Exercícios sobre denotação e conotação

Daniela Diana

Teste seus conhecimentos sobre a conotação e a denotação com questões comentadas por nossos professores especialistas.

Questão 1

Qual das opções abaixo apresenta o sentido figurado:

a) As apostilas estão com preços exorbitantes.
b) Não conseguimos o atendimento no banco.
c) O funcionário estava muito confuso com os dados.
d) Ele foi muito doce e atencioso comigo.
e) No caminho de casa, encontramos um filhote de gato.

Alternativa correta: d) Ele foi muito doce e atencioso comigo.

O sentido figurado, chamado também de sentido conotativo, abarca o sentido subjetivo da palavra. Assim o termo “doce” não está sendo empregado em seu sentido literal, ou seja, algo que é açucarado. Nesse caso, está sendo utilizado para indicar alguém que é tranquilo, que age com suavidade.

Questão 2

I. Finalmente vou matar minha fome com esse lanche.
II. A bateria das crianças parece não acabar.
III. O sujeito que assaltou a loja estava mascarado.

De acordo com as frases acima, é INCORRETO afirmar:

a) a expressão “matar a fome” está no sentido conotativo e indica que a pessoa irá acabar com a fome ao comer o lanche.
b) a palavra “bateria” refere-se a quantidade de energia das crianças e está sendo usada em seu sentido conotativo.
c) O termo “mascarado” está sendo utilizado no sentido denotativo do termo, pois o sujeito estava usando uma máscara para não ser reconhecido.
d) todas as orações estão em sentido figurado, ou seja, apresentam o sentido subjetivo das palavras.
e) todas as orações estão em sentido literal, ou seja, apresentam o sentido real das palavras.

Alternativa correta: c) O termo “mascarado” está sendo utilizado no sentido denotativo do termo, pois o sujeito estava usando uma máscara para não ser reconhecido.

A frase III é a única em que o sentido denotativo e real das palavras está sendo empregado. Aquela pessoa que assaltou o banco estava utilizando máscara para não ser reconhecida.

As frases I e II utilizam expressões com sentido figurado, conotativo: “matando a fome” e “bateria”. Assim, elas são empregadas de maneira subjetiva e não em seu sentido objetivo, real e literal.

“Matar” é tirar a vida de alguém e não é possível tira a vida da fome, pois ela não tem existência. Da mesma forma, “bateria” é algo que os objetos possuem e não as pessoas.

Questão 3

propaganda do dicionário aurélio

A imagem acima é uma propaganda do dicionário Aurélio. Sobre isso, podemos afirmar que:

a) o anúncio utiliza a linguagem formal e denotativa para enfatizar a importância do dicionário.
b) o anúncio emprega uma expressão coloquial com sentido conotativo para alertar sobre a importância do dicionário.
c) o destaque dado à palavra “burro” indica que o termo foi utilizado indevidamente e de maneira grosseira.
d) o termo “burro” foi utilizado no sentido denotativo, indicando que as pessoas menos espertas precisam do dicionário.
e) a metáfora utilizada no anúncio indica que as pessoas que são espertas devem continuar usando o dicionário.

Alternativa correta: b) o anúncio usa uma expressão coloquial com sentido conotativo para alertar sobre a importância do dicionário.

A expressão “bom para burro” é uma expressão em sentido conotativo que significa, no sentido real, “bom demais”.

O anúncio utilizou essa expressão coloquial para enfatizar que o dicionário Aurélio é bom demais para pessoas ignorantes, que não possuem inteligência, aqueles que pejorativamente são chamadas de burros.

Questão 4

Todas as alternativas abaixo possuem orações que apresentam o sentido conotativo, EXCETO:

a) “o casamento não é um mar de rosas”
b) “meus pensamentos voaram alto”
c) “quando pisado, meu coração sangrou”
d) “alimentou-se da coragem”
e) “chorou intensamente até dormir”

Alternativa correta: e) “chorou intensamente até dormir”

A oração “chorou intensamente até dormir” é um exemplo de uso do sentido denotativo, literal e real. Nenhum termo utilizado possui algum sentido subjetivo, figurado. Ou seja, a pessoa literalmente chorou muito até a hora de dormir.

