Voz ativa

Carla Muniz

A voz ativa é uma voz verbal da língua portuguesa.

A função das vozes verbais é indicar se o sujeito pratica ou recebe/sofre a ação verbal de uma oração.

Ao concluir a leitura deste texto, você terá compreendido o que é voz ativa, saberá formar frases que exemplifiquem essa voz verbal, e poderá testar os seus conhecimentos sobre o assunto fazendo exercícios de gabarito comentado.

Mãos à obra!

O que é voz ativa?

A voz ativa é a voz verbal que indica que o sujeito da oração pratica determinada ação.

Exemplo:

O professor reprovou Cristiano.

Ao analisarmos a frase, vemos que:

  • O professor: sujeito que pratica a ação da frase
  • Reprovou: verbo na voz ativa; a ação praticada pelo sujeito: reprovar Cristiano.

Veja mais algumas frases de exemplos de voz ativa:

  • Eu comprei o carro.
  • O diretor desenvolveu o software.
  • Faremos a remodelação do restaurante.
  • A professora repreendeu Roberto.
voz ativa quadrinhos
No quadrinho acima, “esses novos financiamentos” é o sujeito que pratica a ação da oração

Além da voz ativa, existem mais duas vozes verbais na língua portuguesa: a voz passiva e a voz reflexiva.

Diferença entre voz ativa, voz passiva e voz reflexiva

A principal diferença entre voz reflexiva, voz ativa e voz passiva está relacionada com a função do sujeito da oração.

Voz ativa

Na voz ativa, o sujeito pratica a ação.

Exemplo:

O menino tirou a foto.

Na frase acima, “o menino” é o sujeito que pratica a ação de tirar a foto.

O sujeito da voz ativa é designado de sujeito agente.

Voz passiva

Agora que você já sabe tudo sobre a voz ativa, vamos ver o que é voz passiva?

A voz passiva é aquela onde o sujeito sofre ou recebe a ação verbal.

Exemplo:

A foto foi tirada pelo menino.

Na frase acima, "a foto" é o sujeito que sofre/recebe a ação.

O sujeito da voz passiva é designado de sujeito paciente.

Voz reflexiva

Na voz reflexiva, o sujeito pratica e sofre/recebe a ação.

Exemplo:

O menino se cortou com a faca.

Na frase acima, “o menino” é o sujeito que pratica a ação verbal de se cortar e também que recebe essa mesma ação.

O sujeito da voz reflexiva é um sujeito agente e paciente ao mesmo tempo.

Para compreender melhor esse tema, veja também:

Sujeito paciente X sujeito agente

O sujeito paciente é aquele cuja função é receber ou sofrer uma ação verbal em uma oração de voz passiva ou de voz reflexiva.

O sujeito agente, por sua vez, ocorre em frases de voz ativa e de voz reflexiva, e pratica a ação verbal da oração.

Exemplos:

a) Lucas marcou o único gol do jogo. - SUJEITO AGENTE
b) O único gol do jogo foi marcado por Lucas. - SUJEITO PACIENTE
c) Lucas se feriu na perna. SUJEITO AGENTE E PACIENTE

Observe que, na frase a), temos um exemplo de voz ativa onde "Lucas" é o sujeito agente; ele praticou a ação de marcar o único gol do jogo.

Já na letra b), temos um exemplo de voz passiva, onde "o único gol do jogo" é o sujeito paciente; ele sofre/recebe a ação de ser feito.

Na letra c), o sujeito "Lucas" é, ao mesmo tempo, paciente e agente, pois pratica e recebe a ação verbal de se ferir.

Exercícios sobre voz ativa

1. (UFF/2009)

texto voz ativa

texto voz ativa 2

Nos itens abaixo, foram transcritos do texto trechos com orações expressas na voz passiva e, ao lado, foi dada a forma correspondente na voz ativa. Em um dos itens, entretanto, ambas as orações estão expressas na voz passiva. Tal fato ocorre em:

a) "Além disso, os postos de direção das Casas quase nunca são exercidos por deputadas e senadoras" (1º parágrafo) / Além disso, deputadas e senadoras quase nunca exercem os postos de direção das Casas.
b) "do total de vinte comissões permanentes existentes na Câmara dos Deputados e onze no Senado Federal, apenas quatro são presididas por mulheres" (1º parágrafo) / do total de vinte comissões permanentes existentes na Câmara dos Deputados e onze no Senado Federal, mulheres presidem apenas quatro.
c) "O Pará, o Rio Grande do Sul e o Rio Grande do Norte são governados por mulheres" (3º parágrafo) / Mulheres governam o Pará, o Rio Grande do Sul e o Rio Grande do Norte.
d) "Há possibilidade de tomar-se alguma decisão sobre o direito ao aborto sem ouvir a principal interessada, a mulher?" (4º parágrafo) / Há possibilidade de que seja tomada alguma decisão sobre o direito ao aborto sem ouvir a principal interessada, a mulher?
e) "os salários mais baixos do que os recebidos pelos homens para o exercício das mesmas funções" (5º parágrafo) / os salários mais baixos do que os salários que os homens recebem para o exercício das mesmas funções.

