Exercícios de crase

Márcia Fernandes

Aqui você testa se sabe usar corretamente a crase. Não perca tempo! Faça os exercícios e confira as respostas.

Questão 1

(Banco do Brasil) Opção que preenche corretamente as lacunas: O gerente dirigiu-se ___ sua sala e pôs-se ___ falar ___ todas as pessoas convocadas.

a) à - à - à
b) a - à - à
c) à - a - a
d) a - a - à
e) à - a - à

Alternativa c: à - a - a.

  • O gerente dirigiu-se à sua sala. - Antes de pronomes possessivos, o uso da crase é facultativo. Portanto “a sua” ou “à sua” estão corretos.
  • Pôs-se a falar. - Antes de verbos no infinitivo não se usa crase, pois nesse caso há apenas preposição. A crase somente é usada quando além da preposição, há artigo definido "a".
  • A todas as pessoas. - Neste caso a crase não é usada porque não há contração de artigo definido “a” com a preposição “a”.

Questão 2

(Banespa) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto ao lado: "Recorreu ___ irmã e ___ ela se apegou como ___ uma tábua de salvação."

a) à - à - a
b) à - a - à
c) a - a - a
d) à - à - à
e) à - a - a

Alternativa e: à - a - a.

  • Recorreu à irmã. - A crase é usada antes de palavras femininas, quando marca a contração de preposição “a” com artigo definido “a”.
  • A ela se apegou. - Não se usa crase antes de pronomes pessoais do caso reto (neste caso, “ela”).
  • A uma tábua de salvação. - Não se usa crase antes de artigos indefinidos (neste caso, “uma”). A crase marca a contração de preposição “a” com artigo definido “a”, e não com artigo indefinido “uma”.

Questão 3

(Cescem) Sentou-se ___ máquina e pôs-se ___ reescrever uma ___ uma as páginas do relatório.

a) à - à - a
b) a - à - à
c) à - à - à
d) à - a - a

Alternativa d: à - a - a.

  • Sentou-se à máquina. - A crase é usada antes de palavras femininas. Ela marca a contração de a (preposição) + a (artigo).
  • Pôs-se a reescrever. - Antes de verbos no infinitivo não se usa crase, pois nesse caso há apenas preposição. A crase somente é usada quando além da preposição, há artigo definido "a".
  • Uma a uma. - Não se usa crase antes de artigos indefinidos (neste caso, “uma”). Isso porque a crase sinaliza apenas a contração da preposição “a” com o artigo definido “a”.

Questão 4

(Cesgranrio) Assinale a frase em que à ou às está mal empregado.

a) Amores à vista.
b) Referi-me às sem-razões do amor.
c) Desobedeci às limitações sentimentais.
d) Estava meu coração à mercê das paixões.
e) Submeteram o amor à provações difíceis.

Alternativa e: Submeteram o amor à provações difíceis.
Neste caso não existe contração de a + a, pois há apenas a preposição, sem ocorrência de artigo.

Quanto às restantes alternativas, “à vista” (a) e “à mercê” (d) ambas são locuções adverbiais, casos em que a crase é empregada.

No que respeita à alternativa (b), a crase é utilizada para marcar a soma da preposição “a” com o artigo “a ”(Referir a, esse “a” é preposição; as sem-razões, esse “as” é artigo). O mesmo acontece na alternativa ©, (desobedecer a + as limitações).

Questão 5

(FEI) Assinalar a alternativa que preenche corretamente as lacunas das seguintes orações:

I. Precisa falar ___ cerca de três mil operários.
II. Daqui ___ alguns anos tudo estará mudado.
III. ___ dias está desaparecido.
IV. Vindos de locais distantes, todos chegaram ___ tempo ___ reunião.

a) a - a - há - a - à
b) à - a - a - há - a
c) a - à - a - a - há
d) há - a - à - a - a
e) a - há - a - à – a.

Alternativa a: a - a - há - a - à.

