Menina e Moça” (1554);
  • António Ferreira (1528-1569), com sua tragédia “A Castro” (1587).

No entanto, foi a partir de Luís de Camões, um dos maiores poetas portugueses e da literatura mundial, que a literatura portuguesa ganha notoriedade.

Luís de Camões
Luís de Camões (1524-1580) foi o maior destaque da literatura classicista em Portugal

Sua grande obra "Os Lusíadas” (1572), é uma epopeia classicista onde ele narra a viagem de Vasco da Gama às Índias. Ela foi escrita em 10 cantos e está composta de 8816 versos decassílabos em oitava rima distribuídos em 1120 estrofes.

O Classicismo em Portugal permaneceu até 1580. Esse é o ano da morte de Camões e também da União das Coroas Ibéricas, aliança estabelecida até 1640 entre Espanha e Portugal.

Obs: No Brasil, esse período literário ficou conhecido como Quinhentismo.

Características do Classicismo

As principais características do classicismo são:

  • Antiguidade clássica
  • Antropocentrismo
  • Humanismo
  • Universalismo
  • Racionalismo
  • Cientificismo
  • Paganismo
  • Objetividade
  • Equilíbrio
  • Harmonia
  • Rigor formal
  • Mitologia greco-romana
  • Ideal platônico e de beleza

Principais autores e suas obras

Decerto que na literatura portuguesa o autor que recebe destaque é Luís Vaz de Camões, com sua obra “Os Lusíadas” (1542). Já na Espanha, Miguel de Cervantes (1547-1616) com sua obra mais notável “Dom Quixote” (1605).

Destacam-se também os escritores humanistas italianos:

Saiba sobre A Linguagem do Classicismo.

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.