Exercícios de vozes verbais

Márcia Fernandes
Escrito por Márcia Fernandes
Professora licenciada em Letras

Teste seus conhecimentos em vozes verbais e confira se já sabe tudo sobre esse tema. Para que não haja mais dúvidas, as respostas têm a explicação da professora especialista no fim de cada exercício.

Questão 1

Transponha as orações da voz ativa para a voz passiva.

a) Os candidatos fizeram o seu discurso.
b) Os professores avaliaram os alunos.
c) A cabeleireira finalizou o penteado.
d) Os auditores enviaram o relatório.
e) O homem cultivou o terreno.

Transposição para a voz passiva analítica, cuja formação é sujeito paciente + verbo auxiliar (ser, estar, ficar) + verbo principal da ação conjugado no particípio + agente da passiva:

a) O discurso foi feito pelos candidatos.
b) Os alunos foram avaliados pelos professores.
c) O penteado foi finalizado pela cabeleireira.
d) O relatório foi enviado pelos auditores.
e) O terreno foi cultivado pelo homem.

Transposição para a voz passiva sintética, cuja formação é verbo conjugado na 3ª pessoa + pronome apassivador "se" + sujeito paciente:

a) Fez-se o discurso.
b) Avaliaram-se os alunos.
c) Finalizou-se o penteado.
d) Enviou-se o relatório.
e) Cultivou-se o terreno.

Questão 2

Indique as duas orações que estão na voz reflexiva.

a) Deitou-se assim que anoiteceu.
b) Nunca se está salvo.
c) Sonha-se com fama e dinheiro.
d) Vende-se casa.
e) Vestiu-se e saiu.

Alternativas a) Deitou-se assim que anoiteceu. e e) Vestiu-se e saiu.

A voz reflexiva é formada do seguinte modo: verbo na voz ativa + pronome oblíquo (me, te, se, nos, vos), cuja função é objeto direto ou objeto indireto, representando a mesma pessoa que o sujeito.

Nas alternativas restantes o pronome "se" tem a função de índice de indeterminação do sujeito, o que ocorre quando "se" acompanha verbos de ligação, verbos intransitivos ou verbos transitivos indiretos. É o que acontece nas alternativas b) Nunca se está salvo. (estar: verbo de ligação) e c) Sonha-se com fama e dinheiro. (sonhar: verbo transitivo indireto).

O pronome "se" também tem a função de pronome apassivador, situação em que é acompanhado de verbos transitivos diretos ou verbos transitivos diretos e indiretos. É o que acontece na alternativa d) Vende-se casa. (vender: verbo transitivo direto).

Questão 3

Reescreva as orações abaixo passando-as da voz passiva analítica para a voz passiva sintética.

a) A decisão foi tomada por todos.
b) A explicação foi dada pelo diretor da escola.
c) As tarefas foram concluídas pela equipe.
d) A casa foi comprada pelo casal de estrangeiros.
e) A escultura foi feita pelos jovens.

A voz passiva sintética é formada da seguinte forma: verbo conjugado na 3ª pessoa + pronome apassivador "se" + sujeito paciente:

a) Tomou-se a decisão. (ele tomou + se + a decisão)
b) Explicou-se a situação. (ele explicou + se + a situação)
c) Concluíram-se as tarefas. (eles concluíram + se + as tarefas)
d) Comprou-se a casa. (ele comprou + se + a casa)
e) Fez-se a escultura. (ele fez + se + a escultura)

Questão 4

Identifique os sujeitos agentes e pacientes nas orações abaixo.

a) Eu penteio-me.
b) O aluno foi visto na estrada da escola.
c) Escrevi o discurso para o homenageado.
d) A secretária telefonou aos clientes.
e) Maria e João amam-se.

a) “eu” é sujeito agente e paciente, porque pratica e, ao mesmo tempo, recebe a ação de pentear-se.
b) “aluno” é sujeito paciente, porque não é ele que pratica a ação.
c) “(eu)” é sujeito agente, porque praticou a ação de escrever.
d) “secretária” é sujeito agente, porque praticou a ação de telefonar.
e) “Maria” e “João” são sujeitos agentes e pacientes, porque praticam e, ao mesmo tempo, recebem a ação de amar-se. Estamos diante de um caso de voz reflexiva recíproca, em que há mais do que um sujeito a praticar e receber a mesma ação.

Questão 5

Identifique as vozes verbais nas orações abaixo.

a) As crianças pintaram toda a parede com canetinha.
b) Toda a sala foi renovada.
c) Usou-se três tons diferentes na sala.
d) Pintam como ninguém.
e) Isto foi feito por eles.

a) voz ativa, cujo sujeito agente é “crianças”.
b) voz passiva, formada pelo sujeito paciente “sala” + verbo auxiliar “foi” + verbo principal conjugado no particípio “renovada”.
c) voz reflexiva, formada por verbo conjugado na 3ª pessoa do singular “usou” + pronome apassivador “se”.
d) voz ativa, cujo sujeito agente, e que está oculto, é “(eles)”.
e) voz passiva, formada pelo sujeito paciente “isto” + verbo auxiliar “foi” + verbo principal conjugado no particípio “feito” + agente da passiva “eles”.