I. Precisa falar acerca de … - “Acerca” é uma palavra, que é classificada como advérbio.

II. Daqui a alguns anos. - A frase contém preposição, mas não contém artigo. Por esse motivo, o “a” não é craseado.

III. Há dias está desaparecido. - “Há” se refere ao passado.

IV. Chegaram a tempo. - A oração contém preposição, mas não contém artigo. Por esse motivo, o “a” não é craseado. Lembrando que “tempo” é uma palavra masculina.

V. Chegaram à reunião. - Chegaram a (preposição) + a (artigo) reunião. Nesta oração temos tudo o que é necessário para constituir crase (a + a = à).

Questão 6

(FGV) Assinale a alternativa em que está correto o uso do acento indicativo de crase:

a) O autor se comparou à alguém que tem boa memória.
b) Ele se referiu às pessoas de boa memória.
c) As pessoas aludem à uma causa específica.
d) Ele passou a ser entendido à partir de suas reflexões sobre a memória.
e) Os livros foram entregues à ele.

Alternativa b: Ele se referiu às pessoas de boa memória.
Há crase porque a oração apresenta preposição e artigo (referir a + as pessoas).

Em “O autor se comparou à alguém.”(a) não há crase porque antes do pronome indefinido “alguém” não se usa artigo, mas apenas a preposição. Sendo assim, o correto é “O autor se comparou a alguém”.

O mesmo acontece em “Os livros foram entregues à ele.” (d), pois antes de pronomes pessoais do caso reto (no caso, “ele”), não ocorre crase. O correto é “Os livros foram entregues a ele.”

Quanto à alternativa (c), “As pessoas aludem à uma causa.”, Não há crase porque não existe contração de preposição a com artigo indefinido “uma”. A contração ocorre com a (preposição) + a (artigo definido). Sendo assim, o correto é “As pessoas aludem a uma causa”.

Questão 7

(Escrivão.Pol./SP) A alternativa em que o sinal de crase não procede é:

a) À exceção da Bandeirantes, as outras emissoras de televisão detêm a ampla liderança com percentuais fabulosos.
b) Está presente a cineasta das cidades brasileiras à quem a porcentagem de 7% surpreendeu.
c) Os dados da pesquisa referem-se às cenas, certamente sem paralelo, em qualquer outro lugar no mundo.
d) Cresce, às escondidas, o número de cidades recebendo imagens de televisão, ameaçadoras dos valores ético-culturais.

Alternativa b: Está presente a cineasta das cidades brasileiras à quem a porcentagem de 7% surpreendeu.
Em “a quem” não é possível fazer a contração de a + a pelo fato de a frase conter apenas preposição, ou seja, apenas um “a”.

“À exceção” (a) “às escondidas”(d) são locuções, e antes de locuções ocorre crase.

Em “às cenas” (c), “cena” é uma palavra feminina que está acompanhada do artigo definido feminino no plural “as” e está acompanhada também da preposição “a”, tendo por isso que ser marcada pelo acento grave (`).

Questão 8

(FASP) Assinale a alternativa com erro de crase:

a) nenhuma das alternativas está errada.
b) Você já esteve em Roma? Eu irei à Roma logo.
c) Fui à Lisboa de meus avós, pois gosto da Lisboa de meus avós.
d) Já não agrada ir a Brasília. A gasolina…
e) Refiro-me à Roma antiga, na qual viveu César.

Alternativa b: Você já esteve em Roma? Eu irei a Roma logo.

O correto é “Eu irei a Roma logo.”, tal como “Já não agrada ir a Brasília” (sem crase).

Ao mesmo tempo, estão corretas “Fui à Lisboa de meus avós.” e “Refiro-me à Roma antiga.” (com crase).

Para essas ocorrências, a dica é a seguinte:

Vou a, volta da, crase há! Vou a, volto de, crase pra quê?

Assim, em “Vou a Roma, volto de Roma.”, “Vou a Brasília, volto de Brasília.”, não há crase, tal como em “Vou a Lisboa, volto de Lisboa.”.

Mas, por que “Fui à Lisboa de meus avós.” e “Refiro-me à Roma antiga.” são craseados? Porque nesses casos, os artigos não foram repelidos. Ao especificar Lisboa e Roma, respectivamente, como “a Lisboa de meus avós”, “Roma antiga”, diríamos “volta da Lisboa de meus avós”, “volto da Roma antiga”.

