Experimento de Redi

Lana Magalhães

O experimento de Redi foi um dos primeiros a explicar a origem dos seres vivos, em meados do século XVII.

Francesco Redi era uma médico e cientista italiano e questionou a teoria da geração espontânea ou da abiogênese.

De acordo com essa teoria, os vermes que surgiam em cadáveres de humanos e animais eram resultados da geração espontânea do processo de putrefação.

Com objetivo de provar que os vermes não se originam espontaneamente, Redi realizou um experimento para derrubar essa teoria.

Passo a passo do experimento de Redi

Redi foi o primeiro cientista a questionar a Teoria da Abiogênese. Ele acreditava que os organismos vivos não se originavam espontaneamente. Redi foi um defensor da Biogênese.

Em seu experimento, Redi colocou cadáveres de animais em frascos com bocas largas. Alguns foram vedados com uma gaze fina e outros deixados abertos.

Após alguns dias, observou que os frascos abertos, nos quais moscas podiam entrar e sair, surgiram vermes. Enquanto isso, nos frascos fechados não haviam vermes. Isso porque, as moscas não podiam entrar.

Experimento de RediDemonstração do experimento de Redi

Assim, Redi confirmou e teve aceita a sua hipótese e a teoria da abiogênese começou a perder credibilidade.

Posteriormente, diversos experimentos de outros cientistas foram realizados para explicar a origem de micro-organismos.

Saiba mais, leia também:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.