Questão 6

(TRT – RJ) “Tudo isso pode ser comprovado por qualquer cidadão”. A forma ativa dessa mesma frase é:

a) Qualquer cidadão pode comprovar tudo isso.
b) Tudo pode comprovar-se.
c) Qualquer cidadão se pode comprovar tudo isso.
d) Pode comprovar-se tudo isso.
e) Qualquer cidadão pode ter tudo isso comprovado.

Alternativa a: Qualquer cidadão pode comprovar tudo isso.

Na oração acima, o sujeito é "qualquer cidadão". É ele o agente e, logo, é quem pratica a ação.

Questão 7

(TRT) É exemplo de construção na voz passiva o segmento destacado na seguinte frase:

a) Ainda ontem fui tomado de risos ao ler um trechinho de crônica.
b) A Solange toma especial cuidado com a escolha dos vocábulos.
c) Glorinha e sua filha não partilham do mesmo gosto pelo requinte verbal.
d) O enrubescimento da mãe revelou seu desconforto diante da observação da filha.
e) Lembro-me de uma visita que recebemos em casa, há muito tempo.

Alternativa a: Ainda ontem fui tomado de risos ao ler um trechinho de crônica.

As frases seguintes assumiriam a seguinte forma na voz passiva:

b) A escolha dos vocábulos é tomada por especial cuidado por Solange.
c) O mesmo gosto pelo requinte verbal não é partilhado por Glorinha e sua filha.
d) Diante da observação da filha, o desconforto da mãe foi revelado pelo seu enrubescimento.
e) Lembro-me de uma visita que foi recebida em casa, há muito tempo.

Questão 8

(UPM – SP) Assinale a alternativa em que há agente da passiva.

a) Nós seremos julgados pelos nossos atos.
b) Olha esta terra toda que se habita dessa gente sem lei, quase infinita.
c) Agradeço-lhe pelo livro.
d) Ouvi a notícia pelo rádio.
e) Por mim, você pode ficar.

Alternativa a: Nós seremos julgados pelos nossos atos.

"Pelos nossos atos" é o agente da passiva. Isso porque são os nossos atos que praticam a ação de julgar, o qual está expresso pelo verbo na voz passiva, ou seja, "julgados".

Questão 9

(TST) Transpondo-se para a voz passiva a construção "Os ateus despertariam a ira de qualquer fanático", a forma verbal obtida será:

a) seria despertada.
b) teria sido despertada.
c) despertar-se-á.
d) fora despertada.
e) teriam despertado.

Alternativa a: seria despertada.

Assim, temos: A ira de qualquer fanático seria despertada pelos ateus.

Isso porque a voz passiva analítica é formada da seguinte forma:

Sujeito paciente + verbo auxiliar (ser, estar, ficar, entre outros) + verbo principal da ação conjugado no particípio + agente da passiva.

Questão 10

(Fundação Carlos Chagas) Transpondo para a voz passiva a oração “O faro dos cães guiava os caçadores”, obtém-se a forma verbal:

a) guiava-se
b) ia guiando
c) guiavam
d) eram guiados
e) foram guiados

Alternativa d) eram guiados.

Assim, temos: Os caçadores eram guiados pelo faro dos cães.

O sujeito da voz ativa (o faro dos cães) corresponde ao agente da passiva. O objeto direto da voz ativa (os caçadores) torna-se o sujeito da voz passiva.

Questão 11

(UNIFEI) Transforme as frases a e b segundo o seguinte modelo:

– Foi socorrido por amigos.
– Amigos socorreram-no.

a) Foste ajudado por muitos.
b) Fomos aconselhados por mestres.

I) Muitos ajudaram-te.
II) Mestres aconselharam-vos.

I) Muitos ajudaram-te.
II) Mestres aconselharam-nos.

I) Muitos ajudaram-lhe.
II) Mestres aconselharam-nos.

I) Muitos ajudaram-lhe.
II) Mestres aconselharam-vos.

I) Muitos ajudaram-te.
II) Mestres aconselharam-nos.

Foste indica 2.ª pessoa do singular, logo, somente poderá ser usada a forma ajudaram-te.
Fomos indica 1.ª pessoa do plural, logo, somente poderá ser usada a forma aconselharam-nos.

Questão 12

(TRT) Em outubro de 1967, quando Gilberto Gil e Caetano Veloso apresentaram as canções Domingo no parque e Alegria, Alegria, no Festival da TV Record, logo houve quem percebesse que as duas canções eram influenciadas pela narrativa cinematográfica ...

Transpondo-se a primeira das frases em itálico acima para a voz passiva e a segunda para a voz ativa, as formas verbais resultantes serão, respectivamente:

a) se apresentaram − influencia.
b) foi apresentado − se influenciaram.
c) eram apresentadas − influenciou.
d) foram apresentadas − influenciava.
e) são apresentadas − influenciou.

Alternativa d: foram apresentadas − influenciava.

Assim, temos: Em outubro de 1967, quando foram apresentadas as canções Domingo no parque e Alegria, Alegria, no Festival da TV Record, por Gilberto Gil e Caetano Veloso, logo houve quem percebesse que a narrativa cinematográfica influenciava as duas canções ...

Você encontra tudo sobre esse tema em:

Atualizado em
Márcia Fernandes
Escrito por Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.