Questão 9

(FESP) Refiro-me ___ atitudes de adultos que, na verdade, levam as moças ___ rebeldia insensata e ___ uma fuga insensata.

a) às - à - à
b) as - à - à
c) às - à - a
d) à - a - a
e) à - a - à

Alternativa c: às - à - a.

“Refiro-me às atitudes” (a + as) - Contração da preposição “a” (refiro-me a) com o artigo “as” (as atitudes). O mesmo acontece com “Levam as moças à rebeldia” (a + a).

Em “Levam as moças a uma fuga”, por sua vez, não há contração de a + a. Como há apenas preposição, não ocorre crase.

Questão 10

(IBGE) Assinale a opção incorreta com relação ao emprego do acento indicativo de crase:

a) O pesquisador deu maior atenção à cidade menos privilegiada.
b) Este resultado estatístico poderia pertencer à qualquer população carente.
c) Mesmo atrasado, o recenseador compareceu à entrevista.
d) A verba aprovada destina-se somente àquela cidade sertaneja.
e) Veranópolis soube unir a atividade à prosperidade.

Alternativa b: Este resultado estatístico poderia pertencer à qualquer população carente.
Porque é o único caso em que não se verifica a contração a + a. Antes de pronomes indefinidos (no caso, qualquer) não ocorre crase.

Nas restantes alternativas ocorre a contração de a (preposição) + a (artigo):

  • “deu atenção a + a cidade”;
  • “compareceu a + a entrevista”;
  • “Unir a atividade a + a prosperidade”;
  • “Destina-se a + aquela cidade” (também é possível contrair a preposição com pronomes demonstrativos iniciados com “a”: aquilo, aquela, aquele).

Questão 11

(IFSP) Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, a frase a seguir.

Os interessados em adotar crianças têm de recorrer ___ orientações do Juizado de Menores e se sujeitar ___ uma espera muitas vezes longa, o que, apesar de tudo, não desanima ___ maioria.

a) às - a - a
b) às - à - a
c) às - à - à
d) as - a - à
e) as - à - à

Alternativa a: às - a - a.

  • Recorrer às orientações - Contração da preposição “a” (recorrer a) com o artigo “as” (as orientações).
  • E se sujeitar a uma espera - a + uma não faz contração, logo não recebe crase.
  • Não desanima a maioria - não ocorre preposição, mas apenas artigo (a maioria), motivo pelo qual não há crase.

Questão 12

(ITA) Analisando as sentenças:

I. A vista disso, devemos tomar sérias medidas.
II. Não fale tal coisa as outras.
III. Dia a dia a empresa foi crescendo.
IV. Não ligo aquilo que me disse.

Podemos deduzir que:

a) Apenas a sentença III não tem crase.
b) As sentenças III e IV não têm crase.
c) Todas as sentenças têm crase.
d) Nenhuma sentença tem crase.
e) Apenas a sentença IV não tem crase.

Alternativa a: Apenas a sentença III não tem crase.

Apesar de ser uma locução adverbial - casos em que ocorre crase, tal como “à vista disso”, alternativa (a) -, palavras repetidas não são craseadas. Exemplos: cara a cara, gota a gota.

Há crase quando existe contração de a + a em. É o que ocorre em “Não fale às outras” (falar a + as outras) e “Não ligo àquilo (ligar a + aquilo).

Questão 13

(ITA) Dadas as afirmações:

1- Tudo correu as mil maravilhas.
2 – Caminhamos rente a parede.
3 – Ele jamais foi a festas.

Verificamos que o uso do acento indicador da crase no a é obrigatório:

a) apenas na sentença nº 1.
b) apenas na sentença nº 2.
c) apenas nas sentenças nºs 1 e 2.
d) em todas as sentenças.

Alternativa c: apenas nas sentenças nºs 1 e 2.

Ocorre crase nas locuções adverbiais, tal como “às mil maravilhas” e “rente à parede”.

