Gênero Textual Relatório

Daniela Diana

O Relatório é um tipo de texto que, como o próprio nome indica, relata sobre algo. Escrito ou oral, ele apresenta um conjunto de informações pormenorizadas sobre determinado tema.

Tratam-se de textos expositivos de caráter narrativo e descritivo, no entanto, alguns relatórios podem ser críticos, com presença de argumentação e considerações pessoais.

Os relatórios fazem parte das redações técnicas sendo muito importantes para registrar uma atividade, seja na escola, na universidade ou no trabalho.

Podemos citar por exemplo, participação num evento, visita a um equipamento cultural, atividade em sala e em grupo, relatar uma experiência, detalhes de uma pesquisa, apreciações sobre um livro, um filme, etc.

A linguagem presente nos relatórios é formal e cuidada, com a utilização da norma culta, coerência e coesão textual.

Tipos de Relatório

De acordo com sua finalidade, os relatórios são classificados em diversos tipos:

  • Relatório Escolar: são os textos escolares em que o aluno pode relatar sobre um evento ou uma atividade proposta pelo professor.
  • Relatório Científico: são os relatórios acadêmicos produzidos após uma pesquisa. Geralmente, eles são produzidos por pessoas do ensino superior, por exemplo, o relatório de estágio, relatório de finalização de curso, relatório de participação num evento acadêmico.
  • Relatório Administrativo: são aqueles registros em que a empresa realiza diariamente ou mensalmente. São produzidos pelos empregados do setor administrativo, por exemplo, os “relatórios de contas”.

Além disso, eles podem ser classificados em:

  • Relatório Crítico: quando surge opiniões apreciações do autor no corpo do texto.
  • Relatório de Síntese: são relatórios mais simples que apresentam um resumo sobre determinada atividade, por exemplo, um relatório sobre o filme assistido em sala.
  • Relatório de Formação: quando há o desenvolvimento de um projeto ou pesquisa, são desenvolvidos relatórios conforme o desenvolvimento da pesquisa. Ou seja, eles relatam os estágios de desenvolvimento do trabalho.

Estrutura Textual: Como Elaborar um Relatório?

Dependendo do tipo de relatório, eles seguem um padrão estrutural definido, a saber:

  • Capa: também chamada de “folha de rosto”, geralmente os relatórios possuem uma capa, com o título do trabalho, nome do aluno ou do grupo, do professor, da instituição e a data. Alguns modelos exigem a inclusão da marca da instituição em que foi desenvolvido o trabalho.
  • Índice: quando se trata de trabalhos mais longos e desenvolvidos em várias etapas, antes de iniciar o texto surge o índice (ou sumário), com o nome de cada subtítulo e ainda, o número das páginas onde está localizada cada informação.
  • Título: na página seguinte, e antes de começar a escrever o relatório, esse deve apresentar um título referente ao trabalho que fora desenvolvido (o mesmo que apareceu na capa). Abaixo pode surgir uma epígrafe, ou seja, uma frase em letra menor e localizada na parte direita do texto, a qual faz referência ao tema do trabalho.
  • Introdução: na introdução do relatório, as informações sobre a descrição do trabalho e dos métodos utilizados devem aparecer, por exemplo, em que local foi desenvolvido, a qual disciplina pertence o relatório, qual professor que pediu, quais objetivos e justificativas, em quais circunstâncias foi desenvolvido, dentre outros.
  • Desenvolvimento: a maior parte de seu texto está no desenvolvimento; parte em que são relatadas todas as etapas de seu trabalho apontando dados sobre a pesquisa que podem conter gráficos, tabelas, figuras, fotos, dentre outros.
  • Conclusão: na conclusão do relatório ocorre o arremate do texto, ou seja, um resumo do que foi descrito anteriormente. Ou seja, as principais ideias expostas em todo o trabalho devem ser concluídas, por exemplo, os resultados obtidos e os resultados esperados. E, se for um relatório de caráter crítico, o aluno pode acrescentar algumas observações pessoais referentes ao desenvolvimento do trabalho.
  • Considerações Finais: se forem relatórios críticos, no final do texto acrescenta-se as considerações finais, que engloba as apreciações do autor sobre a experiência retratada. Podem ser apontadas soluções, sugestões e problemas que surgiram no desenvolvimento do trabalho.
  • Bibliografia: inclui-se todo o conteúdo teórico utilizado para o desenvolvimento do trabalho seja a bibliografia ou webgrafia. Elas seguem a forma padrão estipulada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

Atividade

Para fixar seus conhecimentos sobre esse tipo de texto tão importante, faça um relatório crítico sobre a última atividade em grupo que realizou na escola.

Siga a estrutura de apresentação proposta acima com capa, índice, título, corpo de texto e considerações finais.

Bom trabalho!

Para complementar sua pesquisa, leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.