Colônia de Povoamento

A colônia de povoamento é um dos dois tipos de colonização, ao lado da colônia de exploração.

Resumo

Esse sistema vigorou na história da conquista da América e em outras partes do mundo, por exemplo, na Nova Zelândia, Austrália, China, etc..

No Brasil, os portugueses utilizaram essa estratégia com o intuito de proteger o território conquistado dos possíveis invasores. Além do Brasil, as colônias de povoamento foram muito importantes para a colonização inglesa na América do Norte (Estados Unidos e Canadá).

Esse sistema gerou uma autonomia comercial e emancipação do sistema econômico do país. Note que, além da economia, isso propiciou o desenvolvimento de outras áreas como a política, a educação e a cultura.

Assim, o interesse não era somente explorar, mas habitar as terras conquistadas. Além de povoar o território, era desenvolvida a terra para suprir as necessidades de seus moradores.

No caso da Treze Colônias da América do Norte (território que hoje pertence aos Estados Unidos e Canadá), muitos refugiados chegavam ao país com o intuito de permanecerem.

No Brasil, esse modo de colonizar ocorreu após o sistema de colônia de exploração que não favorecia o desenvolvimento da economia interna. De tal maneira, o desenvolvimento do mercado interno começou com o sistema da colônia de povoamento, em que o lucro não era convertido e enviado somente para a Metrópole.

Embora tenha ocorrido em menor proporção no Brasil, a colônia de povoamento teve grande destaque nos territórios de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul a partir do século XVIII, donde muitos imigrantes fizeram a região prosperar. Isso explica as diferenças socioeconômicas dos estados sulistas, em relação as outras regiões do país.

Saiba mais sobre o Brasil Colônia.

Colônia de Exploração

Diferente da colônia de povoamento, as colônias de exploração beneficiavam somente a metrópole, por meio do lucro obtido na exploração dos recursos da região conquistada.

Nesse sistema, o mercado interno ficava muito enfraquecido, uma vez que os lucros eram enviados para a metrópole com o intuito de suprir as necessidades do mercado europeu.

Para compreender melhor as diferenças entre os dois sistemas, veja o quadro abaixo:

Colônia de Exploração Colônia de Povoamento
Monocultura (cultivo de um alimento) Policultura (cultivo de diversos alimentos)
Sistema escravista Trabalho livre
Foco no mercado externo Foco no mercado interno
Dependência econômica (Pacto Colonial) Autonomia econômica
Latifúndio (grandes extensões de terra) Uso de pequenas e médias propriedades

Entende melhor sobre o Colonialismo.

Atualizado em