Em “Ele jamais foi a festas.” porque ocorre apenas a preposição “a” (Jamais foi a), ou seja, não há contração de a (preposição) + a (artigo).

Questão 14

(Oficial de Justiça/SP) Assinale a alternativa onde o sinal indicativo da crase foi usado inadequadamente:

a) Prefiro esta bolsa àquela.
b) Isto é prejudicial à saúde.
c) Escrevia à Machado de Assis.
d) Ele referiu-se à Fabiana, não a mim.
e) As lágrimas caíam uma à uma de seus olhos.

Alternativa e: As lágrimas caíam uma à uma de seus olhos.
Embora “uma a uma” seja uma locução adverbial, não há crase porque as palavras repetidas não são craseadas. Exemplo: dia a dia, frente a frente.

“À moda de” é locução e está subentendida na alternativa (c) “Escrevia à Machado de Assis.”, motivo pelo qual ocorre crase.

Em todas as outras alternativas ocorre crase, porque ocorre a contração de a + a:

  • Prefiro esta a + aquela bolsa;
  • É prejudicial a + a saúde;
  • Referiu-se a + a Fabiana.

Questão 15

(Acafe) Assinale a alternativa correta que preenche as lacunas da frase a seguir.

“O vereador que reside ___ Rua Miguel Deodoro corre o risco de ter seu ___ ___assim que o processo chegar ___ mãos do Presidente.

a) à - mandado caçado - as
b) à - mandato caçado - às
c) na - mandado cassado - as
d) na - mandato cassado – às

Alternativa d: na - mandato cassado – às.

  • Reside na - a regência do verbo “residir” é “em”, ou seja, na Rua Miguel Deodoro.
  • Mandato (com “t”) é a autorização que uma pessoa dá a outra para praticar um ato.
  • Cassado (com “ss”) significa anulação.
  • Chegar às mãos do Presidente - Ocorre crase graças às ocorrências da preposição “a” e do artigo “as” (chegar a + as mãos).

Questão 16

(Cesgranrio) Indique a opção em que o sinal indicativo de crase está corretamente usado.

a) Essa proposta convém à todos.
b) O governo aumentou à quantidade de subsídios.
c) A empresa considerou a oferta inferior à outra.
d) Ele está propenso à deixar o cargo.
e) Não vou aderir à modismos passageiros.

Alternativa c: A empresa considerou a oferta inferior à outra.
Esta é a única alternativa em que ocorre a contração da preposição a + artigo a (inferior a + a outra).

Em “convém a todos”, “propenso a deixar” e “aderir a modismos” ocorre apenas preposição.

Em “aumentou a quantidade” ocorre apenas artigo.

Questão 17

(TRE) O uso do acento grave (indicativo de crase ou não) está incorreto em:

a) Primeiro vou à feira, depois é que vou trabalhar.
b) Às vezes não podemos fazer o que nos foi ordenado.
c) Não devemos fazer referências àqueles casos.
d) Sairemos às cinco da manhã.
e) Isto não seria útil à ela.

Alternativa e: Isto não seria útil à ela.
Não ocorre crase antes de pronomes pessoais do caso reto (neste caso, ela), porque não ocorre contração de preposição a + artigo a.

Em “vou à feira” e “fazer referências àqueles casos” existe preposição e artigo, de modo que ocorre crase (vou a + a feira, fazer referência a + aqueles).

Nas locuções verbais ocorre crase (“às vezes”). Assim como na indicação de horas exatas também ocorre crase (às cinco da manhã).

Questão 18

(TRE) O acento grave, indicador de crase, está empregado incorretamente em:

a) Tal lei se aplica, necessariamente, à mulheres de índole violenta.
b) As novelas, às quais assisti, problematizam a questão da droga.
c) Entregou as chaves da loja àquele senhor que nos desacatou na praça.
d) O delegado disse ao prefeito e aos vereadores que estava à procura dos foragidos.
e) O bom atendimento às pessoas pobres deve ser prioridade da nova administração.

