Fungos, bactérias e vírus

Carolina Batista
Carolina Batista
Professora de Química

Os fungos seres eucariontes e uni ou pluricelulares. Esses seres podem ser macroscópicos ou microscópicos e fazem parte do Reino Fungi.

As bactérias são seres procariontes e unicelulares. Por não possuírem um núcleo celular bem definido, são considerados organismos simples e fazem parte do Reino Monera.

Os vírus são seres acelulares e parasitas intracelulares formados por uma cápsula protetora que envolve seu material genético. Por não possuírem célula, muito se discute sobre os considerar seres vivos ou não.

Fungos

Os fungos são seres eucariontes agrupados nos filos quitridiomicetos, ascomicetos, basidiomicetos, zigomicetos e deuteromicetos do Reino Fungi.

Esses seres se alimentam de outros seres vivos, por isso apresentam nutrição heterotrófica. Existem fungos microscópicos e macroscópicos, que são encontrados no solo, na água, em outros organismos vivos e em detritos em geral.

Os cogumelos são os fungos mais conhecidos, pois muitas variedades são utilizadas na alimentação. Além deles, líquens, mofo, bolores e leveduras também são exemplos de fungos.

cogumelo champignon
Cogumelo Champignon

Os fungos são utilizados na produção de remédios, como o antibiótico penicilina, na fabricação de alimentos, como na fermentação de bebidas utilizando leveduras e na preparação de alimentos. Os cogumelos do tipo champignon são os mais conhecidos e consumidos.

Por se proliferarem em ambientes quentes e úmidos, muitos fungos podem causar problemas de saúde. Micoses, frieiras, candidíase e histoplasmose são exemplos de doenças causadas por fungos.

Saiba mais sobre os fungos.

Bactérias

As bactérias são seres microscópicos, procariontes e unicelulares que fazem parte do Reino Monera. Esses organismos possuem organização simples e se alimentam de outros seres.

Esses organismos podem viver, isolados ou formar colônias, no solo, na água, no ar, em outros organismos e em detritos.

bactérias escherichia coli
Bactérias Escherichia Coli

As bactérias apresentam diversas funções e aplicações. No nosso organismo, por exemplo, existem bactérias no trato gastrointestinal, que atuam principalmente na proteção da microbiota intestinal.

Na produção alimentícia, as bactérias acéticas são amplamente utilizadas na produção de vinagre e os lactobacilos, do grupo dos probióticos, são úteis na fabricação de queijos e iogurtes.

Entretanto, alguns tipos de bactérias também podem causar doenças. São exemplos de bacterioses: botulismo, hanseníase, meningite, tuberculose e tétano.

Saiba mais sobre as bactérias.

Vírus

Os vírus são seres acelulares e por isso muito se discute sobre serem considerados seres vivos ou não. Nesses organismos, o material genético está envolvido por uma cápsula protetora.

A principal característica dos vírus é que eles são parasitas intracelulares e, por isso, precisam de uma célula para se reproduzirem.

Vírus
Estrutura de um vírus

Um vírus pode infectar até fungos e bactérias, pois seu tamanho varia de 20 a 300 nm. Fora de uma célula os vírus permanecem inertes e são partículas virais chamadas de vírion.

Muitos vírus são utilizados na Biotecnologia para estudos celulares. Entretanto, muitos são causadores de doenças. AIDS, sarampo, gripe e rubéola são exemplos de viroses. O vírus SARS-CoV-2 é um vírus pertencente à família dos coronavírus e é causador da doença COVID-19.

Saiba mais sobre os vírus.

E os protozoários?

Os protozoários são organismos eucariontes, unicelulares e heterótrofos, que fazem parte do Reino Protista. A maioria desses seres são aquáticos de vida livre e são classificados de acordo com o modo que se locomovem em sarcodíneos, ciliados, flagelados e esporozoários.

Por exemplo, a ameba é um protozoário do tipo sarcodíneo e o Trypanosoma cruzi, causador da doença de chagas, é um protozoário do tipo flagelado.

Protozoários
Exemplo de estruturas de protozoários

Adquira mais conhecimento com os conteúdos:

Carolina Batista
Carolina Batista
Bacharela em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018) e Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011).