Fisiologia


A fisiologia é o ramo da Biologia que estuda o funcionamento dos organismos vivos.

A palavra fisiologia é de origem grega e deriva de physis “natureza” e logos “estudo, conhecimento”.

A fisiologia envolve a compreensão das funções de células, tecidos, órgãos e sistemas de organismo, bem como a interação entre eles e a importância para a sobrevivência.

Para isso, a fisiologia trata do estudo das múltiplas funções químicas, físicas e biológicas que garantem o adequado funcionamento dos organismos.

A compreensão do funcionamento dos organismos vivos sempre despertou a curiosidade e interesse dos cientistas. Os primeiros estudos sobre fisiologia foram desenvolvidos na Grécia, há 2.500 anos atrás.

A fisiologia pode ser classificada conforme o seu objeto de estudo. A Fisiologia Animal estuda o funcionamento dos organismos animais. Nessa área encontra-se a Fisiologia Humana, voltada aos seres humanos.

Enquanto isso, a Fisiologia Vegetal se concentra nos vegetais. Assim, é considerada como um ramo da botânica que estuda os processos que ocorrem em plantas e de suas respostas às variações do meio ambiente.

Fisiologia Humana

O organismo humano é constituído de diversas partes, que em conjunto garantem o seu funcionamento adequado.

O nível de organização do organismo humano é o seguinte: moléculas - células - tecidos - órgãos - sistemas - organismo. Todos os níveis trabalham de modo integrado, através de variadas e numerosas reações químicas.

No estudo da fisiologia humana, deve-se reconhecer o nível de organização do organismo:

  • As moléculas são fundamentais para que ocorram as reações químicas e atuam em nível celular;
  • A célula é a menor unidade estrutural e funcional;
  • Os tecidos são grupos de células semelhantes que realizam uma função particular;
  • Quando diferentes tipos de tecidos estão unidos, formam os órgãos com funções específicas e, geralmente com uma forma reconhecível;
  • Um sistema consiste de órgãos relacionados que desempenham uma função comum;
  • Todos os sistemas funcionando de modo integrado compõem o organismo, um indivíduo.

Leia também:

Células do Corpo Humano;
Tecidos do Corpo Humano;
Órgãos do Corpo Humano;
Sistemas do Corpo Humano;
Corpo Humano.

Fisiologia Vegetal

A fisiologia vegetal estuda todos os organismos vegetais e suas interações com o ambiente (solo, clima, interações ecológicas).

Os vegetais também apresentam nível de organização composto por: moléculas - células - tecidos - órgãos - sistemas e organismo. Essa organização, em conjunto com as reações químicas, são fundamentais para o crescimento e desenvolvimento das plantas.

Entre os processos fisiológicos que garantem a sobrevivência dos vegetais, destacam-se: fotossíntese, respiração, germinação e o transporte de água e nutrientes.

Homeostase

A homeostase é intimamente relacionada com a fisiologia. É definida como a capacidade do organismo em manter o seu ambiente interno em condição estável, tanto em ritmo, como em composição química.

A homeostase garante um estado de independência relativa do organismo em relação às oscilações do ambiente externo. Com isso, o organismo pode realizar suas funções celulares, teciduais e dos sistemas, no momento, local, intensidade e duração adequados.

Um exemplo de homeostase no organismo humano é o controle da temperatura corporal. Em condições normais, a temperatura é por volta de 37º C, garantindo que as funções do organismo ocorram normalmente.

Porém, um aumento da temperatura pode provocar alterações no funcionamento de algumas atividades metabólicas. Assim, o corpo produz suor na tentativa de resfriar e retornar a temperatura adequada.

Saiba mais sobre a Homeostase.