Alternativa a: Tal lei se aplica, necessariamente, à mulheres de índole violenta.
A frase contém apenas preposição, logo não existe soma da preposição a + artigo a (Se aplica a mulheres).

Nas alternativas restantes ocorre a contração a + a:

  • Assisti a + as novelas;
  • Entregou as chaves a + aquele senhor;
  • Estava a + a procura;
  • Atendimento a + as pessoas.

Questão 19

(UFABC) A alternativa em que o acento indicativo de crase não procede é:

a) Tais informações são iguais às que recebi ontem.
b) Perdi uma caneta semelhante à sua.
c) A construção da casa obedece às especificações da Prefeitura.
d) O remédio devia ser ingerido gota à gota, e não de uma só vez.
e) Não assistiu a essa operação, mas à de seu irmão.

Alternativa d: O remédio devia ser ingerido gota à gota, e não de uma só vez.
“Gota a gota” é uma locução adverbial e as locuções devem ser acompanhadas de crase. No entanto, as locuções formadas por palavras repetidas não devem ser craseadas.

As restantes frases devem ter crase porque ocorre contração de preposição a com artigo a, tal como nas seguintes alternativas:

  • a) São iguais a + as informações;
  • c) Obedece a + as especificações;
  • e) Assistiu a + a (operação) de seu irmão.

Antes de pronomes possessivos, o uso da crase é facultativo. Assim, estão corretos “perdi uma caneta semelhante a sua” ou “perdi uma caneta semelhante à sua”.

Questão 20

(UFABC) Nas alternativas que seguem, há três frases que podem estar corretas ou não. Leia-as atentamente e marque a resposta certa:

I. O seu egoísmo só era comparável à sua feiura.
II. Não pôde entregar-se às suas ilusões.
III. Quem se vir em apuros, deve recorrer à justiça.

a) Apenas a frase II está correta.
b) Apenas as frases I e II estão corretas.
c) As três frases estão corretas.
d) Apenas a frase I está correta.
e) Apenas as frases II e III estão corretas.

Alternativa c: As três frases estão corretas.

Porque em todas as frases se verifica as condições para que a crase ocorra, ou seja, há a preposição a e também o artigo a, os quais juntos são marcados pelo sinal grave (`):

  • Comparável a + a sua feiura;
  • Entregar-se a + as suas ilusões;
  • Recorrer a + a justiça.

Questão 21

(UFMS) Avalie as duas frases que seguem:

I. Ela cheirava à flor de romã.
II. Ela cheirava a flor de romã.

Considerando o uso da crase, é correto afirmar:

a) As duas frases estão escritas adequadamente, dependendo de um contexto.
b) As duas frases são ambíguas em qualquer contexto.
c) A primeira frase significa que alguém exalava o perfume da flor de romã.
d) A segunda frase significa que alguém tem o perfume da flor de romã.
e) O “a” da segunda frase deveria conter o acento indicativo da crase.

Alternativas a: As duas frases estão escritas adequadamente, dependendo de um contexto e c: A primeira frase significa que alguém exalava o perfume da flor de romã.

Por sua vez, a segunda frase significa que alguém do sexo feminino cheirava uma flor da árvore da romã.

Questão 22

(UFPR) Em qual alternativa o vocábulo a deve receber acento grave?

a) Pintou o quadro a óleo.
b) Fomos a uma aldeia.
c) Dirigiram-se a Vossa Excelência.
d) Voltou a casa paterna.
e) Começou a chover.

Alternativa d: Voltou a casa paterna.
Nesta frase, temos preposição a (voltar a) + artigo a (a casa paterna), por isso, há crase.

Em “Pintou a óleo”, “Fomos a uma aldeia” e “Começou a chover” há apenas preposição (pintar a/ ir a/ começou a).

Em “Dirigiram-se a Vossa Excelência.”, a crase é facultativa antes de pronomes possessivos (no caso, vossa). Assim, também está correto “Dirigiram-se à Vossa Excelência.”.

Questão 23

(UFPR) Quais as formas que completam, pela ordem, as lacunas das frases seguintes?