Alternativa correta: d) "Há possibilidade de tomar-se alguma decisão sobre o direito ao aborto sem ouvir a principal interessada, a mulher?" (4º parágrafo) / Há possibilidade de que seja tomada alguma decisão sobre o direito ao aborto sem ouvir a principal interessada, a mulher?

a) ERRADA. Nesta alternativa, o sujeito da primeira frase (os postos de direção das Casas) recebe/sofre a ação verbal (serem exercidos por deputadas e senadoras) e o sujeito da segunda frase (deputadas e senadoras) executa a ação verbal (exercerem os postos de direção das Casas). Assim, a primeira frase está na voz passiva e a segunda, na voz ativa.

b) ERRADA. Nesta alternativa, o sujeito da primeira frase (as quatro comissões) recebe/sofre a ação verbal (serem presididas por mulheres) e o sujeito da segunda frase (mulheres) executa a ação verbal (presidir as quatro comissões). Assim, a primeira frase está na voz passiva e a segunda, na voz ativa.

c) ERRADA. Nesta alternativa, o sujeito da primeira frase (O Pará, o Rio Grande do Sul e o Rio Grande do Norte) recebe/sofre a ação verbal (serem governados por mulheres) e o sujeito da segunda frase (mulheres) executa a ação verbal (governar o Pará, o Rio Grande do Sul e o Rio Grande do Norte). Assim, a primeira frase está na voz passiva e a segunda, na voz ativa.

d) CORRETA. Nesta alternativa, o sujeito da primeira frase (alguma decisão) recebe/sofre a ação verbal (ser tomada). O sujeito da segunda frase é o mesmo e também recebe/sofre a mesma ação verbal. Assim, a primeira frase está na voz passiva e a segunda também.

e) ERRADA. Nesta alternativa, o sujeito da primeira frase (os salários) recebe/sofre a ação verbal (serem recebidos pelos homens) e o sujeito da segunda frase (os homens) executa a ação verbal (receber os salários). Assim, a primeira frase está na voz passiva e a segunda, na voz ativa.

2. Identifique qual das frases abaixo está na voz ativa:

a) O uniforme foi escolhido pelo técnico.
b) Os exercícios foram corrigidos pelo professor.
c) O professor corrigiu todos os exercícios.
d) Os exercícios serão corrigidos pelo professor.
e) As tarefas foram verificadas pelo inspetor.

Alternativa correta: c) O professor corrigiu todos os exercícios.

a) ERRADA. Na alternativa a) temos um exemplo de voz passiva. O sujeito (o uniforme) recebe/sofre a ação verbal (ser escolhido pelo técnico).

b) ERRADA. Na alternativa b) temos um exemplo de voz passiva. O sujeito (os exercícios) recebe/sofre a ação verbal (serem corrigidos pelo professor).

c) CORRETA. Na alternativa c) temos um caso de voz ativa. Observe que o sujeito (o professor) executa a ação verbal (corrigir os exercícios).

d) ERRADA. Na alternativa d) temos um exemplo de voz passiva. O sujeito (os exercícios) recebe/sofre a ação verbal (serem corrigidos pelo professor).

e) ERRADA. Na alternativa e) temos um exemplo de voz passiva. O sujeito (as tarefas) recebe/sofre a ação verbal (serem verificadas pelo inspetor).

3. (UERGS/2019)

texto voz ativa

Dentre as frases abaixo, apenas uma admite a passagem da voz ativa para a passiva. Assinale-a.

a) José conseguiu uma bolsa em uma escola particular... (l.11-12).
b) No Brasil, são alunos como José que querem ser professores... (l.16).
c) Os dados mostram que a profissão é... (l.17-18).
d) o percentual cai para... (l.20).
e) Quero ser esse professor... (l.30).

Alternativa correta: a) José conseguiu uma bolsa em uma escola particular... (l.11-12).

a) CORRETA. Apenas as frases com verbo transitivo direto ou verbo transitivo direto e indireto, complementados por um objeto direto, podem ser transpostas de uma voz para outra. O verbo “conseguir” é um verbo transitivo direto. No texto, ele é complementado pelo objeto direto “uma bolsa”. Por esse motivo, a transposição foi possível.

b) ERRADA. O verbo desta alternativa (“são”, flexão do verbo “ser”) é um verbo de ligação, o que impede a transposição de uma voz para outra.

Apenas as frases com verbo transitivo direto ou verbo transitivo direto e indireto, complementados por um objeto direto, podem ser transpostas de uma voz para outra.

c) ERRADA. Apesar de o verbo da oração (mostrar) ser um verbo transitivo direto, ele não é complementado por um objeto direto, mas sim por uma oração substantiva objetiva direta (que a profissão é a escolha).

Apenas as frases com verbo transitivo direto ou verbo transitivo direto e indireto, complementados por um objeto direto, podem ser transpostas de uma voz para outra.

d) ERRADA. O verbo desta alternativa (cair) pode ser classificado como verbo transitivo indireto ou como intransitivo, dependendo do sentido/contexto no qual ele é usado.

Apenas as frases com verbo transitivo direto ou verbo transitivo direto e indireto, complementados por um objeto direto, podem ser transpostas de uma voz para outra.

e) ERRADA. Nesta alternativa, ocorre uma locução verbal na qual o verbo principal tem a função de verbo de ligação.

Apenas as frases com verbo transitivo direto ou verbo transitivo direto e indireto, complementados por um objeto direto, podem ser transpostas de uma voz para outra.

Para aprimorar os seus conhecimentos em língua portuguesa, confira também os textos abaixo:

Carla Muniz
Carla Muniz
Professora, lexicógrafa, tradutora, produtora de conteúdos e revisora. Licenciada em Letras (Português, Inglês e Literaturas) pelas Faculdades Integradas Simonsen, em 2002.