Nas outras opções, temos:

a) “mar de rosas” é uma expressão que expressa o sentido figurado e significa que algo é muito bom.
b) “voar alto” significa que os pensamentos de alguém foram de grande pretensão, ou seja, exagerados.
c) o termo “sangrar” foi utilizado em sentido conotativo, que significa doer muito.
d) a expressão “alimentou-se da coragem” significa que alguém tomou coragem para enfrentar algum desafio.

Questão 5

Saber Viver

“Não sei…
se a vida é curta
ou longa demais para nós.
Mas sei que nada do que vivemos
tem sentido,
se não tocarmos o coração das pessoas.”

(Cora Coralina)

O trecho acima é uma estrofe do poema “Saber Viver” de Cora Coralina. Das frases abaixo a que representa o sentido conotativo é:

a) Não sei…
b) se a vida é curta
c) ou longa demais para nós.
d) Mas sei que nada do que vivemos
e) se não tocarmos o coração das pessoas.

Alternativa correta: e) se não tocarmos o coração das pessoas.

O verbo “tocar” está sendo usado em seu sentido conotativo, pois não é possível tocar com as mãos no órgão coração. Aqui, tocar no coração das pessoas significa sensibilizá-las.

Questão 6

Indique se as orações abaixo apresentam o sentido denotativo (D) ou conotativo (C).

1. ( ) Meu tio era muito rico e nadava em ouro.
2. ( ) O nadador brasileiro ganhou a medalha de ouro.
3. ( ) Ela tinha um coração de pedra.
4. ( ) Caiu e machucou a cabeça na pedra.
5. ( ) Engoliu muito sapo no trabalho.

A alternativa correta é:

a) C, C, D, D, C
b) C, D, C, D, C
c) C, C, D, C, D
d) D, C, C, D, D
e) D, D, C, C, D

Alternativa correta: b) C, D, C, D, C

1. (Sentido conotativo) Meu tio era muito rico e nadava em ouro. - “nadar em ouro” é uma expressão utilizada quando a pessoa possui muito dinheiro.

2. (Sentido denotativo) O nadador brasileiro ganhou a medalha de ouro. - oração no sentido literal.

3. (Sentido conotativo) Ela tinha um coração de pedra. - “coração de pedra” é uma expressão utilizada quando alguém aparenta não ter sentimentos.

4. (Sentido denotativo) Caiu e machucou a cabeça na pedra. - oração no sentido literal.

5. (Sentido conotativo) Engoliu muito sapo no trabalho. - “engolir sapo” é uma expressão utilizada quando alguém sofre acusações, julgamentos e não revida.

Questão 7

Tirinha Mafalda

Na tirinha acima, o sentido conotativo é utilizado para:

a) manifestar o sentimento da personagem no segundo quadro.
b) demonstrar a solução dada pela personagem no último quadro.
c) destacar o interesse das pessoas em situações de extrema pobreza.
d) minimizar o susto das personagens ao encontrarem com um mendigo.
e) indicar a importância da melhoria de vida das pessoas pobres.

Alternativa correta: a) manifestar o sentimento da personagem no segundo quadro.

No segundo quadro, Mafalda afirma que fica com o “coração apertado”. Essa expressão, utilizada no sentido conotativo, indica o sentimento de angústia que surgiu por ver uma pessoa numa situação de extrema pobreza.

Questão 8

Texto I

Eu tenho o sono muito leve, e numa noite dessas notei que havia alguém andando sorrateiramente no quintal de casa.

Levantei em silêncio e fiquei acompanhando os leves ruídos que vinham lá de fora, até ver uma silhueta passando pela janela do banheiro.

(Trecho da crônica Aprenda a chamar a polícia, de Luís Fernando Veríssimo)

Texto III

Eu a levara até o elevador, ao mesmo tempo aflito para que ela partisse e triste com a sua partida. Nossa conversa fora amarga. Quando lhe abri a porta do elevador esbocei um gesto de carinho na despedida, mas, como eu previra, ela resistiu.

(Trecho da crônica Valente menina, de Rubem Braga)

Sobre os textos, é correto afirmar:

a) No texto I, a linguagem conotativa é encontrada nas expressões “sono leve” e “leves ruídos”.
b) No texto II, não há presença da linguagem conotativa, pois se trata de uma notícia de jornal.
c) Em ambos os textos somente a linguagem denotativa e literal é utilizada.
d) No texto I os termos “sorrateiramente” e “silhueta” indicam a presença do sentido conotativo.
e) No texto II, a palavra “amarga” aponta para o sentido denotativo do termo.