Daqui ___ pouco vai começar o exame; Compareci ___ cerimônia de posse do novo governador; Não tendo podido ir ___ faculdade hoje, prometo assistir ___ todas as aulas amanhã.

a) à - a - a - à
b) há - na - à - a
c) a - há - na - à
d) a - na - à - à
e) a - à - à - a

Alternativa e: a - à - à - a.

Não levam acento grave (crase), as frases em que não existe contração de preposição a + artigo a. É o caso de: “Daqui a pouco” e “prometo assistir a todas as aulas”, onde há apenas preposição.

Por sua vez ocorre crase nas frases “Compareci a + a cerimônia” e “Não tendo podido ir a + a faculdade”.

Questão 24

(UFTM) Analise as frases.

I. Ontem, fui até a escola para visitar velhos amigos.
Ontem, fui até à escola para visitar velhos amigos.

II. Ontem, passei a noite na casa da minha prima.
Ontem, passei à noite na casa da minha prima.

III. Ontem, entreguei o relatório a minha supervisora.
Ontem, entreguei o relatório à minha supervisora.

Dentre os pares de frases apresentados, a estrutura frasal em que se verifica alteração de sentido da segunda frase em relação à primeira está contida em:

a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.

Alternativa b: II, apenas.

“Ontem, passei a noite na casa da minha prima.” significa que estive a noite toda na casa da minha prima.

“Ontem, passei à noite na casa da minha prima.” significa que fui à casa da minha prima à noite.

Nos pares I e III, ambas frases estão corretas. Isso porque o uso da crase é facultativo depois da preposição “até” e antes de pronomes possessivos (no caso, minha).

Questão 25

(Unicenp-PR) Qual a alternativa que aponta a frase incorreta quanto ao acento indicativo da crase?

a) Uma mulher deu à luz sobre uma pia enquanto o dinheiro do SUS (Sistema Único de Saúde) é desviado para comprar chope e salgadinhos.
b) Esse expediente levou à lastimável aprovação do IPMF.
c) À absoluta ineficiência do sistema de arrecadação, soma-se a má aplicação dos recursos públicos.
d) Na década de 70, a imagem externa do Brasil era frequentemente associada às denúncias de tortura.
e) A questão social continua prioritária demais para ser relegada à segundo plano.

Alternativa e: A questão social continua prioritária demais para ser relegada à segundo plano.
Esta é a única alternativa que não reúne as condições para a ocorrência da crase. Nela, há apenas preposição, sem artigo feminino (ser relegada a + o segundo plano), logo não há crase.

Nas alternativas seguintes ocorre a contração (preposição a + artigo a):

  • b) Levou a + a lastimável;
  • c) Soma-se a má aplicação dos recursos a + a absoluta ineficiência;
  • d) Associada a + as denúncias.

Por sua vez, “dar à luz” é uma expressão que leva crase e tem o mesmo sentido de parir.

Questão 26

(Unifor) Marque a alternativa em que o sinal de crase está empregado em todos os casos que é necessário.

a) A família ficou à mercê do frio, a despeito do fogo que estava a arder.
b) O vento entrava à vontade restando a família a expectativa de que acontecesse logo.
c) Falavam à beça, mas talvez não se entendessem à contento.
d) A cachorra ficou à porta, à olhar as brasas.
e) A falta de melhor expressão recorriam à discursos energéticos.

Alternativa a: A família ficou à mercê do frio, a despeito do fogo que estava a arder.

“À mercê” é uma locução adverbial, casos em que usamos crase. “A despeito” e “a arder” não são locuções e também não reúnem as condições para que a crase ocorra, ou seja, a presença de preposição “a” mais artigo “a”.

Tanto em “a despeito” como em “a arder” há apenas preposição.

