Idade dos Metais


A Idade dos Metais é a última fase da Pré-História que vai de 5000 a.C. até o surgimento da escrita pelos sumérios, em 4000 a.C.. Recebe esse nome posto que o metal foi a matéria prima mais utilizada para produção de ferramentas e objetos. Alguns estudiosos consideram que a Idade dos Metais é a fase final do período Neolítico.

Idade dos Metais

Resumo

Diferente dos períodos anteriores, o Paleolítico (Idade da Pedra Lascada) e o Neolítico (Idade da Pedra Polida), o desenvolvimento da metalurgia e a expansão das técnicas de fundição na Idade dos Metais, propiciaram uma enorme conquista tecnológica para a humanidade.

Note que a utilização dos metais não substituiu completamente os instrumentos que eram feitos de pedra e madeira. Esse processo de transição ocorreu de maneira lenta e de diferentes formas em determinados locais.

As primeiras sociedades que começaram a desenvolver a metalurgia estavam localizadas no Oriente, sendo que muitas vezes, eles eram extraídos de locais distantes, o que dificultou a disseminação completa do metal nesse período.

De acordo com a utilização do metal empregado nesse período, a idade dos metais pode ser classificada de três maneiras:

  • Idade do Cobre
  • Idade do Bronze
  • Idade do Ferro

Pré-História

A pré-história determina o início da história da humanidade, sendo classificada em três grandes períodos:

Principais Características

A principal característica desse período foi sem dúvida, o desenvolvimento da metalurgia, que começa a mudar consideravelmente a vida em sociedade, afinal, com os metais os instrumentos possuíam grande rigidez e vida útil, embora a principal caraterística era que podiam ser moldados, ou atingir formas que antes a pedra não conseguia produzir.

O cobre foi o primeiro metal a ser fundido pelas sociedades pré-históricas desse período. Por conseguinte, o bronze, mais resistente que o cobre, era obtido através da mistura de cobre e de outro metal, o estanho. Já o ferro, foi o último metal a ser fundido, pois possuía um manuseio mais complicado que os outros, no entanto, tornou os materiais produzidos mais resistentes.

Os objetos produzidos com metal podiam incluir instrumentos de cozinha, objetos artísticos, armas, ferramentas para a agricultura, dentre outros.

A utilização dos metais pelo homem pré-histórico foi fundamental para o desenvolvimento da agricultura (produção de alimentos), surgida do período neolítico, posto que as ferramentas produzidas eram mais eficazes e auxiliavam no trabalho tal qual o arado e a enxada.

Nesse sentido, as ferramentas de caça e pesca também evoluíram, tornando assim, a vida mais fácil para o homem pré-histórico.

Isso permitiu, portanto, a melhoria na qualidade de vida dos cidadãos e consequentemente, o desenvolvimento do comércio e o aumento da população. No final da Idade dos Metais, surgem as primeiras cidades e novas relações sociais são estabelecidas.