Alternativa correta: a) No texto I, a linguagem conotativa é encontrada nas expressões “sono leve” e “leves ruídos”.

No texto I, a palavra “leve” está sendo utilizada em sentido conotativo. No sentido literal ou denotativo, esse termo significa “que não pesa”.

Assim, a expressão “sono leve” indica que uma pessoa acorda com qualquer ruído. Já “leves ruídos” significa que o barulho é baixo.

No texto II, o sentido conotativo é indicado pelo uso do termo “amarga”. Uma conversa amarga significa que ela foi triste e causou dor, ressentimento.

Questão 9

(Enem/2009)

Texto l

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra […]

ANDRADE, C. D. Reunião Rio de Janeiro: José Olympio, 1971 (fragmento).

Texto II

As lavadeiras de Mossoró, cada uma tem sua pedra no rio: cada pedra é herança de família, passando de mãe a filha, de filha a neta, como vão passando as águas no tempo […]. A lavadeira e a pedra formam um ente especial, que se divide e se reúne ao sabor do trabalho. Se a mulher entoa uma canção, percebe-se que nova pedra a acompanha em surdina… […]

ANDRADE, C. D. Contos sem propósito. Rio de Janeiro: Jornal do Brasil, Caderno B, 17/7/1979 (fragmento).

Com base na leitura dos textos, é possível estabelecer uma relação entre forma e conteúdo da palavra “pedra”, por meio da qual se observa

a) o emprego, em ambos os textos, do sentido conotativo da palavra “pedra”.
b) a identidade de significação, já que nos dois textos, “pedra” significa empecilho.
c) a personificação de “pedra” que, em ambos os textos, adquire características animadas.
d) o predomínio, no primeiro texto, do sentido denotativo de “pedra” como matéria mineral sólida e dura.
e) a utilização, no segundo texto, do significado de “pedra” como dificuldade materializada por um objeto.

Alternativa correta: a) o emprego, em ambos os textos, do sentido conotativo da palavra “pedra”.

Nos dois textos a palavra “pedra” adquire outro significado e, por isso, está em sentido figurado, conotativo.

No texto I, a “pedra” significa obstáculo, ou seja, algo que está dificultando a passagem. Da mesma forma, no texto II, ela representa uma dificuldade, um empecilho na vida das lavadeiras.

Questão 10

(Mackenzie/2001)

Quando eu me sento à janela
P’los vidros que a neve embaça
Vejo a doce imagem dela
Quando passa... passa... passa…

Lançou-me a mágoa seu véu: -
Menos um ser neste mundo
E mais um anjo no céu.

Quando eu me sento à janela,
P’los vidros que a neve embaça
Julgo ver a imagem dela
Que já não passa... não passa...

(Fernando Pessoa)

I - Os versos 6 e 7 referem-se à morte de maneira denotativa.
II - Nos versos 6 e 7 há uma referência irônica ao véu da mágoa.
III - O paralelismo entre os versos 1/2 e 8/9 aponta para uma ação cíclica.

Das afirmações acima:

a) apenas I está correta.
b) apenas II está correta.
c) apenas III está correta.
d) todas estão corretas.
e) nenhuma está correta.

Alternativa correta: c) apenas III está correta.

I. Falsa - os versos 6 e 7 não estão no sentido literal, denotativo da expressão. Referem-se à morte de maneira conotativa, figurada: “menos um ser no mundo / E mais um anjo no céu”.

II. Falsa - o eu lirico não está sendo irônico, pois está realmente magoado com a morte da pessoa.

III. Correta - na literatura, o paralelismo oferece musicalidade nos textos e, nesse caso, ele é chamado de “paralelismo anafórico”, pois há, como na figura de linguagem anáfora, a repetição dos versos que proporciona a ideia de algo cíclico.

Versos 1 e 2:

Quando eu me sento à janela
P’los vidros que a neve embaça

Versos 8 e 9:

Quando eu me sento à janela,
P’los vidros que a neve embaça

Leia mais sobre:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.