Correção das alternativas restantes:

  • b) O vento entrava à vontade restando à família a expectativa de que acontecesse logo. (restando a + a família)
  • c) Falavam à beça, mas talvez não se entendessem a contento. (“à beça” é locução, mas “a contento” não é. “Contento” é uma palavra masculina e, por isso, não combina com o artigo feminino “a”, logo, não ocorre crase.
  • d) A cachorra ficou à porta, a olhar as brasas. (contração de a +a: ficou a + a porta)
  • e) A falta de melhor expressão recorriam a discursos energéticos. (não ocorre contração de a + a, pois há apenas preposição: recorriam a + discursos)

Questão 27

(Vunesp)

a) A Fúria se rende ___ vuvuzelas.
b) Caim é o último livro de José Saramago, que morreu ___ uma semana.
c) Sujeito ___ crises de humor, ele não vive em paz.
d) As vizinhas do andar de cima? Não ___vejo faz tempo.

a) às - há - às - as
b) as - há - as - às
c) às - a - as - às
d) às - a - às - as

Alternativa a: às - há - às - as.

a) Se rende a + as vuvuzelas = às

b) Morreu há uma semana (há = passado do verbo “haver”)

c) Sujeito a + as crises = às

d) Não vejo as (vizinhas), não há contração de a + a, logo não ocorre crase.

Questão 28

(Vunesp) Assinale a alternativa correta quanto ao uso do acento indicativo da crase.

a) Sei que é mulher de um ator chamado Tom Cruise, de quem também só assisti à um filme: “De Olhos Bem Fechados”.
b) Os ortopedistas alertam quando os saltos altos não são adequados à uma estrutura óssea em formação.
c) Os ortopedistas observam que a estrutura óssea em formação só se completará à partir dos 12 ou 13 anos.
d) O problema não se limita às crianças de Hollywood ou àquelas de pais famosos.
e) Estamos gerando crianças-adultos, que dificilmente chegarão à viver a maturidade.

Alternativa d: O problema não se limita às crianças de Hollywood ou àquelas de pais famosos.

Contração de preposição a + artigo a:
não se limita a + as crianças = às
não se limita a + aquelas (crianças) de pais famosos = àquelas

Correção das alternativas restantes:

a) Sei que é mulher de um ator chamado Tom Cruise, de quem também só assisti a um filme: “De Olhos Bem Fechados”. (assisti a + um filme, não ha contração, logo não ocorre crase)

b) Os ortopedistas alertam quando os saltos altos não são adequados à uma estrutura óssea em formação. (adequados a + uma estrutura, não ha contração, logo não ocorre crase)

c) Os ortopedistas observam que a estrutura óssea em formação só se completará a partir dos 12 ou 13 anos. (apesar de “a partir de” ser uma locução, não ocorre crase antes de verbos no infinitivo - neste caso, partir, que significa ter origem, começo).

e) Estamos gerando crianças-adultos, que dificilmente chegarão a viver a maturidade. (antes de verbos não ocorre crase).

Questão 29

(Vunesp) Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas das frases.

___ situações insustentáveis do lixo na capital. Esse problema chega ___ autoridades que deverão tomar ___ providências cabíveis.

a) As - as - as
b) Há - às - as
c) Há - as - às
d) Às - as - às
e) As - hás - as

Alternativa b: Há - às - as.

  • Há tem o sentido de existir;
  • Chega a + as autoridades - contração de preposição a + artigo a = às;
  • Tomar as providências - não há contração, pois há apenas artigo “as”, logo não ocorre crase.

Questão 30

(Vunesp) Assinale a frase em que o acento indicador de crase está empregado corretamente.

a) Vendemos CDs à partir de R$ 10.
b) Todos nossos produtos podem ser comprados à prazo.
c) Você será encaminhado à um de nossos gerentes.
d) As peças do mostruário também estão à venda.
e) Você está convidado à conhecer nosso setor de eletrodomésticos.

Alternativa d: As peças do mostruário também estão à venda.

Apesar de alguns autores dispensarem o uso da crase na expressão “à venda/ a venda”, o mesmo é usado muitas vezes na desambiguação. Por exemplo: colocou a venda (vendou os olhos) e colocou à venda (intuito de vender algo).

Nas alternativas restantes não se usa crase porque não ocorre a contração da preposição a + artigo a):

Comprados a + o prazo;

Encaminhado a + um de nossos gerentes.

Lembrando ainda que não ocorre crase antes de verbos no infinitivo, neste caso, partir (a) e conhecer (e).

Questão 31

Complete as lacunas com a ou à.

___ tarde estava fresca, por isso, decidiu que daria um passeio ao jardim ___ tarde, depois do trabalho. Dirigiu-se ___ secretaria, perguntou ___ secretária onde o chefe estava e ___ secretária informou que o executivo tinha saído ___ duas para levar___ três filhas ___ escola.

A tarde estava fresca, por isso, decidiu que daria um passeio ao jardim à tarde, depois do trabalho. Dirigiu-se à secretaria, perguntou à secretária onde o chefe estava e a secretária informou que o executivo tinha saído às duas para levar as três filhas à escola.

  • a tarde estava, a secretária, as três filhas: há apenas artigo, logo não ocorre contração de preposição a + artigo a, e não ocorre crase;
  • à tarde: é uma locução, casos em que ocorre crase;
  • dirigiu-se à, perguntou à, levar à: ocorre contração de a + a = à (dirigiu-se a + a secretária, perguntou a + a secretária, levar a + a escola);
  • às duas - a crase é usada na indicação de horas exatas.

Questão 32

Indique as alternativas corretas.

a) Entreguei as cópias a ela.
b) Entreguei as cópias a Maria.
c) Entreguei as cópias à Maria.
d) Entregou as cópias a sua colega.
e) Entregou as cópias à sua colega.

Todas as alternativas estão corretas, porque:

Não se usa crase antes de pronomes pessoais do caso reto (ela).

A crase é facultativa antes de nomes próprios femininos (Maria) e antes de pronomes possessivos (sua).

Questão 33

Em qual das frases abaixo a crase foi empregada incorretamente?

I. Você viu àquilo?
II. Refere-se àquilo?

Alternativa I: Você viu àquilo?

A crase é usada antes de pronomes demonstrativos “aquilo, aquela, aquele” desde que ocorra a contração com a preposição a. Neste caso, não há preposição, logo, o uso da crase é incorreto.

Na alternativa II. há preposição (refere-se a + aquilo).

Questão 34

Indique as alternativas que têm erro de crase.

a) Fiquei acordada até as 2 da manhã.
b) O filme começou as 11 da noite.
c) As três horas de filme passaram depressa.
d) Consegui aguentar as três horas sem adormecer.

Alternativa b: O filme começou as 11 da noite.
O correto é “O filme começou às 11 da noite.”, porque a crase é usada na indicação de horas exatas.

Na alternativa a) o uso da crase é facultativo depois da preposição “até”.

Nas alternativas c) e d) não se usa crase, porque consta horas contadas e não uma hora exata. Se fosse hora exata, aí sim, a crase era usada.

Questão 35

As duas frases abaixo estão corretas, uma leva crase e outra não. Explique.

I. Vou à Itália nas férias.
II. Vou a Veneza nas férias.

O uso da crase nessas situações pode ser lembrada da seguinte forma:

Vou a, volta da, crase há! Vou a, volto de, crase pra quê?

Assim, em “Vou à Itália, volto da Itália.” há crase. Enquanto em “Vou a Veneza, volto de Veneza.”, não há crase.

Questão 36

A alternativa que preenche corretamente as lacunas é:

Vou para o campo ___ 10h. A partida de futebol está marcada para ___ 11h. Então, mais logo nos encontramos. Até ___ 4!

a) às - as - às
b) as - às - as
c) às - as - as
d) as - as - às

Vou para o campo às 10h. A partida de futebol está marcada para as 11h. Então, mais logo nos encontramos. Até às 4!

às 10, às 4 - a crase é usada na indicação de horas exatas;

para as 11h - a crase não é usada depois das preposições após, desde, entre, para.

Questão 37

Em quais das frases abaixo o uso da crase é obrigatório. Explique.

I. À exceção do João, ninguém foi ao ensaio.
II. Foi à academia hoje.

Em todos, porque a crase é usada em locuções, como é o caso de “à exceção” e também é usada na contração da preposição a + artigo a: foi a + a academia = à.

Para você estudar mais:

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.